Stakecheia

Leaderboard - KTO

Deu a louca

Time feminino é candidato a pior do mundo

“O importante é competir”. O mantra olímpico é a motivação de um time que se candidata a pior do mundo. […]

WTG-bet

PinUp-Bet

melhor site de apostas futebol
Time do Santa Cruz levou 53 gols em seis jogos. E só marcou um (Fotos: Verminosos por Futebol)

“O importante é competir”. O mantra olímpico é a motivação de um time que se candidata a pior do mundo. Lanterna absoluto do Campeonato Cearense de futebol feminino, o Santa Cruz acumula seis derrotas em seis jogos, com 53 gols sofridos (média de 8,8 por jogo) e apenas um gol marcado.

Esse único gol assinalado, na derrota por 7 a 1 para o Paracuru, foi festejado como título. A equipe pouco passa do meio-campo, como nas derrotas para Pacatuba (11 a 0), América (12 a 0) e Caucaia (13 a 0). “Nosso time só leva peia, mas é muito bom fazer o que a gente gosta”, comenta Graziela Santos, 19, a artilheira solitária.

Só a participação já é uma conquista para as meninas, que variam de 13 a 21 anos. Tradicional clube amador de Fortaleza, o Santa Cruz, do bairro Castelão, estreou no Estadual feminino utilizando equipe de futsal de Itapebussu, distrito de Maranguape, na Região Metropolitana. Para jogar na Capital, são três horas de viagem em ônibus de transporte urbano alugado.

Graziela Santos, 19, a artilheira solitária do Santa Cruz, tem um filho de 2 anos. Seu marido e pai da criança é o técnico Robério Gomes, o Nego

Técnico do time de futsal da garotas, o Colorado, Francisco Robério Gomes, o Nego, 23, acumula a mesma função no Santa Cruz. E se esforça pra ver um lado positivo na campanha nos gramados. “No penúltimo jogo, o ônibus quebrou e só pudemos contar com 11 jogadoras. Mesmo assim perdemos só de 2 a 0 para o Pacatuba”, defende suas comandadas.

A recaída foi mais uma derrota de goleada para o Caucaia, por 8 a 0, no domingo passado, no estádio do Bom Jardim, em Fortaleza. Quem estava presente se impressionava com o físico de jogadoras como a caçula Mithely da Silva, de 1,45m e 39kg. “As divididas são duras, mas não tiro o pé”, garante a volante.

Nenhuma das garotas da equipe recebe salário, diferente do Caucaia, tradicional no futebol feminino e tricampeão em quatro edições da competição. Os custos são tantos que o presidente do Santa Cruz, Joaquim Martins Júnior, o Urol, 66, até perde as contas. “Se eu contabilizar, deixo o futebol”, ironiza.

Sem apoio, nem de patrocinadores, nem das prefeituras de Fortaleza ou Maranguape, o Santa Cruz não pensa em desistir. Neste ano, ainda faltam mais dois jogos no Estadual, que vão servir de treino para 2013. A intenção agora é perder de pouco. “As meninas estão evoluindo”, assegura Nego. O Barão de Coubertin aplaudiria esse espírito esportivo.

Saiba mais

Santa Cruz Futebol Clube
Fundação: 1/4/1978
Endereço: Rua Maria Analia, 1160, casa 3, Castelão, Fortaleza

Confira a classificação do Campeonato Cearense Feminino no site da Federação Cearense de Futebol.

4 respostas para “Time feminino é candidato a pior do mundo”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

    // TV Verminosos

    // Tags

    Compartilhe: