AFC

PinUp-Bet

Viagem no tempo

As seleções com mais jogadores entre os 11 melhores das Copas de 1930 a 2018

Veja a relação de cada Copa do Mundo e o ranking histórico. Sim, o líder é o Brasil

Leaderboard - KTO

melhor site de apostas futebol
O Brasil já teve 6 dos 11 melhores jogadores de uma Copa, em 1970 (Foto: Fifa.com)
O Brasil já teve 6 dos 11 melhores jogadores de uma Copa do Mundo, em 1970 (Foto: Fifa.com)

Qual país teve mais jogadores entre os 11 melhores das Copas do Mundo de 1930 a 2018? Acertou quem respondeu Brasil. Se a resposta pode parecer óbvia, surpresa é a vantagem para as demais seleções, como mostra levantamento do Verminosos por Futebol.

O Brasil já teve 49 jogadores entre os melhores de cada Mundial. Uma média de 2,3 atletas por edição – marca considerável, levando-se em conta que o país não chegou às semifinais em 10 das 21 edições já realizadas.

Quem segue atrás

Quem está mais perto é Alemanha (34 atletas) e Itália (31), com médias de cerca de 1,5 por torneio. A seguir, aparecem França (16), Argentina (14), Uruguai (13), Inglaterra (11) e Espanha (10).

Confira abaixo a relação dos 11 destaques de cada Copa, o somatório por país e o ranking histórico de seleções com jogadores entre os melhores. São números que falam muito sobre tradição nos Mundiais.

leovegas
rabona
royalist-play

Países com mais jogadores entre os 11 melhores de cada Copa do Mundo:

1º Brasil – 49
2º Alemanha – 34
3º Itália – 31
4º França – 16
5º Argentina – 14
6º Uruguai – 13
7º Inglaterra – 11
8º Espanha – 10
9º Holanda – 9
10º Hungria – 8
11º Suécia – 6
12º Checoslováquia – 5
Portugal – 5
Rússia/União Soviética – 5
15º Bélgica – 4
16º Polônia – 3
17º Áustria – 2
Bulgária – 2
Colômbia – 2
Croácia – 2
Irlanda do Norte – 2
Iugoslávia – 2
23º Chile – 1
Coreia do Sul – 1
Dinamarca – 1
México – 1
Nigéria – 1
Paraguai – 1
Romênia – 1
Senegal – 1

* A Copa do Mundo de 2006 listou 23 jogadores, e não 11, como em todas as outras.

Veja os 11 melhores de cada Copa do Mundo:


Copa do Mundo de 1930
 – Uruguai

Campeão: Uruguai

2-3-5 – Alex Thépot (França); Milutin Ivković (Iugoslávia) e José Nasazzi (Uruguai); José Leandro Andrade (Uruguai), Fausto (Brasil) e Luis Monti (Argentina); Héctor Scarone (Uruguai), Héctor Castro (Uruguai), Guillermo Stábile (Argentina), Pedro Cea (Uruguai) e Manuel Ferreira (Argentina).

Jogadores:
1º Uruguai – 5
2º Argentina – 3
3º Brasil – 1
França – 1
Iugoslávia – 1

> O campeão Uruguai dominou a seleção do campeonato, com quase a metade da equipe.


Copa do Mundo de 1934
 – Itália

Campeão: Itália

2-3-5 – Ricardo Zamora (Espanha); Eraldo Monzeglio (Itália) e Jacinto Quincoces (Espanha); Attilio Ferraris (Itália), Luis Monti (Itália) e Stefan Cambal (Checoslováquia); Enrique Guaita (Itália), Giuseppe Meazza (Itália), Edmund Conen (Alemanha), Oldrich Nejedly (Checoslováquia) e Matthias Sindelar (Áustria).

Jogadores:
1º Itália – 5
2º Checoslováquia – 2
Espanha – 2
4º Alemanha – 1
Áustria – 1

> O campeão mais uma vez dominou a seleção do campeonato.


Copa do Mundo de 1938
 – França

Campeão: Itália

2-3-5 – Frantisek Plánicka (Checoslováquia); Alfredo Foni (Itália) e Etienne Mattler (França); Domingos da Guia (Brasil), Michele Andreolo (Itália) e Ugo Locatelli (Itália); Gyula Zsengellér (Hungria), Leônidas da Silva (Brasil), Silvio Piola (Itália), Gyorgy Sarosi (Hungria) e Gino Colaussi (Itália).

Jogadores:
1º Itália – 5
2º Brasil – 2
Hungria – 2
4º Checoslováquia – 1
França – 1

> O Brasil parou nas semifinais, mas dois talentos voltaram para casa valorizados.


Copa do Mundo de 1950
 – Brasil

Campeão: Uruguai

2-3-5 – Roque Máspoli (Uruguai); Erik Nilsson (Suécia) e José Parra (Espanha); Bauer (Brasil), Obdulio Varela (Uruguai) e Víctor Rodríguez Andrade (Uruguai); Alcides Ghiggia (Uruguai), Zizinho (Brasil), Ademir Menezes (Brasil), Jair Rosa Pinto (Brasil) e Juan Alberto Schiaffino (Uruguai).

Jogadores:
1º Uruguai – 5
2º Brasil – 4
3º Espanha – 1
Suécia – 1

> Uruguai e Brasil reuniram quase todos os melhores jogadores do torneio.


Copa do Mundo de 1954
 – Suíça

Campeão: Alemanha

2-3-5 – Gyula Grosics (Hungria); Djalma Santos (Brasil) e Werner Liebrich (Alemanha); Rodriguez Andrade (Uruguai), József Bozsik (Hungria) e Ernst Ocwirk (Áustria); Helmut Rahn (Alemanha), Sándor Kocsis (Hungria), Fritz Walter (Alemanha), Ferenc Puskás (Hungria) e Zoltan Czibor (Hungria).

Jogadores:
1º Hungria – 5
2º Alemanha – 3
3º Áustria – 1
Brasil – 1
Uruguai – 1

> A favorita Hungria não ficou com a taça, mas formou quase a metade da seleção.


Copa do Mundo de 1958
 – Suécia

Campeão: Brasil

4-2-4 – Lev Yashin (União Soviética); Nils Liedholm (Suécia), Danny Blanchflower (Irlanda do Norte), Yuri Voinov (União Soviética) e Nilton Santos (Brasil); Zito (Brasil) e Didi (Brasil); Garrincha (Brasil), Just Fontaine (França), Pelé (Brasil) e Lennart Skoglund (Suécia).

Jogadores:
1º Brasil – 5
2º Suécia – 2
União Soviética – 2
4º França – 1
Irlanda do Norte – 1

> Pela primeira vez o Brasil põe o maior número de jogadores na seleção do torneio.


Copa do Mundo de 1962
 – Chile

Campeão: Brasil

4-2-4 – Gilmar (Brasil); Djalma Santos (Brasil), Karl-Heinz Schnellinger (Alemanha), Valeriy Varonin (União Soviética) e Ladislav Novak (Checoslováquia); Zito (Brasil) e Josef Masopust (Checoslováquia); Garrincha (Brasil), Vavá (Brasil), Jorge Toro (Chile) e Josip Skoblar (Iugoslávia).

Jogadores:
1º Brasil – 5
2º Checoslováquia – 2
3º Alemanha – 1
Chile – 1
Iugoslávia – 1
União Soviética – 1

> De novo o Brasil é campeão e tem cinco jogadores na seleção do Mundial.


Copa do Mundo de 1966
 – Inglaterra

Campeão: Inglaterra

4-3-3 – Gordon Banks (Inglaterra); Horst-Dieter Hottges (Alemanha), Albert Shesterniev (União Soviética), Bobby Moore (Inglaterra) e Silvio Marzolini (Argentina); Franz Beckenbauer (Alemanha), Bobby Charlton (Inglaterra) e Helmut Haller (Alemanha); Alan Ball (Inglaterra), Eusébio (Portugal) e Ferenc Bene (Hungria).

Jogadores:
1º Inglaterra – 4
2º Alemanha – 3
3º Argentina – 1
Hungria – 1
Portugal – 1
União Soviética – 1

> O bicampeão Brasil não colocou nenhum jogador na seleção do campeonato.


Copa do Mundo de 1970
 – México

Campeão: Brasil

4-3-3 – Ladislao Mazurkiewicz (Uruguai); Carlos Alberto Torres (Brasil), Pierluigi Cera (Itália), Franz Beckenbauer (Alemanha) e Terry Cooper (Inglaterra); Clodoaldo (Brasil), Gérson (Brasil) e Roberto Rivellino (Brasil); Pelé (Brasil), Gerd Müller (Alemanha) e Jairzinho (Brasil).

Jogadores:
1º Brasil – 6
2º Alemanha – 2
3º Inglaterra – 1
Itália – 1
Uruguai – 1

> Pela primeira vez um país tem seis jogadores na seleção, mérito de um time genial.

Legend Play


Copa do Mundo de 1974
 – Alemanha

Campeão: Alemanha

4-3-3 – Sepp Maier (Alemanha); Zé Maria (Brasil), Franz Beckenbauer (Alemanha), Ruud Krol (Holanda) e Paul Breitner (Alemanha); Johan Neeskens (Holanda), Kazimierz Deyna (Polônia) e Johan Cruijff (Holanda); Grzegorz Lato (Polônia), Ralf Edstrom (Suécia) e Rob Rensenbrink (Holanda).

Jogadores:
1º Holanda – 4
2º Alemanha – 3
3º Polônia – 2
4º Brasil – 1
Suécia – 1

> A Holanda não ficou com a taça, mas a seleção da Copa mostrou o impacto de seu futebol.


Copa do Mundo de 1978
 – Argentina

Campeão: Argentina

4-3-3 – Ubaldo Fillol (Argentina); Claudio Gentile (Itália), Oscar (Brasil), Daniel Passarella (Argentina) e Ruud Krol (Holanda); Osvaldo Ardiles (Argentina), Marco Tardelli (Itália) e Mario Kempes (Argentina); Heinz Flohe (Alemanha), Paolo Rossi (Itália) e Rob Rensenbrink (Holanda).

Jogadores:
1º Argentina – 4
2º Itália – 3
3º Holanda – 2
4º Alemanha – 1
Brasil – 1

> A Argentina não ganhou só no grito, como aponta a lista dos melhores da Copa.


Copa do Mundo de 1982
 – Espanha

Campeão: Itália

4-3-3 – Dino Zoff (Itália); Hans-Peter Briegel (Alemanha), Gaetano Scirea (Itália), Oscar (Brasil) e Manuel Amoros (França); Paulo Roberto Falcão (Brasil), Michel Platini (França) e Zico (Brasil); Zbigniew Boniek (Polônia), Paolo Rossi (Itália) e Karl-Heinz Rummenigge (Alemanha).

Jogadores:
1º Brasil – 3
Itália – 3
3º Alemanha – 2
França – 2
5º Polônia – 1

> O Brasil não confirmou o favoritismo, mas ficou empatado com a campeã Itália em número de jogadores na seleção do torneio.


Copa do Mundo de 1986
 – México

Campeão: Argentina

4-3-3 – Carlos (Brasil); Soren Lerby (Dinamarca), Julio Cesar (Brasil), Jose Luis Brown (Argentina) e Manuel Amoros (França); Manuel Negrete (México), Jan Ceulemans (Bélgica) e Diego Maradona (Argentina); Careca (Brasil), Gary Lineker (Inglaterra) e Igor Belanov (União Soviética).

Jogadores:
1º Brasil – 3
2º Argentina – 2
3º Bélgica – 1
Dinamarca – 1
França – 1
Inglaterra – 1
México – 1
União Soviética – 1

> Mais uma vez o time de Telê Santana lidera a seleção da Copa. A lista mostra também como Maradona carregou a Argentina nas costas rumo ao título.


Copa do Mundo de 1990
 – Itália

Campeão: Alemanha

4-4-2 – Walter Zenga (Itália); Stephen Tataw (Alemanha), Franco Baresi (Itália), Paolo Maldini (Itália) e Andreas Brehme (Alemanha); Guido Buchwald (Alemanha), Lothar Matthaus (Alemanha), Paul Gascoigne (Inglaterra) e Diego Maradona (Argentina); Salvatore Schillaci (Itália) e Roberto Baggio (Itália).

Jogadores:
1º Itália – 5
2º Alemanha – 4
3º Argentina – 1
Inglaterra – 1

> A Itália parou nas semifinais, mas vários jogadores deixaram sua marca.


Copa do Mundo de 1994
 – Estados Unidos

Campeão: Brasil

4-3-3 – Michel Preud’homme (Bélgica); Jorginho (Brasil), Márcio Santos (Brasil), Dunga (Brasil) e Paolo Maldini (Itália); Krasimir Balakov (Bulgária), Gheorghe Hagi (Romênia) e Roberto Baggio (Itália); Tomas Brolin (Suécia), Hristo Stoichkov (Bulgária) e Romário (Brasil).

Jogadores:
1º Brasil – 4
2º Bulgária – 2
Itália – 2
4º Bélgica – 1
Romênia – 1
Suécia – 1

> O Brasil de 1994 não era só Romário, e a seleção da Copa é uma constatação disso.


Copa do Mundo de 1998
 – França

Campeão: França

4-4-2 – Fabien Barthez (França); Lilian Thuram (França), Carlos Gamarra (Paraguai), Marcel Desailly (França) e Robert Jarni (Croácia); César Sampaio (Brasil), Rivaldo (Brasil), Jay-Jay Okocha (Nigéria) e Zinedine Zidane (França); Michael Owen (Inglaterra) e Ronaldo (Brasil).

Jogadores:
1º França – 4
2º Brasil – 3
3º Croácia – 1
Inglaterra – 1
Nigéria – 1
Paraguai – 1

> Os finalistas (França e Brasil) dominaram parte da seleção do campeonato.


Copa do Mundo de 2002
 – Coreia do Sul e Japão

Campeão: Brasil

4-3-3 – Oliver Kahn (Alemanha); Sol Campbell (Inglaterra), Fernando Hierro (Espanha), Hong Myung-Bo (Coreia do Sul) e Roberto Carlos (Brasil); Michael Ballack (Alemanha), Rivaldo (Brasil) e Ronaldinho (Brasil); El Hadji Diouf (Senegal), Ronaldo (Brasil) e Miroslav Klose (Alemanha).

Jogadores:
1º Brasil – 4
2º Alemanha – 3
3º Coreia do Sul – 1
Espanha – 1
Inglaterra – 1
Senegal – 1

> De novo os finalistas (Brasil e Alemanha) dominaram parte da seleção da Copa.


Copa do Mundo de 2006
 – Alemanha

Campeão: Itália

23 jogadores – Gianluigi Buffon (Itália), Jens Lehmann (Alemanha) e Ricardo (Portugal); Roberto Ayala (Argentina), John Terry (Inglaterra), Lilian Thuram (França), Philipp Lahm (Alemanha), Fabio Cannavaro (Itália), Gianluca Zambrotta (Itália) e Ricardo Carvalho (Portugal); Patrick Vieira (França), Zinedine Zidane (França), Michael Ballack (Alemanha), Andrea Pirlo (Itália), Gennaro Gattuso (Itália), Luís Figo (Portugal), Maniche (Portugal) e Zé Roberto (Brasil); Hernán Crespo (Argentina), Thierry Henry (França), Miroslav Klose (Alemanha) e Francesco Totti (Itália) e Luca Toni (Itália).

Jogadores:
1º Itália – 7
2º Alemanha – 4
França – 4
Portugal – 4
5º Argentina – 2
6º Brasil – 1
Inglaterra – 1

> A Fifa não anunciou uma lista de 11 melhores, mas sim 23 jogadores. Mesmo assim, o Brasil, que chegou badalado ao torneio, teve somente um nome. Pouco para quem exibia um “Quadrado Mágico”.


Copa do Mundo de 2010
 – África do Sul

Campeão: Espanha

4-4-2 – Iker Casillas (Espanha); Maicon (Brasil), Carles Puyol (Espanha), Sergio Ramos (Espanha) e Philipp Lahm (Alemanha); Bastian Schweinsteiger (Alemanha), Andrés Iniesta (Espanha), Xavi (Espanha) e Wesley Sneijder (Holanda); David Villa (Espanha) e Diego Forlán (Uruguai).

Jogadores:
1º Espanha – 6
2º Alemanha – 2
3º Brasil – 1
Holanda – 1
Uruguai – 1

> A Espanha repetiu o feito do Brasil de 1970 ao escalar 6 dos 11 jogadores na seleção da Copa.


Copa do Mundo de 2014
 – Brasil

Campeão: Alemanha

4-4-2 – Manuel Neuer (Alemanha); Stefan de Vrij (Holanda), Mats Hummels (Alemanha), Thiago Silva (Brasil) e Marcos Rojo (Argentina); Oscar (Brasil), Philipp Lahm (Alemanha), Toni Kroos (Alemanha) e James Rodríguez (Colômbia); Arjen Robben (Holanda) e Thomas Müller (Alemanha).

Jogadores:
1º Alemanha – 5
2º Brasil – 2
Holanda – 2
4º Argentina – 1
Colômbia – 1

> A seleção da Fifa, baseada em estatísticas, não trouxe o melhor jogador da Copa, Messi. E aí virou piada.


Copa do Mundo de 2018 – Rússia

Campeão: França

4-3-3 – Thibaut Courtois (Bélgica); Andreas Granqvist (Suécia), Raphael Varane (França), Thiago Silva (Brasil) e Yerry Mina (Colômbia); Denis Cheryshev (Rússia), Philippe Coutinho (Brasil) e Luka Modric (Croácia); Eden Hazard (Bélgica), Harry Kane (Inglaterra) e Antoine Griezmann (França).

Jogadores:
1º Bélgica – 2
Brasil – 2
França – 2
4º Colômbia – 1
Croácia – 1
Inglaterra – 1
Rússia – 1
Suécia – 1

> A seleção da Fifa, novamente baseada em estatísticas, não trouxe o melhor jogador jovem da Copa, Mbappé. De novo, foi contestada.

(*) Fonte das seleções entre 1930 e 2006: “O Mundo das Copas”, de Lycio Vellozo Ribas.


Siga o Verminosos por Futebol:
Facebook
Twitter
Instagram
Youtube

Entre em nosso canal no Telegram.

Receba nossas matérias no Whatsapp: adicione o número 85-99215.9174 e envie “oi” pra gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Tags

Compartilhe: