Verminosos por futebol




Jogo lúdico

Programadores lançam versão do Superstar Soccer com Paulistão de times históricos

O patch Paulistão Forte Gomba reúne 42 times históricos do futebol de São Paulo

42 elencos foram resgatados pelo patch do Superstar Soccer (Foto: Reprodução)
42 elencos foram resgatados pelo patch do Superstar Soccer Deluxe (Foto: Reprodução)

Quem venceria o duelo entre o Corinthians de 1999/2000 e o Palmeiras de 1996? Entre o São Paulo de 2005 e o Santos de 1995? Guarani de 1994/95 ou Ponte Preta de 1998/99? Bragantino de 1990/91 ou Mogi Mirim de 1994/96? Todos esses times históricos foram reunidos no game Paulistão Forte Gomba.

O patch, lançado no dia 2 de fevereiro, é uma versão customizada do game International Superstar Soccer Deluxe, de 1995. Duas décadas e meia depois, o jogo foi inteiramente alterado por programadores, que incluíram clubes, escudos, uniformes titulares e reservas e jogadores, por cima dos dados originais.

Dessa forma, as seleções presentes no ISSD deram lugar a times paulistas. Ao todo, 42 grandes equipes, que fizeram sucesso no passado no Paulistão, no Campeonato Brasileiro, na Copa do Brasil e/ou em competições internacionais. Junto a eles, 840 novos jogadores.

“Foram seis meses de trabalho”, conta Evandro Bandiera, de 29 anos, analista de sistemas de Caxias do Sul (RS). Fundador do site Forte Gomba, que desde 2015 produz versões do Superstar Soccer, o programador contou com o apoio de três amigos na elaboração do patch do Paulistão de times históricos.

Equipe de produção do patch:

– Leandro Victor, de Dois Córregos (SP) – Pesquisa de elencos, uniformes, habilidades e aparências.
– Evandro Bandiera, de Caxias do Sul (RS) – Edições de nomes, escudos e scenarios.
– Caique Felipe, de Indaiatuba (SP) – Revisão dos uniformes.
– Hector Delgado, do Equador – Revisão final.

Foram desenhados os uniformes titular e reserva dos 42 times (Foto: Reprodução)
Foram desenhados os uniformes titular e reserva dos 42 times (Foto: Reprodução)

Trabalheira grande

Remodelar todo o game foi uma trabalheira, relata Evandro. “Criamos novas templates para os uniformes, com listras verticais, horizontais, além do template clássico no uniforme do São Paulo e do Botafogo”, descreve o torcedor do Juventude.

Para isso, foram utilizados uma série de programas: editores hexadecimais, como Windhex; editores de tiles (gráficos), como TileMolester; programas em DOS, como Snessor; conversores de imagens; e o Fecic, essencial na reprogramação de games.

“Criamos novas templates para os uniformes, com listras verticais, horizontais”. (Evandro Bandiera)

As 42 equipes foram editadas de forma aleatória. No lugar do All-Star, o melhor time do game, entrou o Paulistano (1916), potência do futebol paulista no início do século 20. O Brasil deu vez ao Grêmio Barueri (2009/10), e Allejo virou Pedrão, maior artilheiro da história do clube, com 128 gols. “Por incrível que pareça, ele ainda joga, atualmente com 40 anos, pelo Sertãozinho”, destaca Evandro.

Jogadores da capa do game: Amoroso (São Paulo - 2005); Kita (Inter de Limeira - 1986); Cristian (Ituano - 2014); Márcio Mossoró (Paulista - 2005); e Mauro Silva (Bragantino - 1990/91) (Foto: Reprodução)
Jogadores da capa do game: Amoroso (São Paulo – 2005); Kita (Inter de Limeira – 1986); Cristian (Ituano – 2014); Márcio Mossoró (Paulista – 2005); e Mauro Silva (Bragantino – 1990/91) (Foto: Reprodução)

Como jogar o patch

Para jogar o Paulistão Forte Gomba, basta fazer o download do rom (arquivo) do patch e rodá-lo num emulador do Super Nintendo, como Zsnes ou Snes9x. Também é possível jogar no próprio console, caso encontre quem saiba gravar o rom em cartucho.

Somente no site Forte Gomba, já foram cerca de 3 mil downloads do jogo customizado. “É difícil mensurar o total, pois diversos outros sites também disponibilizam para baixar”, indica Evandro, que junto com os amigos fez esse trabalho sem retorno financeiro.

É possível jogar com grandes equipes da história do futebol paulista (Foto: Reprodução)
É possível jogar com grandes equipes da história do futebol paulista (Foto: Reprodução)
FOTO - Lembra como eram as cobranças de pênalti no Superstar Soccer? (Foto: Reprodução)
Lembra como eram as cobranças de pênalti no Superstar Soccer Deluxe? (Foto: Reprodução)

A turma do Forte Gomba já lançou uma série de patchs, como do Gauchão de 2015, da Libertadores de 2017 e da Copa do Mundo de 2018. Esse último alcançou 30 mil downloads. “O Paulistão veio após um pedido especial do Leandro Victor, um grande fã”, aponta. A pesquisa histórica impressionou.

“Acredito que nunca foi feito um patch do Paulistão tão completo. Já houve do Campeonato Carioca, feito pelo Gabriel de Freitas, um grande nome das edições, mas aí era do Superstar Soccer (com 26 equipes), e não do Deluxe”, relembra. O desejo do amigo, como se vê, foi bem atendido.

“Acredito que nunca foi feito um patch do Paulistão tão completo”. (Evandro Bandiera)

Veja telas do patch:

  • A produção do Paulistão Forte Gomba demorou seis meses (Foto: Reprodução)
  • A produção do Paulistão Forte Gomba demorou seis meses (Foto: Reprodução)
  • A produção do Paulistão Forte Gomba demorou seis meses (Foto: Reprodução)
  • A produção do Paulistão Forte Gomba demorou seis meses (Foto: Reprodução)
  • A produção do Paulistão Forte Gomba demorou seis meses (Foto: Reprodução)
  • A produção do Paulistão Forte Gomba demorou seis meses (Foto: Reprodução)
  • A produção do Paulistão Forte Gomba demorou seis meses (Foto: Reprodução)

Serviço:

Patch Paulistão Forte Gomba

Páginas do Forte Gomba: Facebook e Twitter

Times presentes no patch

1 – América de Rio Preto (1997-98)
2 – Araçatuba (1994-96)
3 – Audax (2016)
4 – Botafogo de Ribeirão Preto (1999)
5 – Bragantino (1990-91)
6 – Comercial (2011)
7 – Corinthians (1999-2000)
8 – Ferroviária (2017)
9 – Grêmio Barueri (2009-10)
10 – Guarani (1994-95)
11 – Guaratinguetá (2007-08)
12 – Inter de Limeira (1986)
13 – Ituano (2014)
14 – Juventus (2005-06)
15 – Linense (2013)
16 – Marília (2002)
17 – Matonense (1997)
18 – Mirassol (2016)
19 – Mogi Mirim (1994-96)
20 – Noroeste (2006)
21 – Novorizontino (1990-91)
22 – Oeste (2017)
23 – Palmeiras (1995-96)
24 – Paulista (2005)
25 – Paulistano (1916)
26 – Penapolense (2014)
27 – Ponte Preta (1998-99)
28 – Portuguesa de Desportos (1996)
29 – Portuguesa Santista (2003)
30 – Red Bull Brasil (2014-16)
31 – Rio Branco (1995)
32 – Santo André (2004)
33 – Santos (1995-96)
34 – São Bento (2018)
35 – São Bernardo (2013)
36 – São Caetano (2002)
37 – São José (1989)
38 – São Paulo (2005)
39 – União Barbarense (1998-99)
40 – União São João (1996-97)
41 – XV de Jaú (1995-96)
42 – XV de Piracicaba (2016).

Siga o Verminosos por Futebol:
Facebook
Twitter
Instagram
Youtube


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: