Stakecheia

Leaderboard - KTO

Viagem no tempo

10 técnicos da Copa de 2022 já disputaram Mundiais como jogadores

Conheça os técnicos que disputam a Copa do Mundo e já participaram como jogadores

PinUp-Bet

melhor site de apostas futebol
Dos 32 técnicos da Copa, 10 já disputaram o torneio em campo (Foto: Divulgação)
Dos 32 técnicos da Copa, 10 já disputaram o torneio em campo (Foto: Divulgação)

Dos 32 técnicos da Copa do Mundo de 2022, 10 já estiveram no torneio como jogadores. Experiência que faz certa diferença. Ao todo, 92 personalidades do futebol já atuaram como jogador e técnico na história das Copas do Mundo, como mostra o Verminosos por Futebol.

Campeões das duas formas

Três deles foram campeões como jogador e técnico: Zagallo (1958 e 1962, em campo, e 1970, no banco), Beckenbauer (1974, em campo, e 1990, no banco) e Deschamps (1998, em campo, e 2018, no banco).

Deschamps estará na Copa do Mundo mais uma vez, e assim terá a chance de chegar ao 3º título. Zagallo ainda possui uma quarta conquista, em 1994, como assistente-técnico.

Confira abaixo a relação completa. Inicialmente, os treinadores de 2022 que foram jogadores em Copas, e depois a lista dos demais ex-jogadores que disputaram o Mundial como técnicos.

leovegas
rabona
royalist-play

Lista dos 10 técnicos que vão estar na Copa do Mundo de 2022 e já atuaram como jogadores:


1) Aliou Cissé

Seleção: Senegal
Como jogador: 2002
Como técnico: 2018 e 2022
> Meia que fez carreira no futebol francês e com passagem pela Inglaterra. Como técnico, atuou nas categorias de base da seleção senegalesa e depois assumiu a equipe principal.


2) Didier Deschamps

Seleção: França
Como jogador: 1998 [campeão]
Como técnico: 2014, 2018 [campeão] e 2022
> Capitão do título francês de 1998 e técnico do bicampeonato em 2018, Deschamps é um dos principais nomes da história do futebol francês.


3) Dragan Stojkovic

Seleção: Sérvia
Como jogador: 1990 e 1998
Como técnico: 2022
> Um dos grandes nomes da história do futebol sérvio. Disputou as Copas de 1990 e 1998 – em 1990, representando a Iugoslávia, e em 1998, pela também antiga Sérvia e Montenegro.


4) Gareth Southgate

Seleção: Inglaterra
Como jogador: 1998 e 2002
Como técnico: 2018 e 2022
> Zagueiro que disputou mais de 50 partidas pela seleção inglesa, Southgate fez grande carreira na Inglaterra, onde defendeu Aston Villa e Middlesbrough.


5) Gregg Berthalter

Seleção: Estados Unidos
Como jogador: 2002 e 2006
Como técnico: 2022
> Um dos maiores zagueiros dos Estados Unidos, jogou 15 anos em times da Europa e foi treinador do Columbus Crew, da MLS, antes de chegar à seleção norte-americana.


6) Lionel Scaloni

Seleção: Argentina
Como jogador: 2006
Como técnico: 2022
> Scaloni começou a carreira como lateral e, depois, ganhou grande destaque jogando na meia, chegando a atuar no futebol espanhol.


7) Luis Enrique

Seleção: Espanha
Como jogador: 1994, 1998 e 2002
Como técnico: 2022
> Conta com grandes passagens como jogador nos maiores clubes da Espanha, Real Madrid e Barça. Como técnico, ganhou dois campeonatos espanhóis e uma Champions com o Barcelona.


8) Otto Addo

Seleção: Gana
Como jogador: 2006 (pela Alemanha)
Como técnico: 2022
> O meia alemão-ganês fez carreira no futebol alemão, chegando a disputar a Copa de 2006 pela Alemanha. Foi chamado para comandar a seleção ganesa no ano passado.


9) Paulo Bento

Seleção: Portugal
Como jogador: 2002
Como técnico: 2014 e 2022
> Fez grande carreira na seleção portuguesa, onde atuou na Copa de 2002. Como técnico, teve breve passagem pelo Cruzeiro.


10) Rigobert Song

Seleção: Camarões
Como jogador: 1994, 1998, 2002 e 2010
Como técnico: 2022
> Um dos maiores jogadores da história da seleção camaronesa, com mais de 100 partidas pela seleção nacional. A Copa de 2022 será a sua primeira como técnico.

Legend Play

Outros técnicos que foram jogadores em Copas:

Jogador (naturalidade) – Copa como jogador / Copa como técnico

Javier Aguirre (México) – 1986 / 2002 e 2010
Milorad Arsenijevic (Iugoslávia) – 1930 / 1950
Franz Beckenbauer (Alemanha) – 1966, 1970 e 1974 [campeão] / 1986 e 1990 [campeão]
Orvar Bergmark (Suécia) – 1958 / 1970
William Bingham (Irlanda do Norte) – 1958 / 1982 e 1986
Oleg Blokhin (Ucrânia) – 1982 (União Soviética) e 1986 (União Soviética) / 2006
Bobby Robson (Inglaterra) – 1958 / 1986 e 1990
Hristo Bonev (Bulgária) – 1970 e 1974 / 1998
Juan Antonio Camacho (Espanha) – 1982 e 1986 / 2002
Vladislao Cap (Argentina) – 1962 / 1974
Fabio Capello (Itália) – 1974 / 2010 (Inglaterra) e 2014 (Rússia)
Raúl Cárdenas (México) – 1954, 1958 e 1962 / 1970
Paulo César Carpeggiani (Brasil) – 1974 / 1998 (Paraguai)
Cha Bum-Kun (Coreia do Sul) – 1986 / 1998
Jackie Charlton (Inglaterra) – 1966 [campeão] e 1970 / 1990 (Irlanda) e 1994 (Irlanda)
Stanislav Cherchesov (Rússia) – 1994 e 2002 / 2018
Didi (Brasil) – 1954, 1958 [campeão] e 1962 [campeão] / 1970 (Peru)
Dunga (Brasil) – 1990, 1994 [campeão] e 1998 / 2010
Giovanni Ferrari (Itália) – 1934 [campeão] e 1938 [campeão] / 1962
Alfredo Foni (Itália) – 1938 [campeão] / 1966 (Suíça)
Aurelio González (Paraguai) – 1930 / 1958
Alexandre Guimarães (Costa Rica) – 1990 / 2002 e 2006
Ernst Happel (Áustria) – 1954 e 1958 / 1978 (Holanda)
Ricki Herbert (Nova Zelândia) – 1982 / 2010
Josef Hickersberger (Áustria) – 1978 / 1990
Fernando Hierro (Espanha) – 1990, 1994 e 1998 / 2018
Glenn Hoddle (Inglaterra) – 1982 e 1986 / 1998
José Eduardo Hohberg (Uruguai) – 1954 / 1970
Huh Jong-Moo (Coreia do Sul) – 1986 / 2010
Pavel Janas (Polônia) – 1982 / 2006
Henryk Kasperczak (Polônia) – 1974 e 1978 / 1998 (Tunísia)
Srecko Katanec (Eslovênia) – 1990 (Iugoslávia) / 2002
Stephen Keshi (Nigéria) – 1994 / 2014
Kim Pyung-Suk (Coreia do Sul) – 1986 / 1998
Jürgen Klinsmann (Alemanha) – 1990 [campeão], 1994 e 1998 / 2006 e 2014 (Estados Unidos)
Niko Kovač (Croácia) – 2002 e 2006 / 2014
Mladen Krstajić (Sérvia) – 2006 (Sérvia e Montenegro) / 2018
Jakob Kuhn (Suíça) – 1966 / 2006
Kamaeis Laabidi (Tunísia) – 1978 / 2002
Ricardo Lavolpe (Argentina) – 1978 [campeão] / 2006 (México)
Cesare Maldini (Itália) – 1962 / 1998 e 2002 (Paraguai)
Diego Maradona (Argentina) – 1982, 1986 [campeão], 1990 e 1994 / 2010
Mick McCarthy (Irlanda) – 1990 / 2002
Kalman Meszoly (Hungria) – 1962 e 1966 / 1982
Henri Michel (França) – 1978 / 1986, 1994 (Camarões), 1998 (Marrocos) e 2006 (Costa do Marfim)
Hong Myung-bo (Coreia do Sul) – 1990, 1994, 1998 e 2002 / 2014
Adam Nawałka (Polônia) – 1978 / 2018
Olle Nordin (Suécia) – 1978 / 1990
Morten Olsen (Dinamarca) – 1986 / 2002 e 2010
William Esplin Ormond (Escócia) – 1954 / 1974
Daniel Passarella (Argentina) – 1978 [campeão], 1982 e 1986 / 1998
Dimitar Penev (Bulgária) – 1966, 1970 e 1974 / 1994
Ilija Petkovic (Sérvia e Montenegro) – 1974 (Iugoslávia) / 2006
Juan Antonio Pizzi (Argentina) – 1998 (Espanha) / 2018 (Arábia Saudita)
Herbert Prohaska (Áustria) – 1978 e 1982 / 1998
Óscar Ramírez (Costa Rica) – 1990 / 2018
Alf Ramsey (Inglaterra) – 1950 / 1966 [campeão] e 1970
Cayetano Re (Paraguai) – 1958 / 1986
Fernando Riera (Chile) – 1950 / 1962
José Antonio Roca (México) – 1950 / 1978
Maurício Rodriguez (El Salvador) – 1970 / 1982
José Emílio Santamaría (Uruguai) – 1954 e 1962 (Espanha) / 1982 (Espanha)
Helmut Senekowitsch (Áustria) – 1958 / 1978
Jorge Solari (Argentina) – 1966 / 1994 (Arábia Saudita)
Guillermo Stábile (Argentina) – 1930 / 1958
Luis Suárez (Espanha) – 1962 e 1966 / 1990
Safet Sušić (Iugoslávia) – 1982 e 1990 / 2014 (Bósnia)
Tommy Svensson (Suécia) – 1970 / 1994
Elba Pádua Lima “Tim” (Brasil) – 1938 / 1982 (Peru)
Aleksandar Tirnanic (Iugoslávia) – 1930 / 1954 e 1958
José Torres (Portugal) – 1966 / 1986
Giovanni Trapattoni (Itália) – 1962 / 2002
Marco Van Basten (Holanda) – 1990 / 2006
Paul Van Himst (Bélgica) – 1970 / 1994
Jean Vincent (França) – 1954 e 1958 / 1982 (Camarões)
Rudi Voeller (Alemanha) – 1986, 1990 [campeão] e 1994 / 2002
Bert Vogts (Alemanha) – 1970, 1974 [campeão] e 1978 / 1994 e 1998
Ivan Vutsov (Bulgária) – 1966 / 1986
Vladimir Weiss (Eslováquia) – 1990 (Checoslováquia) /2010
Marc Wilmots (Bélgica) – 1990, 1994, 1998 e 2002 / 2014
Mário Jorge Zagallo (Brasil) – 1958 [campeão] e 1962 [campeão] / 1970 [campeão], 1974 e 1998
Zico (Brasil) – 1978, 1982 e 1986 / 2006 (Japão)


> Reportagem produzida por Yuri de Melo, com edição de Rafael Luis Azevedo, do Verminosos por Futebol.


Siga o Verminosos por Futebol:
Facebook
Twitter
Instagram
Youtube

Entre em nosso canal no Telegram.

Receba nossas matérias no Whatsapp: adicione o número 85-99215.9174 e envie “oi” pra gente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

    // TV Verminosos

    // Tags

    Compartilhe: