Deu a louca

Dentista catarinense já desenhou mais de 3,5 mil escudos de futebol no Paint

A mania de Christiano Brighente é um exercício de paciência para qualquer desenhista

Christiano reproduz escudos utilizando somente o programa Paint (Foto: Acervo pessoal)
Christiano reproduz escudos utilizando somente o programa Paint (Foto: Acervo pessoal)

Desenhar imagens detalhadas com o Paint, programa considerado jurássico por muitos, é um trabalho para poucos. Sobretudo quem é bom em movimentos minuciosos com a mão, como um cirurgião dentista. Caso do catarinense Christiano Brighente, que desenvolveu uma mania curiosa: ele recria escudos de futebol no software da Microsoft, lançado em 1985.

Isso começou no início dos anos 2000. “Eu já desenhava o escudo do Criciúma, meu time de coração, com a máquina de escrever desde as aulas de datilografia. Achei que seria moleza no computador, mas foi uma trabalheira”, relembra Christiano, de 46 anos. “Gostei tanto da brincadeira que continuei”.

Até esta entrevista, o artista já reproduziu os escudos de 2.179 times brasileiros, 1.113 estrangeiros, 208 seleções e dezenas de equipes de outros esportes. No total, são 3.678 escudos e logotipos. Sim, todos feitos no Paint, programa antes chamado de Paintbrush.

Para achar novos times a fim de desenhá-los, Christiano pesquisa em sites. “Reproduzo de forma muito fiel”, gaba-se o artista, que nunca conheceu alguém com o mesmo hobby. Afinal, são raros os designers que abandonam programas de editoração mais sofisticados.

“Desenhar no Paint pra mim é uma terapia. Tanto nos momentos de euforia quanto nas horas em que estou triste, o desenho me dá esse equilíbrio. E equilíbrio e paciência são fundamentais para o desenvolvimento da minha profissão”, explica o dentista, morador de Lauro Muller (SC).

“Desenhar no Paint pra mim é uma terapia. Tanto nos momentos de euforia quanto nas horas em que estou triste, o desenho me dá esse equilíbrio”. (Christiano Brighente)

Christiano desenvolveu uma técnica própria, dividindo os escudos em desenhos geométricos recortados. Daí, é só unir os traços. Em geral, cada escudo leva entre 20 e 25 minutos, mas alguns já demoraram horas. “Todas as letras são desenhadas, inclusive os nomes dos times. Coisa de maluco”, reconhece.

Um dos dois filhos de Christiano: sua arte arranca admiração (Foto: Acervo pessoal)
Filhos de Christiano Brighente admiram a arte curiosa do pai (Foto: Acervo pessoal)

Fim do Paint?!

Em 2017, a Microsoft anunciou que o Paint seria descontinuado na atualização do Windows 10. Houve uma chiadeira entre fãs do software mundo afora. “Quando soube, entrei em contato falando do meu hobby. Pensei até em não fazer atualizações do meu computador”, conta o dentista.

No dia seguinte ao comunicado, a Microsoft voltou atrás e informou que o Paint seguiria disponível na Windows Store. Em versões atualizadas do sistema operacional, não teve jeito: o programa foi substituído pelo Paint 3D. Para puristas como Christiano, o antigo já estava de bom tamanho.

O trabalho de Christiano é tão bom que nem parece feito no Paint (Foto: Acervo pessoal)
O trabalho de Christiano é tão bom que nem parece feito no Paint (Foto: Acervo pessoal)

Veja como o dentista desenha escudos no Paint:

Serviço:

chrisbrighente@yahoo.com.br
Facebook | Instagram

Siga o Verminosos por Futebol:
Facebook
Twitter
Instagram
Youtube


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: