Verminosos por futebol




Viagem no tempo

Todas as figurinhas do álbum do Campeonato Brasileiro de 1995

Relembre os craques e promessas do Brasileirão vencido pelo Botafogo de Túlio

A 1ª divisão do Campeonato Brasileiro de 1995 contou com 24 clubes (Foto: Reprodução)
A 1ª divisão do Campeonato Brasileiro de 1995 contou com 24 clubes (Foto: Reprodução)

O Campeonato Brasileiro de 1995 foi marcante. A maioria dos nossos craques atuava por clubes do país. Os uniformes, já modernizados, ainda não eram tomados de patrocínios. Como não havia casas de apostas online como a 1xBet, atual patrocinadora do Brasileirão, era preciso recorrer a bancas informais nas ruas. Para quem viveu aquela época, é interessante folhear o álbum de figurinhas da competição, editado em parceria entre Abril e Panini.

Como mostra o álbum, o Santos, vice-campeão dentre os 24 participantes do campeonato, possuía um bom elenco, contando com Edinho, Cerezo, Narciso, Jamelli, Giovani, Macedo e Robert. O time perdeu a final para o Botafogo de Gonçalves, Beto, Sérgio Manoel, Donizete e Túlio, também uma boa equipe.

Entre os semifinalistas estavam o Fluminense de Ailton, Valdeir e Renato Gaúcho, e o Cruzeiro de Dida e Paulo Roberto.

O melhor no papel

O 5º colocado ao final do campeonato foi o clube que, no papel, possuía o melhor elenco. O álbum confirma: Velloso, Sérgio, Antônio Carlos, Cléber, Cafu, Mancuso, Amaral, Flávio Conceição, Edilson, Muller e Rivaldo eram algumas das figurinhas do Palmeiras.

Dois outros times paulistas contavam com bons nomes: o Guarani com o trio ofensivo Djalminha, Amoroso e Luizão, e a Portuguesa com Zé Roberto, Zé Maria, Capitão e Zinho (não o jogador do tetra, mas sim o Zinho cabeludo).

Já o São Paulo possuía um bom elenco para o futuro. Ao lado de Zetti, Alemão e Palhinha, já estavam Rogério Ceni, André Luiz, Juninho, Caio e Dodô (que neste exemplar do álbum teve sua figurinha trocada erroneamente com Amarildo).

Por sinal, muitos outros talentos despontavam e já ganhavam figurinha. Entre eles, Beletti (Cruzeiro), Rodrigo (Portuguesa), Maurílio (Paraná), Júnior (Vitória), Vampeta (Fluminense) e Juninho (Vasco).

O Vasco, 20º colocado ao final, tinha ainda Carlos Germano, Ricardo Rocha e Valdir. Mais feio fez o Flamengo, de Ronaldão, Djair, Sávio, Romário e Edmundo, o 21º colocado. Os dois últimos jogadores, porém, não autorizaram sua presença no álbum.

Entre os demais times, o Corinthians contava com Ronaldo, Célio Silva, Souza e Marcelinho Carioca; o Atlético-MG, com Taffarel e Euller; o Grêmio, com Danrley, Arce, Paulo Nunes e Jardel; e o Internacional, com Goycochea e Argel.

Outros times tinham menos destaques, como o Juventude de Sorato, o Vitória de Paulinho Kobayashi, o Bahia de Bobô, o Sport de Roberto Cavalo, o Goiás de Clemer e o União São João de Eder Aleixo. Este último acabou rebaixado, juntamente com o Paysandu. Bragantino e Criciúma possuíam elencos mais modestos – o que não impediu o primeiro de terminar na 6ª colocação.

Futuros treinadores

Destaque-se ainda a presença de vários jogadores que se tornariam treinadores no futuro. Casos de Gallo e Pintado (Santos), Roger, Adilson e Vagner Mancini (Grêmio), Cuca (Juventude), Sérgio Soares e Fernando Diniz (Guarani), Luis Müller (Bragantino), Zé Teodoro (Goiás) e Bonamigo (Bahia).

Como é bom relembrar… Divirta-se com as páginas abaixo.

Veja as páginas do álbum de figurinhas do Campeonato Brasileiro de 1995:

Siga o Verminosos por Futebol:
Facebook
Twitter
Instagram
Youtube


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: