Stakecheia

Leaderboard - KTO

Papo sério

Palmeiras x Santos fazem clássico inédito na final da Libertadores

Será apenas a 3ª vez em que dois times brasileiros irão se enfrentar na decisão da Libertadores

PinUp-Bet

melhor site de apostas futebol
O Maracanã não terá público na final da Libertadores em jogo único (Foto: Pixabay)
O Maracanã não terá público na final da Libertadores em jogo único (Foto: Pixabay)

Por Sérgio Sá

A Copa Libertadores está chegando ao fim. Depois de uma longa jornada rumo à glória eterna, finalmente saberemos quem será o grande campeão da edição de 2020. Gigantes sul-americanos foram ficando para trás até sobrarem Palmeiras e Santos – equipes que farão um clássico inédito na grande final, disputada em pleno Maracanã, no dia 30 de janeiro.

Será apenas a terceira vez em que dois times brasileiros irão se enfrentar no jogo que decide o tão sonhado título internacional. Em 2005, o São Paulo sagrou-se campeão em cima do Athletico-PR. Em 2006, o Tricolor Paulista chegou novamente à decisão, mas dessa vez foi derrotado pelo Internacional.

Na cola da Argentina

Com mais um caneco garantido para o Brasil, o país do futebol chega agora a 20 conquistas na competição e se aproxima dos números da Argentina, que já possui 25 títulos da Copa Libertadores da América. Uruguai, Colômbia, Paraguai, Chile e Equador contam com 8, 3, 3, 1 e 1 troféus, respectivamente.

Além de uma vaga tão desejada para o Mundial de Clubes da Fifa, quem for campeão terá levado para casa o valor gigantesco de cerca de R$ 109 milhões acumulados desde a fase de grupos do torneio. Mas, para isso, Palmeiras e Santos terão de vencer o cansaço físico e mental, acumulados após jogarem muitas partidas seguidas por conta de um calendário totalmente abarrotado.

Além da vaga no Mundial, o campeão terá levado R$ 109 milhões desde a fase inicial (Foto: Pxhere)
Além da vaga no Mundial, o campeão terá levado R$ 109 milhões desde a fase inicial (Foto: Pxhere)

Mudança no Palmeiras

O Palmeiras começou a temporada com um técnico novo – mas muito conhecido pela torcida. Vanderlei Luxemburgo assumiu o clube e, logo de cara, levantou o caneco do Campeonato Paulista em cima do rival Corinthians. No entanto, o que parecia ser uma lua de mel acabou virando divórcio.

Mesmo com os bons resultados nos torneios de mata-mata, Luxemburgo não aguentou a pressão após uma sequência de jogos inconsistentes no Brasileirão e acabou sendo demitido. Foi então que o desconhecido Abel Ferreira chegou com a missão de resgatar o bom futebol do elenco.

E o que parecia impossível se tornou realidade. Não demorou muito para o Palmeiras ganhar uma nova cara. Com um estilo de jogo diferenciado, o técnico português continuou dando oportunidades aos garotos da base e recuperou alguns medalhões que há tempos não vinham jogando bem. O resultado? Vaga na final da Copa do Brasil e na Libertadores da América.

E para chegar à disputa do caneco que é obsessão pela torcida, o Palmeiras fez uma das semifinais mais delirantes da história da competição. No jogo de ida, o Verdão foi praticamente perfeito, segurou o adversário e venceu o jogo por 3 a 0 – placar que poderia ter sido ainda maior não fosse algumas chances desperdiçadas.

Já no segundo jogo, um desastre total. Apesar de ter uma larga vantagem, o Alviverde praticamente não entrou em campo e foi engolido pelo River Plate em casa. Os argentinos venceram por 2 a 0 e só não chegaram à final graças ao VAR, que auxiliou o árbitro em três lances capitais.

Pelo segundo ano consecutivo, o River Plate é derrubado por brasileiros, já que em 2019 o Flamengo venceu a Libertadores em cima dos argentinos. Apesar do sufoco, o Palmeiras se classificou graças à bela atuação na Argentina e agora briga pelo bicampeonato do torneio.

Mudança no Santos

O Santos começou 2020 com muitas incertezas e um prognóstico de que teria uma temporada complicada. Após perder Sampaoli e ver o técnico Jesualdo ser demitido depois de apenas 15 jogos, Cuca então chegou para botar ordem da casa.

Em pouco tempo o treinador conseguiu mostrar um excelente trabalho, superou todas as expectativas e levou o Santos a mais uma final de Copa Libertadores da América depois de atropelar o Boca Juniors na semifinal.

Batigol, detentor de um dos melhores apelidos do esporte, Palermo, Riquelme, Schelotto e tantos outros craques que já vestiram a camisa Xeneize com certeza ficaram de boca aberta ao ver a atuação desastrosa do clube argentino na Vila Belmiro.

Na partida de ida, o Peixe segurou a pressão na Bombonera e só não teve uma chance de sair com a vitória porque o juiz Roberto Tobar não enxergou um pênalti claríssimo do zagueiro Izquierdoz em Marinho. Apesar de ter sido empurrado deliberadamente dentro da área, o árbitro deixou passar e dispensou a utilização do VAR, causando grande revolta entre os santistas.

Mesmo com a sensação de que poderia ter vencido, o Santos saiu com um bom empate fora de casa e seguiu confiante para o segundo jogo. E foi na vila mais famosa do Brasil que o time do técnico Cuca fez história e esmagou os hermanos com uma goleada de 3 a 0 fora o baile de dentro de campo.

Com um futebol envolvente, o alvinegro praiano vem forte para tentar conquistar o tetracampeonato e se tornar o clube brasileiro com mais títulos na Libertadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

    // TV Verminosos

    // Tags

    Compartilhe: