Verminosos por futebol




Turismo

Um guia de turismo com todos os estádios de futebol de Londres

Londres tem 39 estádios usados por 40 clubes da cidade nas oito principais divisões da Inglaterra

Londres é a cidade com maior número de clubes e de estádios (Foto: Google/Verminosos por Futebol)
Londres é a cidade com maior número de clubes e de estádios (Foto: Google/Verminosos por Futebol)

Londres é um parque de diversões para fãs de futebol como Graeme Holmes. Nenhuma cidade do mundo possui tantos clubes e estádios. Na temporada 2018/19, a capital da Inglaterra conta com 40 times distribuídos nas oito principais divisões do país, atuando em 38 estádios. Ainda neste ano será inaugurado o 39º estádio, a nova casa do Tottenham. Mais um ground num universo futebolístico grandioso.

“Já fui aos 39 estádios. Existem outros em divisões inferiores, mas eles são pequenos”, registra Graeme, contador de 54 anos. Com tantos estádios, Londres vira um paraíso para turistas de futebol, conhecidos na Europa como groundhoppers. “Já vi 5 mil jogos em 2.100 estádios de 32 países. Na Inglaterra, foram 2 mil jogos em 1.200 estádios”, contabiliza o inglês. Londres foi quem mais contribuiu para essa marca.

A pirâmide do futebol inglês, uma estrutura de ligas interconectadas sem igual em nenhum país, conta com 7 mil clubes distribuídos em 480 campeonatos que formam 22 divisões. Além dos 40 principais times, Londres possui ainda centenas de equipes amadoras e semi-amadoras, muitas delas com seu estádio ou campo.

Os 11 maiores times da capital participam das ligas profissionais (as quatro primeiras, com 92 no total). Pela ordem de tamanho de seus estádios: Tottenham, Arsenal, West Ham, Chelsea, Crystal Palace e Fulham, na 1ª divisão; Millwall, Queens Park Rangers e Brentford, na 2ª; e Charlton e AFC Wimbledon, na 3ª.

Há ainda cinco times na 5ª divisão, que embora também já seja profissional, é a maior das sete divisões semi-profissionais da National League System, garantindo acesso ao “grupo dos 92”. São eles Leyton Orient, Barnet, Dagenham & Redbridge, Sutton e Bromley. Ou seja, há muuuito o que ver além dos gigantes Arsenal e Chelsea.

“O estádio do Brentford tem um bar em cada esquina, o do Carshalton tem uma arquibancada antiga, o do Wingate permite ver futebol de um lado e rúgbi do outro, o do Fulham fica ao lado do rio Tâmisa, o do Millwall é cercado por três linhas ferroviárias, o do Crystal Palace tem uma bela vista nos córneres e o do QPR tem cadeiras bem perto do gramado”, lista Graeme, morador de Liverpool. “Cada estádio londrino tem seus atrativos”.

Só um dos 40 principais estádios de Londres não pertence a um clube: Wembley, da FA (Foto: Divulgação)
Só um dos 40 principais estádios não pertence a um clube: Wembley, da FA (Foto: Google)

Como é a cidade de Londres?

A cidade de Londres é um aglomerado urbano formado pela região central, o condado de Londres, e mais 32 boroughs (distritos), que juntos compõem a Greater London (Grande Londres) – não confundir com as regiões metropolitanas do Brasil, que reúnem capitais dos estados e os municípios ao redor.

No caso londrino, os boroughs vizinhos foram incorporados à administração da Londres original, que hoje é conhecida popularmente como The City, uma espécie de Centro, com 8 mil habitantes distribuídos em 2,6 km². Por essa medida, a região também é chamada de Square Garden, a milha quadrada.

A Greater London, ou simplesmente Londres, tem um território similar ao de São Paulo, porém com população inferior (8 milhões, contra 13 milhões de paulistanos). Foi a cidade mais populosa do mundo até 1925 (quando já contava com 7 milhões), ao ser superada por Nova York. Hoje, não está nem entre as 20 primeiras.

Londres é um aglomerado urbano formado pela região central e mais 32 boroughs (distritos) (Foto: Reprodução)
Londres é um aglomerado formado pelo centro e mais 32 boroughs, os distritos (Foto: Reprodução)

A cidade do futebol

Foi em Londres onde o futebol moderno nasceu, com uma reunião na extinta Freemasons Tavern, em 1863. Nenhuma das 12 equipes presentes, todas da cidade, esteve entre as 12 participantes da 1ª edição do Campeonato Inglês, em 1888/89. Porém, um século depois, na temporada 1989/90, oito times da elite já eram de Londres, sendo 40% dos concorrentes.

A maioria dos clubes londrinos carrega os nomes dos bairros ou distritos onde jogam ou foram fundados, atraindo uma relação com os moradores locais. Por isso as rivalidades são fortemente regionais, como Arsenal x Tottenham, times do norte, ou Millwall x West Ham, próximos do rio Tâmisa – essa, a mais explosiva da cidade.

“Dos 39 estádios listados, eu diria que nenhum está numa região particularmente perigosa, mas é preciso evitar alguns locais em dias de clássicos. Por exemplo, não vá para Millwall em duelos contra o West Ham, pois isso é perigoso”, sugere Graeme Holmes, um torcedor veterano de jogos do Everton desde 1992.

“Dos 39 estádios, nenhum está numa região particularmente perigosa”. (Graeme Holmes)

Confere a complexidade do sistema de metrô de Londres (Foto: Reprodução)
Confere a enorme complexidade do sistema de metrô de Londres (Foto: Reprodução)

O futebol no mapa

Apesar de ser uma cidade extensa, todo o território de Londres é acessível, graças ao excelente sistema de transporte público. Não bastasse seu famoso metrô, o mais antigo do mundo, inaugurado em 1863, existem à disposição bondes, trens, os ônibus vermelhos de dois andares e até mesmo barcos no Tâmisa.

Todos os 39 estádios da cidade nas oito principais divisões da Inglaterra contam com pelo menos uma estação de metrô ou trem a minutos de caminhada. “É muito fácil visitá-los”, garante Graeme.

“Todos os estádios de Londres são muito acessíveis”. (Graeme Holmes)

As passagens têm preços a partir de 6,80 libras (R$ 32, na cotação de 18/11). Porém, existem cartões de uso ilimitado. O semanal custa entre 34,10 libras (R$ 164), que atende a zonas centrais, e 88,70 libras (R$ 426), que cobre toda a cidade. Preços salgados para o padrão brasileiro, mas ainda a melhor opção. “Táxis são bem caros”, alerta Graeme.

Classic Football Shirts

O Verminosos por Futebol elaborou um mapa interativo do Google, com informações sobre os 39 estádios que servem aos 40 principais clubes. Abaixo da janela com o mapa, você confere o conteúdo completo, incluindo links com a posição dos estádios no Google Maps, para facilitar seus deslocamentos, e também links dos sites dos times.

Além disso, este guia de turismo de futebol em Londres traz ainda um serviço sobre um aplicativo de geolocalização de estádios, o Groundhopper, e também uma entrevista com viajante alemão que foi aos 13 principais estádios da cidade num único dia. Se você pretende encarar a maratona futebolística – em um ou mais dias –, bom passeio!

Veja o mapa interativo feito pelo Verminosos por Futebol:

Estádios de Londres da 1ª a 8ª divisões da Inglaterra na temporada 2018/19:

 

1) Wembley Stadium

Wembley é o 2º maior estádio da Europa, atrás do Camp Nou, de Barcelona (Foto: Divulgação)
Wembley é o 2º maior estádio da Europa, atrás do Camp Nou, de Barcelona (Foto: Divulgação)

FA
Propriedade:
The Football Association (fundada em 1863).
Inauguração: 2007 (antigo Wembley em 1923).
Capacidade: 90.000.
Público recorde: 89.874, Cardiff City x Portsmouth, 17/5/2008.
Gramado: 105m x 68m.
Localização: Wembley, no noroeste de Londres.
Estações de metrô: Wembley Park e Wembley Central.
Site: Estádio.
Na temporada 2018/19: Premier League (1ª divisão).
> Segundo maior estádio da Europa, Wembley foi reconstruído por 800 milhões de libras (1 bilhão ao preço de hoje, R$ 5 bilhões). Estádio da seleção inglesa, virou casa do Tottenham enquanto este reconstrói seu estádio.

2) Tottenham Hotspur Stadium (em construção)

O Tottenham preferiu renomear seu novo estádio (Foto: Divulgação)
O Tottenham vai renomear seu novo estádio, a ser inaugurado em 2018 (Foto: Divulgação)


Propriedade:
Tottenham Hotspur Football Club (fundado em 1882).
Capacidade: 62.062.
Gramado: 105m x 68m.
Localização: Tottenham, em Haringey, no norte de Londres.
Estação de metrô: White Hart Lane.
Site: Clube.
> O Tottenham está construindo um novo estádio no lugar do White Hart Lane (1899/2017), com previsão de conclusão das obras ainda em 2018, e que será o maior próprio de clubes em Londres.

3) Emirates Stadium

O Emirates Stadium é o terceiro maior estádio da Inglaterra (Foto: Divulgação)
O Emirates Stadium é o terceiro maior estádio da Inglaterra (Foto: Divulgação)


Propriedade:
Arsenal Football Club (fundado em 1886).
Inauguração: 2006.
Capacidade: 60.235.
Público recorde: 60.161, Arsenal x Manchester United, 3/11/2007.
Gramado: 105m x 68m.
Localização: Holloway, no norte de Londres.
Estação de metrô: Arsenal.
Site: Estádio e clube.
Na temporada 2018/19: Premier League (1ª divisão).
> O Emirates, construído ao lado do antigo Highbury (1913/2006), é o 3º maior estádio da Inglaterra, atrás de Wembley e Old Trafford, e perderá mais um posto quanto ficar pronto o do Tottenham.

4) London Stadium

O West Ham arrendou o estádio Olímpico dos Jogos de Londres-2012 (Foto: Sky Sports)
O West Ham arrendou o estádio Olímpico dos Jogos de Londres-2012 (Foto: Sky Sports)

West Ham
Propriedade:
Prefeitura de Londres (arrendado ao West Ham United Football Club, fundado em 1895).
Inauguração: 2012.
Capacidade: 60.000.
Gramado: 105m x 68m.
Localização: Stratford, em Newham, no leste de Londres.
Estação de metrô: Stratford.
Site: Estádio e clube.
Na temporada 2018/19: Premier League (1ª divisão).
> O West Ham jogava no Upton Park (1904/2016), hoje demolido, até que arrendou o estádio Olímpico de Londres, apesar de uma certa polêmica entre a torcida, em virtude da distância das arquibancadas para o gramado.

5) Stamford Bridge

O Stamford Bridge é usado pelo Chelsea desde sua fundação em 1905 (Foto: Jason Bagley)
O Stamford Bridge é usado pelo Chelsea desde sua fundação em 1905 (Foto: Jason Bagley)


Propriedade:
Chelsea Football Club (fundado em 1905).
Inauguração: 1877.
Capacidade: 41.631.
Público recorde: 82.905, Chelsea x Arsenal, 12/10/1935.
Gramado: 103m x 67m.
Localização: Chelsea, no oeste de Londres.
Estação de metrô: Fulham Broadway.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Premier League (1ª divisão).
> O estádio era propriedade do London Athletic Club, mais antigo clube de atletismo do mundo, até ser adquirido pelo Chelsea em sua fundação.

6) The Valley

O estádio do Charlton já foi o maior da 1ª divisão inglesa (Foto: Mark Fosh)
O estádio do Charlton já foi o maior da 1ª divisão inglesa (Foto: Mark Fosh)


Propriedade:
Charlton Athletic Football Club (fundado em 1905).
Inauguração: 1919.
Capacidade: 27.111.
Público recorde: 75.031, Charlton x Aston Villa, 12/2/1938.
Gramado: 102m x 67m.
Localização: Charlton, em Greenwich, no sudeste de Londres.
Estação ferroviária: Charlton.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: EFL League One (3ª divisão).
> Já chegou a ser o maior estádio de clubes da 1ª divisão inglesa, mas reformas a partir de 1991 reduziram drasticamente sua capacidade.

7) Selhurst Park

O Selhurst Park é usado pelo Crystal Palace desde a inauguração (Foto: Divulgação)
O Selhurst Park é usado pelo Crystal Palace desde a inauguração (Foto: Divulgação)

Crystal Palace
Propriedade:
Crystal Palace Football Club (fundado em 1905).
Inauguração: 1924.
Capacidade: 26.074.
Público recorde: 51.801, Crystal Palace x Burnley, 1979.
Gramado: 101m x 68m.
Localização: Selhurst, em Croydon, no sul de Londres.
Estação de metrô: Norwood Junction.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Premier League (1ª divisão).
> O estádio registrou o menor público da história da Premier League – 3.039 –, em Wimbledon 3×1 Everton em 1993. Dentre os clubes médios de Londres, tem virado referência de festa nas arquibancadas.

8) Craven Cottage

A fachada do Craven Cottage foi mantida pelo Fulham com o tempo (Foto: Divulgação)
A estrutura centenária do Craven Cottage foi mantida pelo Fulham (Foto: Divulgação)

Fulham
Propriedade:
Fulham Football Club (fundado em 1879).
Inauguração: 1896.
Capacidade: 25.700.
Público recorde: 49.335, Fulham x Millwall, 1938.
Gramado: 100m x 65m.
Localização: Fulham, em Hammersmith, no sudoeste de Londres.
Estações de metrô: Putney Bridge e Hammersmith.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Premier League (1ª divisão).
> O estádio, construído às margens do rio Tâmisa, tem sido a casa do Fulham desde o século 19. Entre suas marcas está a preservação das fachadas interna e externa das arquibancadas.

9) The Den

The Den, do Millwall, é a casa de uma das torcidas mais temida do país (Foto: Richard Croft)
The Den, do Millwall, é a casa de uma das torcidas mais temidas do país (Foto: Richard Croft)

Millwall
Propriedade:
Millwall Football Club (fundado em 1885).
Inauguração: 1993.
Capacidade: 20.146.
Gramado: 106m x 68m.
Localização: Bermondsey, em Southwark, no sudeste de Londres.
Estação ferroviária: South Bermondsey.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: EFL Championship (2ª divisão).
> O novo The Den, construído a 250 metros do antigo, foi na época o primeiro estádio inaugurado em Londres desde 1937. É a casa de uma das torcidas mais temidas no país, frequentemente retratada em filmes sobre hooligans.

10) Loftus Road

O Queens Park Rangers joga no estádio Loftus Road desde 1917 (Foto: Matt Churchill)
O Queens Park Rangers joga no estádio Loftus Road desde 1917 (Foto: Matt Churchill)

Queen-Park
Propriedade:
Queens Park Rangers Football Club (fundado em 1882).
Inauguração: 1904.
Capacidade: 18.439.
Público recorde: 35.353, QPR x Leeds United, 27/4/1974.
Gramado: 102m x 66m.
Localização: Shepherd’s Bush, em Hammersmith, no oeste de Londres.
Estação de metrô: White City.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: EFL Championship (2ª divisão).
> Casa do QPR desde 1917, foi o primeiro estádio inglês a contar com gramado artificial, entre 1981 e 1988.

Classic Football Shirts

11) Griffin Park

O estádio Griffin Park é utilizado pelo Brentford há mais de um século (Foto: Andreas Praefcke)
O estádio Griffin Park é utilizado pelo Brentford há mais de um século (Foto: Andreas Praefcke)

Brentford
Propriedade:
Brentford Football Club (fundado em 1889).
Inauguração: 1904.
Capacidade: 12.300.
Público recorde: 38.678, Brentford x Leicester City, 24/2/1949.
Gramado: 100m x 67m.
Localização: Brentford, em Hounslow, no oeste de Londres.
Estação ferroviária: Brentford.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: EFL Championship (2ª divisão).
> É conhecido por ser o único estádio da Inglaterra com pubs em suas quatro esquinas – um deles, o The Griffin, foi usado no filme Green Street Hooligans, de 2005.

12) Kingsmeadow

O AFC Wimbledon joga em estádio do time feminino do Chelsea (Foto: Adam Procter)
O AFC Wimbledon joga em estádio do time feminino do Chelsea (Foto: Adam Procter)

AFC Wimbledon
Propriedade:
Chelsea Football Club (cedido ao AFC Wimbledon, fundado em 2002).
Inauguração: 1989.
Capacidade: 4.850 (2.265 sentados).
Localização: Norbiton, em Kingston upon Thames, no sudoeste de Londres.
Estação ferroviária: Norbiton.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: EFL League One (3ª divisão).
> O estádio pertenceu ao Kingstonian FC, e hoje é compartilhado pelo time feminino do Chelsea com o AFC Wimbledon, o clube fundado pela torcida do antigo Wimbledon FC, que se mudou para Milton Keynes e virou o MK Dons.

Clubes abaixo da Football League (as 4 primeiras divisões):

13) Brisbane Road

O estádio do Leyton Orient fica próximo ao Olímpico, hoje do West Ham (Foto: Chris Eason)
O estádio do Leyton Orient fica próximo ao Olímpico, hoje do West Ham (Foto: Chris Eason)

Leyton Orient
Propriedade:
Leyton Orient Football Club (fundado em 1881).
Inauguração: 1937.
Capacidade: 9.271 (todos sentados).
Público recorde: 34.345, Leyton Orient x West Ham, 1964.
Localização: Leyton, em Waltham Forest, no noroeste de Londres.
Estação de metrô: Leyton.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: National League (5ª divisão).
> O Leyton Orient chegou a disputar com o West Ham o direito de ser inquilino do estádio Olímpico, mas acabou preterido.

14) The Hive Stadium

O Barnet joga no estádio The Hive desde 2013 (Foto: Divulgação)
O Barnet joga no estádio The Hive desde 2013 (Foto: Divulgação)

Barnet
Propriedade:
Barnet Football Club (fundado em 1888).
Inauguração: 2013.
Capacidade: 6.418 (5.318 sentados).
Público recorde: 5.539, Barnet x Chesterfield, 5/5/2018.
Localização: Canons Park, em Harrow, no noroeste de Londres.
Estação de metrô: Canons Park.
Site: Estádioclube.
Na temporada 2018/19: National League (5ª divisão).
> O Barnet jogou no estádio Underhill entre 1907 e 2013. Nos últimos anos, The Hive tem sido base de treinos de seleções antes de amistosos contra a Inglaterra. O clube orgulha-se de ter recebido o 1º jogo televisionado no país, em 1946, contra o Wealdstone.

15) Victoria Road

O centenário Victoria Road é casa do Dagenham & Redbridge (Foto: David Ingham)
O centenário Victoria Road é casa do Dagenham & Redbridge (Foto: David Ingham)

Dagenham e Redbridge
Propriedade:
Dagenham & Redbridge Football Club (fundado em 1992).
Inauguração: 1917.
Capacidade: 6.078.
Público recorde: 7.200, Dagenham x Reading, 1967.
Localização: Dagenham, em Barking and Dagenham, no leste de Londres.
Estação de metrô: Dagenham East.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: National League (5ª divisão).
> É o estádio de dois clubes que se fundiram em 1992, mas que podem rastrear ascendências lá longe, até 1881.

16) Gander Green Lane

O Sutton United joga no Gander Green Lane há mais de um século (Foto: Divulgação)
O Sutton United joga no Gander Green Lane há mais de um século (Foto: Divulgação)

Sutton
Propriedade:
Sutton United Football Club (fundado em 1898).
Inauguração: 1912.
Capacidade: 5.013 (765 sentados).
Público recorde: 14.000, Sutton x Leeds, 1969.
Localização: Sutton, no sul de Londres.
Estação ferroviária: West Sutton.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: National League (5ª divisão).
> Sediou o primeiro jogo do AFC Wimbledon, em 2002, após a mudança do Wimbledon FC para Milton Keynes, quando surgiu o MK Dons.

17) Hayes Lane

O Bromley joga no estádio Hayes Lane desde sua inauguração (Foto: Martin Addison)
O Bromley joga no estádio Hayes Lane desde sua inauguração (Foto: Martin Addison)

Bromley
Propriedade:
Bromley Football Club (fundado em 1892).
Inauguração: 1938.
Capacidade: 5.000 (1.300 sentados).
Público recorde: 10.798, Bromley x combinado da Nigéria, 24/9/1948.
Localização: Bromley, no sudeste de Londres.
Estação ferroviária: Bromley South.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: National League (5ª divisão).
> Foi palco de jogos da Copa do Mundo de seleções alternativas da Conifa em 2018. Também recebe jogos do Cray Wanderers FC (8ª divisão em 2018/19), mais antigo time de Londres em atividade, fundado em 1860, antes mesmo do surgimento da federação inglesa (de 1863).

6ª Divisão

18) Park View Road

O Park View Road é casa do Welling United (Foto: Divulgação)
O Park View Road é casa do Welling United (Foto: Divulgação)

Welling United
Propriedade:
Welling United Football Club (fundado em 1963).
Inauguração: 1925.
Capacidade: 4.000 (1.000 sentados).
Localização: Welling, em Bexley, no leste de Londres.
Estação ferroviária: Welling.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: National League South (6ª divisão).
> O Welling United joga no estádio Park View Road desde 1977.

19) Grosvenor Vale

O Wealdstone manda seus jogos no estádio Grosvenor Vale (Foto: Divulgação)
O Wealdstone manda seus jogos no estádio Grosvenor Vale (Foto: Divulgação)

Wealdstone
Propriedade:
Wealdstone Football Club (fundado em 1899).
Capacidade: 3.607 (709 sentados).
Localização: Ruislip, em Hillingdon, no oeste de Londres.
Estações de metrô: Ruislip e Ruilip Manor.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: National League South (6ª divisão).
> O clube teve a distinção de participar do 1º jogo televisionado na Inglaterra, em 1946, contra o Barnet, fora de casa.

20) Beveree Stadium

O Hampton & Richmond é proprietário do Beveree Stadium (Foto: Katie Chan)
O Hampton & Richmond é proprietário do Beveree Stadium (Foto: Katie Chan)

Hampton e Richmond
Propriedade:
Hampton & Richmond Borough Football Club (fundado em 1921).
Capacidade: 3.500 (644 sentados).
Localização: Hampton, em Richmond upon Thames, no oeste de Londres.
Estação ferroviária: Hampton.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: National League South (6ª divisão).
> O único time do bairro de Hampton sofre concorrência com o maior interesse local por rúgbi.

21) Champion Hill

O Champion Hill, do Dulwich Hamlet, sediou um jogo das Olimpíadas de 1948 (Foto: Katie Chan)
O Champion Hill, do Dulwich Hamlet, sediou um jogo das Olimpíadas de 1948 (Foto: Katie Chan)

Dulwich Hamlet
Propriedade:
Dulwich Hamlet Football Club (fundado em 1893).
Inauguração: 1912.
Capacidade: 3.000 (500 sentados).
Público recorde: 3.000, Dulwich x Maidstone United, 18/4/2015.
Localização: East Dulwich, em Southwark, no sudeste de Londres.
Estações ferroviárias: East Dulwich e Denmark Hill.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: National League South (6ª divisão).
> O estádio, que chegou a receber um jogo das Olimpíadas de Londres de 1948, foi reformado em 1992.

7ª Divisão

22) War Memorial Sports Ground

O War Memorial Sports Ground é casa do Carshalton Athletic (Foto: Divulgação)
O War Memorial Sports Ground é casa do Carshalton Athletic (Foto: Divulgação)

Carshalton Athletic
Propriedade:
Público/municipal (arrendado pelo Carshalton Athletic Football Club, fundado em 1905).
Inauguração: 1921.
Capacidade: 5.000 (240 sentados).
Localização: Carshalton, em Sutton, no sul de Londres.
Estação ferroviária: Carshalton.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League Premier Division (7ª divisão).
> O Carshalton Athletic joga no estádio War Memorial Sports Ground desde 1921.

23) Hornchurch Stadium

O Hornchurch divide o estádio local com o time feminino do West Ham (Foto: Divulgação)
O Hornchurch divide o estádio local com o time feminino do West Ham (Foto: Divulgação)

AFC Hornchurch
Propriedade:
Público/municipal (cedido ao AFC Hornchurch, fundado em 2005).
Inauguração: 1956.
Capacidade: 3.500 (800 sentados).
Localização: Upminster, em Havering, no leste de Londres.
Estação de metrô: Upminster Bridge.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League Premier Division (7ª divisão).
> É um estádio de futebol e atletismo público que serve ao Hornchurch e ao time feminino do West Ham.

24) Earlsmead Stadium

O Harrow manda seus jogos no Earlsmead desde 1934 (Foto: Divulgação)
O Harrow manda seus jogos no Earlsmead desde 1934 (Foto: Divulgação)

Harrow Borough
Propriedade:
Harrow Borough Football Club (fundado em 1933).
Inauguração: 1934.
Capacidade: 3.070 (350 sentados).
Público recorde: 3.000, Harrow x Wealdstone FC, 1946.
Localização: Harrow, no noroeste de Londres.
Estações de metrô: Rayners Lane, South Harrow e Northolt.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Southern League South Division (7ª divisão).
> O Harrow joga no Earlsmead desde 1934, estádio construído em local onde ocorreu uma batalha medieval no ano de 850.

25) Queen Elizabeth II Stadium

O estádio do Enfield Town recebeu a Copa do Mundo Conifa 2018 (Foto: Mcsony)
O estádio do Enfield Town recebeu a Copa do Mundo Conifa de 2018 (Foto: Mcsony)

Enfield Town
Propriedade:
Público/municipal (cedido ao Enfield Town Football Club, fundado em 2001).
Inauguração: 1953.
Capacidade: 2.500.
Localização: Enfield, no norte de Londres.
Estação ferroviária: Southbury.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League Premier Division (7ª divisão).
> Foi um dos estádios que sediaram a Copa do Mundo de seleções alternativas da Conifa em 2018.

26) King George’s Field

O Corinthian-Casuals é dono do estádio King George's Field (Foto: Divulgação)
O Corinthian-Casuals é dono do estádio King George’s Field (Foto: Divulgação)

Corinthian-Casuals
Propriedade:
Corinthian-Casuals Football Club (fundado em 1939, com a fusão do Corinthian, de 1882, e do Casuals, de 1883).
Capacidade: 2.000 (161 sentados).
Localização: Tolworth, em Kingston upon Thames, no sudoeste de Londres.
Estação ferroviária: Tolworth.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League Premier Division (7ª divisão).
> O Corinthian, que inspirou o surgimento do Corinthians durante excursão ao Brasil, fundiu-se ao Casuals e depois ao Tolworth, de quem herdou em 1988 o estádio King George’s Field. O Corinthian-Casuals cede seu estádio ao Kingstonian FC (da 7ª divisão em 2018/19), também de Kingston upon Thame, que vendeu o Kingsmeadow ao AFC Wimbledon, que por sua vez o revendeu para o Chelsea.

27) Silver Jubilee Park

O estádio Silver Jubilee Park é casa do Hendon (Foto: Katie Chan)
O estádio Silver Jubilee Park é casa do Hendon (Foto: Katie Chan)

Hendon
Propriedade:
Público/municipal (cedido ao Hendon Football Club, fundado em 1908).
Capacidade: 1.990 (298 sentados).
Localização: Kingsbury, em Brent, no noroeste de Londres.
Estação ferroviária: Hendon.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Southern League South Division (7ª divisão).
> Desde 2016 o Hendon divide o estádio com o Edgware Town.

28) The Maurice Rebak Stadium

O Wingate & Finchley, dono do estádio, defende comunidade judaica (Foto: Divulgação)
O Wingate & Finchley, dono do estádio, defende comunidade judaica (Foto: Divulgação)

Wingate e Finchley
Propriedade:
Wingate & Finchley Football Club (fundado em 1991).
Capacidade: 1.500.
Localização: Finchley, em Barnet, no norte de Londres.
Estação de metrô: West Finchley.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League Premier Division (7ª divisão).
> O Wingate & Finchley defende a bandeira da comunidade judaica da região, inclusive tendo a Estrela de David no escudo.

8ª Divisão

29) Honeycroft

O estádio Honeycroft é propriedade do longevo Uxbridge (Foto: Divulgação)
O estádio Honeycroft é propriedade do longevo Uxbridge (Foto: Divulgação)

Uxbridge
Propriedade:
Uxbridge Football Club (fundado em 1871).
Capacidade: 3.770.
Localização: West Drayton, em Hillingdon, no oeste de Londres.
Estação ferroviária: West Drayton.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League South Central Division (8ª divisão).
> É o estádio de um dos clubes mais antigos da Inglaterra, fazendo sua estreia na FA Cup em 1873.

30) Imperial Fields

O Tooting & Mitcham joga em estádio que já serviu ao Chelsea (Foto: Martin Addison)
O Tooting & Mitcham joga em estádio que já serviu ao Chelsea (Foto: Martin Addison)

Tooting e Mitcham
Propriedade:
Cedido ao Tooting & Mitcham United Football Club (fundado em 1932).
Inauguração: 2002.
Capacidade: 3.500 (612 sentados).
Público recorde: 3.131, Tooting & Mitcham x Heldon, 7/5/2018.
Localização: Mitcham, em Merton, no sudoeste de Londres.
Estação ferroviária: Mitcham Junction.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League South Central Division (8ª divisão).
> O estádio sediou o primeiro jogo da FA WSL (a superliga inglesa feminina), Chelsea x Arsenal, em 2011. No passado, já recebeu treinos de Chelsea, Crystal Palace e Brentford.

Classic Football Shirts

31) Northwood Park

O Northwood joga em seu estádio desde a inauguração, em 1978 (Foto: Divulgação)
O Northwood joga em seu estádio desde a inauguração, em 1978 (Foto: Divulgação)

Northwood
Propriedade:
Northwood Football Club (fundado em 1926).
Inauguração: 1978.
Capacidade: 3.075 (308 sentados).
Público recorde: 1.642, Northwood x combinado do Chelsea, 1997.
Localização: Northwood, em Hillingdon, no oeste de Londres.
Estação de metrô: Northwood Hills.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League South Central Division (8ª divisão).
> O estádio do Northwood foi casa do time feminino do Watford até a temporada 2011/12.

32) Reynolds Field

Uma das bancadas homenageia dirigente que preside o clube há 60 anos (Foto: Divulgação)
Uma das bancadas homenageia dirigente que preside o clube há 60 anos (Foto: Divulgação)

Hanwell Town
Propriedade:
Hanwell Town Football Club (fundado em 1920).
Capacidade: 3.000.
Localização: Perivale, em Ealing, no oeste de Londres.
Estação de metrô: Perivale.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League South Central Division (8ª divisão).
> O Hanwell joga no Reynolds Field desde 1981. Uma das bancadas leva o nome de Bob Fisher, presidente do clube há 60 anos.

33) The SkyEx Community Stadium

O Hayes & Yeading joga no The SkyEx Community Stadium (Foto: Divulgação)
O Hayes & Yeading joga no The SkyEx Community Stadium (Foto: Divulgação)

Hayes e Yeading
Propriedade:
Cedido ao Hayes & Yeading United Football Club (fundado em 2007).
Capacidade: 3.000.
Localização: Hayes, em Hillingdon, no oeste de Londres.
Estação ferroviária: Southall.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League South Central Division (8ª divisão).
> O clube, que surgiu da fusão de Hayes (de 1909) e Yeading (de 1960), divide a casa com Maidenhead e Woking, de divisões inferiores.

34) Bedfont Recreation Ground

O estádio do Bedfont fica ao lado do aeroporto de Heathrow (Foto: Divulgação)
O estádio do Bedfont fica ao lado do aeroporto de Heathrow (Foto: Divulgação)

Bedfont
Propriedade:
Bedfont Sports Football Club (fundado em 2002).
Capacidade: 3.000 (200 sentados).
Localização: Bedfont, em Hounslow, no oeste de Londres.
Estação de metrô: Hatton Cross.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League South Central Division (8ª divisão).
> O estádio de Bedfont fica ao lado do aeroporto de Heathrow.

35) Coles Park

O Coles Park fica vizinho ao estádio do Tottenham (Foto: Divulgação)
O Coles Park fica vizinho ao estádio do Tottenham (Foto: Divulgação)

Haringey
Propriedade: Haringey Borough Football Club (fundado em 1973).
Capacidade: 2.500 (280 sentados).
Localização: Tottenham, em Haringey, no norte de Londres.
Estação de metrô: White Hart Lane.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League Premier Division (8ª divisão).
> Tem entrada pela White Hart Lane, a via que deu nome ao antigo estádio do Tottenham, clube que fica a somente 2 km de caminhada. Foi uma das sedes da Copa do Mundo de seleções alternativas da Conifa em 2018.

36) Mayesbrook Park

O Mayesbrook Park é casa do Barking desde 1973 (Foto: Divulgação).
O Mayesbrook Park é casa do Barking desde 1973 (Foto: Divulgação).

Barking
Propriedade: Público/municipal, cedido ao Barking Football Club (fundado em 1880, refundado em 2006).
Capacidade: 2.500 (200 sentados).
Localização: Barking, em Barking and Dagenham, no leste de Londres.
Estação de metrô: Upney.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League North Division (8ª divisão).
> O Barking joga no Mayesbrook Park desde 1973, bem antes de sua refundação.

37) Phoenix Sports Ground

O Phoenix Ground fica ao lado do estádio The Oakwood (Foto: Divulgação)
O Phoenix Ground fica ao lado do estádio The Oakwood (Foto: Divulgação)

Phoenix Sports
Propriedade: Phoenix Sports Club (fundado em 1935).
Capacidade: 2.000.
Localização: Barnehurst, em Bexley, no leste de Londres.
Estação ferroviária: Barnehurst.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League South East Division (8ª divisão)
> O Phoenix Sports Ground fica a 250 metros do The Oakwood, estádio do VCD Athletic.

38) The Oakwood

O VCD joga no The Oakwood há mais de um século (Foto: Divulgação)
O VCD joga no The Oakwood há mais de um século (Foto: Divulgação)

VCD Athletic
Propriedade:
VCD Athletic Football Club (fundado em 1916).
Inauguração: 1916.
Capacidade: 1.180.
Localização: Crayford, em Bexley, no leste de Londres.
Estação ferroviária: Crayford.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League South East Division (8ª divisão).
> O time criado por funcionários da fábrica de armamentos Vickers joga no seu estádio desde a fundação. O The Oakwoad fica a 250 metros do Phoenix Sports Ground, estádio do Phoenix.

39) Badgers Sports Ground

O Greenwich Borough joga no Badgers Sports Ground (Foto: Divulgação)
O Greenwich joga no Badgers, menor estádio londrino nas 8 primeiras divisões (Foto: Divulgação)

O Greenwich Borough joga no Badgers Sports Ground (Foto: Divulgação)

Propriedade: Cedido ao Greenwich Borough Football Club (fundado em 1928).
Capacidade: 1.000.
Localização: Eltham, em Greenwich, no leste de Londres.
Estação ferroviária: Eltham.
Site: Clube.
Na temporada 2018/19: Isthmian League South East Division (8ª divisão).
> É o estádio de Londres com menor capacidade dentre os utilizados até a 8ª divisão em 2018/19.


> SAIBA MAIS

 Maiores estádios de outros esportes em Londres:

 

1º Twickenham Stadium (rúgbi, 82.000).
2º Lord’s Cricket Ground (críquete, 28.000).
3º The Oval (críquete, 23.500).
4º Crystal Palace National Sports Centre (atletismo, 15.500).
5º Centre Court (tênis, 15.000).
6º Twickenham Stoop (rúgbi, 14.800).
7º No. 1 Court (tênis, 11.360).
8º Barnet Copthall (rúgbi e atletismo, 10.000).
County Cricket Ground (críquete, 10.000).


Aplicativo lista 300 estádios e campos em Londres

O app Groundhopper é um excelente serviço para achar estádios de futebol (Foto: Divugação)
O Groundhopper é um excelente serviço para achar estádios de futebol (Foto: Divugação)

Se você está em Londres e quer saber todos os jogos que estão programados para o dia, é preciso acessar as tabelas das dezenas de competições com times da cidade em disputa, desde as divisões mais altas até as mais baixas do Campeonato Inglês. Uma tarefa bem demorada, mas que pode ser facilitada com um aplicativo lançado em 2012.

O Groundhopper, que apropriou o termo em inglês que designa fãs/turistas de estádios, faz a geolocalização de campos de futebol. Atualmente, a plataforma inclui em seu banco de dados um total de 36 mil estádios, usados em 700 ligas de todos os países do mundo. Apenas na Inglaterra são 3 mil estádios, sendo 300 em Londres. É isso mesmo, 300!

O aplicativo para celular, gratuito e disponível em 11 idiomas (inclusive o português), tem a função de achar estádios para o usuário. Na Inglaterra, por exemplo, é possível conferir todos os estádios dos cerca de 50 campeonatos das 10 principais divisões nacionais, além dos estádios de cerca de 200 clubes de degraus abaixo disso.

Listagem de jogos

A versão paga, ao preço médio de US$ 9 por ano (R$ 33), disponibiliza uma série de serviços premium, como a listagem de jogos em áreas próximas e também as partidas que serão realizadas futuramente, além de um histórico de resultados. Entre as funções extras, também é possível acrescentar novos estádios ao banco de dados.

O app ranqueia os usuários que foram mais vezes a um estádio ou a jogos de um time. Graeme Holmes, o cara do início desta matéria, é o 3º com mais partidas do Everton em casa, com 943. Porém, ele ganha em variedade: já foi a 5.297 jogos em 2.160 estádios (até outubro), a 5ª maior marca do aplicativo. Isso é que é groundhopper!

Serviço:

Groundhopper – iTunes e Google Play.


Entenda a pirâmide do futebol inglês na temporada 2018/19:

 

O futebol inglês é formado por uma série de competições interconectadas por promoções e rebaixamentos, que conta com cerca de 140 ligas com 480 campeonatos. São cerca de 7 mil equipes formadas por 5.300 clubes membros, em 22 divisões. A pirâmide inglesa é distribuída assim:

1ª divisão > Premier League
20 clubes – 3 rebaixamentos.

2ª divisão > EFL Championship
24 clubes – 3 acessos e 3 rebaixamentos.

3ª divisão > EFL League One
24 clubes – 3 acessos e 4 rebaixamentos.

4ª divisão > EFL League Two
24 clubes – 4 acessos e 2 rebaixamentos.

Neste ponto começa o semi-profissionalismo, até a 11ª divisão. Os clubes da 5ª, porém, são hoje profissionais.

5ª divisão > National League
24 clubes – 2 acessos e 4 rebaixamentos.

6ª divisão > National League North e National League South (duas chaves independentes)
22 clubes em cada – 2 acessos e 3 rebaixamentos em cada.

7ª divisão > Northern Premier League Premier Division, Southern League Central Division, Southern League South Division e Isthmian League Premier Division (quatro chaves independentes)
22 clubes em cada – 1,5 acesso e 3 rebaixamentos em cada.

8ª divisão > Northern Premier League Division One West, Northern Premier League Division One East, Southern League Division One East, Southern League Division One West, Isthmian League Division One North, Isthmian League Division One South Central e Isthmian League Division One South East (sete chaves independentes)
20 clubes em cada – 1,5 acesso e 2 rebaixamentos em cada.

9ª divisão > 14 ligas sub-regionais
Neste ponto inicia uma série de ligas com configurações diferentes, com suas próprias subdivisões. Até a 11ª divisão, elas ainda estão sob a responsabilidade da National League System.

12ª a 22ª divisão
Neste ponto os campeonatos são completamente amadores. Na temporada 2018/19, a competição mais baixa atinge a 22ª divisão, a Mid-Sussex Football League Division Nine.


Este cara já foi a 13 estádios de Londres num único dia

O alemão Florian Sauer mantém site com dicas de turismo ao futebol de Londres (Foto: Acervo pessoal)
Florian Sauer mantém site com dicas de turismo no futebol de Londres (Foto: Acervo pessoal)

Um dos caras que mais sabem sobre o futebol de Londres não é inglês, e viveu somente alguns meses na cidade. O alemão Florian Sauer, de 39 anos, mantém desde 2007 um site que é uma verdadeira bíblia sobre a capital mundial do futebol: o Fussball in London, com versões em inglês e alemão.

Florian já fez cerca de 40 viagens à Inglaterra. Na maior de suas loucuras, o alemão visitou 13 estádios londrinos das quatro principais divisões inglesas. Num único dia! A aventura durou 12 horas, com 26 trechos ferroviários, 20 km de caminhada e 160 km no total.

Não foi seu único grande feito. Florian assistiu a jogos na casa dos 92 clubes da 1ª a 4ª divisões. “Mas isso me levou mais de um dia. Doze anos, para ser preciso”, brinca o fã, que já visitou 110 estádios ingleses. “Dos 39 de Londres na matéria, fui a 15”, enumera o torcedor do Bayern de Munique.

Verminosos por Futebol conversou com o alemão, trabalhador da indústria de apostas esportivas, sobre o que vale ver em Londres. Florian atesta: o melhor está muito além dos grandes da Premier League – Chelsea, Arsenal e Tottenham. Confira a entrevista abaixo.

“Londres é única”

Verminosos por Futebol – Você acha que alguma outra cidade no mundo é tão louca por futebol como Londres?
Florian Sauer – Há outras cidades em que a paixão se concentra mais em um ou dois clubes, mesmo no Reino Unido, por exemplo Manchester, Liverpool e Glasgow. O que torna Londres especial é que há times estruturados e estádios agradáveis em todos os níveis, não só na Premier League, mas até a 4ª divisão, e mesmo além disso. É a diversidade de clubes e estádios que torna Londres única no mundo.

Verminosos – Quais são os clubes com fãs mais apaixonados em Londres?
Florian – Isso é obviamente uma pergunta difícil, mas em como praticamente qualquer outro lugar no mundo, são geralmente os clubes com torcida de origem trabalhadora. Em Londres, sobretudo times como West Ham e Millwall. Além disso, a torcida do Crystal Palace tem se desenvolvido muito.

“É a diversidade de clubes e estádios que torna Londres certamente única no mundo”.

Verminosos – Como foi ir a 13 estádios de Londres em um dia?
Florian – Como eu estava em uma viagem de futebol e não havia nenhum jogo agendado naquele dia, pensei que poderia ser interessante experimentar e documentar para meu site. Eu já tinha ido a todos os estádios antes, e tinha visto um jogo em todos eles. Foi uma grande experiência, mas tenho que dizer que foi difícil. No geral, me levou cerca de 12 horas, que incluiu andar – às vezes correr – 20 quilômetros.

Verminosos – Essa foi a coisa mais louca que você fez no futebol de Londres?
Florian – Sim. Eu também consegui assistir a uma partida em cada um dos 92 estádios do futebol profissional inglês, da Premier League a 4ª divisão, o que algumas pessoas consideram louco. Mas isso me levou mais de um dia. Doze anos, para ser preciso.

Verminosos – Quais são as experiências básicas que cada visitante deve fazer no futebol de Londres?
Florian – Nada supera a ida a um jogo. Com os calendários do futebol inglês, há quase sempre um jogo agendado. Se você não pode ver uma partida, tente absorver um pouco da atmosfera indo ao estádio, para assisti-la em um pub nas proximidades. Se nenhum jogo está marcado, vale a pena visitar os estádios. Em alguns deles, visitas guiadas são oferecidas por cerca de 15 libras (R$ 75).

Verminosos – Quais são as coisas que os turistas normalmente não fazem, mas que precisavam fazer para vivenciar o verdadeiro futebol de Londres?
Florian – Muitos fãs só têm os grandes clubes na mente: Chelsea, Arsenal e talvez Tottenham. Obviamente assistir a um jogo da Premier League é uma experiência fantástica, mas não é necessariamente representativo para o futebol inglês. Eu costumo dar conselhos para ver um jogo de Fulham, Charlton ou QPR. Os preços dos ingressos são moderados em comparação com a Premier League, e o próprio futebol é um pouco mais “inglês”.

“Obviamente assistir a um jogo Premier League é uma experiência fantástica, mas não é necessariamente representativo para o futebol inglês”.

Verminosos – É difícil conseguir ingressos para jogos em Londres?
Florian – Depende muito dos jogos. Para os grandes clubes, é bastante difícil obter ingressos através dos canais oficiais, por serem vendidos apenas para os sócios do clube. Para os clubes mais pequenos (principalmente da 2ª divisão para baixo), geralmente não é um grande problema. É sempre uma boa ideia monitorar o site do clube para saber quando os bilhetes estarão à venda. Como alternativa, muitos clubes oferecem pacotes de hospitalidade que normalmente incluem uma noite de hotel. Há também agências que vendem ingressos para todos os jogos. Essa opção, porém, é bastante cara. Eu prefiro assistir a um jogo da 2ª divisão do que gastar uma fortuna em bilhetes da Premier League.

Serviço:

Fussball in London.

Confira o livro 92 Club, de autoria de Florian Sauer.


Outros guias turístico-futebolísticos do Verminosos por Futebol:

 

No Brasil – São Paulo, Rio de JaneiroCuritibaFortalezaManaus e Florianópolis.

No exterior – LisboaBuenos AiresMontevidéu e Joanesburgo.

– Veja todas as matérias de turismo de futebol que já publicamos.


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: