Dica cultural

Guia do Mundo Árabe FC: O que significam os nomes de 250 clubes de 23 países

Pesquisador fez levantamento com significado em português dos nomes de centenas de times árabes

Fizemos um mapa interativo com 250 clubes árabes, e a tradução de seus nomes (Foto: Reprodução Google)
Fizemos um mapa interativo com 250 clubes árabes e suas traduções (Foto: Reprodução Google)

Amor, Esperança, Liberdade, Imortalidade, Glória… Todos esses (e muito mais!) são nomes de clubes árabes, em sua tradução para o português. É o que mostra o Guia do Mundo Árabe FC, um aprofundado levantamento feito pelo pesquisador de futebol Jorge Rodrigues Gomes Neto, o “Jorginho O Lendário”, produzido para o Verminosos por Futebol.

Na pesquisa abaixo, constam 250 clubes do Mundo Árabe e, também, de regiões geograficamente próximas e sob influência cultural, num total de 23 países. São 125 denominações diferentes, incluindo pequenas variações dialetais. Por exemplo, cinco times apresentados carregam o vocábulo “amor”: Wydad (dois no Marrocos e um na Argélia), Widad (outro argelino) e Wided (da Tunísia).

ÍNDICE DO MATERIAL

O nome mais repetido
O que é o Mundo Árabe?
Onde se fala a língua árabe
Mapa do Google
Pesquisa completa

O nome mais repetido

O nome mais vezes observado neste levantamento foi Al Ahli – e sua variação dialetal norte-africana Al Ahly –, que se fez presente em 17 oportunidades (sem contar os clubes que possuem essa denominação como secundária). Em português, significa “O Nacional”.

Dentre os clubes mais famosos com nomes com tradução possível, estão o egípcio Al Ahly, os sauditas Al Nassr (A Vitória) e Al Hilal (A Lua Crescente), o marroquino Raja (Esperança) e o emiradense Al Ain (O Olho).

“Todos esses já estiveram no Mundial de Clubes da Fifa, inclusive com participação em finais contra gigantes europeus, caso dos dois últimos”, destaca Jorginho, carioca formado em Letras Português/Espanhol.

Antes de conferir a lista completa de clubes e suas traduções, entenda mais sobre o “Mundo Árabe”. O resumo abaixo foi escrito por Jorginho.


O que é o Mundo Árabe?

“O chamado Mundo Árabe é o conjunto de países e regiões próximas que compartilham a língua e a cultura árabe, abrangendo geograficamente terras que vão desde o noroeste do continente africano, passando por localidades norte-africanas fronteiriças ao Mar Mediterrâneo, abarcando também regiões do nordeste africano, como o chamado ‘Chifre da África’, e se estendendo até a Península Arábica, banhada pelo Oceano Índico.

A região é majoritariamente seguidora do Islamismo (religião fundada por Maomé, no início do século VII d. C.) e possui cerca de 360 milhões de habitantes. Essa região, que divide o Ocidente e o Oriente, é formada por mais de 20 países, além de localidades vizinhas, e é possuidora de um sentimento de nacionalismo e pertencimento cultural crescente desde a segunda metade do século XIX.

Em verde, os países onde o árabe é a única língua oficial; em azul escuro, onde o árabe é uma língua cooficial, sendo a mais falada; em azul claro, onde o árabe é cooficial, porém, minoritário (Foto: Reprodução)
Em verde, os países onde o árabe é a única língua oficial; em azul escuro, onde o árabe é uma língua co-oficial, sendo a mais falada; em azul claro, onde é co-oficial, porém, minoritário (Foto: Reprodução)

Onde se fala a língua árabe

Entre nativos e não nativos, o árabe é atualmente falado por mais de 400 milhões de pessoas ao redor do globo. Maior língua de origem semítica (grupo afro-asiático) do mundo, é falada de forma oficial em 26 países e, se incluídas as nações que a tem como segundo idioma, o número alcança 58.

A primeira evidência escrita do árabe foi encontrada no deserto da Síria, no século IV a.C.. O grande impulso para que a língua árabe se espalhasse em direção ao Ocidente se deu a partir do século VIII, partindo da Pérsia (atual Irã) e alcançando a Península Ibérica (Portugal e Espanha), que viria a ser invadida em 711 e só voltaria totalmente ao poder cristão em 1492.

“A região é possuidora de um sentimento de nacionalismo e pertencimento cultural crescente desde a segunda metade do século XIX”. (Jorginho O Lendário)

A convivência dos árabes com vários outros povos através dos séculos resultou numa grande correspondência vocabular. Estas são algumas palavras do português que são oriundas do árabe: Açougue, Alface, Algarismo, Alicate, Almôndega, Arroz, Azeitona, Azul, Enxaqueca, Fulano, Garrafa, Harém, Javali, Laranja e Talco”.


E o futebol, afinal?

Ficou interessado sobre a pesquisa de futebol de Jorginho O Lendário? Confira abaixo o Guia do Mundo Árabe FC, seja no apanhado de texto do pesquisador (com clubes listados em ordem alfabética), ou no mapa interativo do Google elaborado pelo Verminosos por Futebol. Se curtir, compartilhe!

GUIA DO MUNDO ÁRABE FC

1. AL ADALAH / AL ADALH (A JUSTIÇA)


NOME:
Al Adalah Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Hulaylah)
RESUMO: Advindo da 3ª divisão, o clube passou apenas quatro temporadas no 2º nível antes de alcançar a elite do futebol saudita pela 1ª vez em maio de 2019, porém, foi rebaixado logo em seguida na lanterninha. Surgido em 1984, joga com camisas em azul-marinho.


2. AL AHED (O PACTO)


NOME:
Al Ahed Football Club
PAÍS: Líbano (Beirute)
RESUMO: Primeiro clube libanês a conquistar um campeonato continental (a AFC Cup, em 2019), o Ahed é conhecido como “Castelo Amarelo”, e é um representante da comunidade xiita do país e afiliado ao grupo Hezbollah, uma organização política e paramilitar islâmica.


3. AL AHLI / AL AHLY / AHLI (O NACIONAL)


NOME:
Al Ahly Sporting Club
PAÍS: Egito (Cairo)
RESUMO: Dono de uma enorme torcida e considerado o maior clube africano do século XX, “Os Vermelhos” detêm uma grande hegemonia nacional e continental, além de participações no Mundial de Clubes da Fifa. É uma das equipes com mais títulos internacionais do planeta.


NOME:
Al Ahli Saudi Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Jeddah)
RESUMO: Conhecido como “Fortaleza de Troféus”, o alviverde de Jeddah (capital religiosa do país) é um dos quatro membros fundadores da Liga Saudita. Luiz Felipe Scolari teve uma breve passagem pela equipe em 1992. O clube é muito tradicional e foi fundado em 1937.


NOME:
Ahli Sidab Club
PAÍS: Omã (Mascate)
RESUMO: O pequeno time omanita foi fundado em 2004, fruto de uma fusão entre o Al Ahli Sidab e o Sidab Club, tornando-se assim um clube poliesportivo com maior destaque para o hóquei na grama, embora também possua equipes de vôlei, handebol, basquete, etc.


NOME:
Al Ahly Sports Cultural & Social Club
PAÍS: Líbia (Benghazi)
RESUMO: Clube com raízes ligadas a um partido político (a sociedade Omar Al Mukhtar), os alvirrubros são reconhecidos nacionalmente por sua fanática e violenta torcida. Seu estádio original foi demolido em 2000, após ofensas ao 3º filho do ex-ditador Muammar Gaddafi.


NOME:
Al Ahly Sports Club
PAÍS: Líbia (Trípoli)
RESUMO: Equipe possuidora do maior número de torcedores do país, os alviverdes estão também entre os clubes de maior sucesso da Líbia. Fundada em 1950, a equipe ajuda a fomentar a rivalidade entre os dois centros futebolísticos da nação: Trípoli e Benghazi.


NOME:
Al Ahli Club Nabatieh
PAÍS: Líbano (Nabatiya)
RESUMO: Fundado nos idos de 1968, o pequeno clube do sul do país é figura fácil na 2ª divisão libanesa. Embora o escudo da equipe seja alvinegro, seu primeiro uniforme é todo azul, enquanto o reserva é completamente vermelho.


NOME:
Al Ahli Saida Sports Club
PAÍS: Líbano (Sídon)
RESUMO: Assíduo frequentador do 2º patamar nacional, o clube manda seus jogos no Estádio Internacional de Saida, com capacidade para 22 mil espectadores. A cidade de Saida (Sídon, na forma aportuguesada) é a 3ª maior do país, às margens do Mediterrâneo.


NOME:
Al Ahli Sports Club
PAÍS: Qatar (Doha)
RESUMO: Fundado em 1950 como Al Najah (daí ser considerado o clube esportivo mais antigo do país) e refundado formalmente em 1964, fundiu-se com o Sanjah em 1972, assim surgindo a denominação atual. É cognominado por “Al Ameed”, ou seja, “Os Brigadeiros”.


NOME:
Al Ahli Sports Club
PAÍS: Jordânia (Amã)
RESUMO: Fundado em 1944 por pioneiros que ajudaram a estabelecer as bases da vida esportiva, social e cultural do país, o clube é um dos mais antigos da Jordânia. Além disso, acolheu um êxodo de refugiados palestinos em 1948. Sua 1ª denominação foi Koban Club.


NOME:
Al Ahli Club
PAÍS: Bahrein (Manama)
RESUMO: Fundado como Al Nusoor (“As Águias”, sua principal alcunha atualmente), o clube fundiu-se com o Al Tursana, resultando na denominação hodierna. Embora surgido em 1936, suas maiores glórias se passaram nos anos 60 e 70. A equipe utiliza uniforme aurinegro.


NOME:
Al Ahli Shendi Club
PAÍS: Sudão (Shendi)
RESUMO: “Os Tigres de Dar Jaal”, assim é conhecida a equipe da cidade de Shendi, no norte do país, na margem leste do Rio Nilo. Fundado em 1943, o clube conquistou seu primeiro título de destaque apenas em 2017: a Copa do Sudão.


NOME:
Al Ahli Sports Club Khartoum
PAÍS: Sudão (Cartum)
RESUMO: No Sudão, os melhores times de futebol não ficam em Cartum, a capital do país. Embora tradicional (já que foi fundado em 1929), o clube não costuma ser páreo para as grandes forças sudanesas. Quando anfitriã, a equipe atua no Khartoum Stadium.


NOME:
Al Ahli Sports Club Merowe
PAÍS: Sudão (Merowe)
RESUMO: A cidade de Merowe é localizada no Estado do Norte, umas das 16 divisões (wilayat) do Sudão, e faz fronteira com o famoso Rio Nilo. O pequeno Al Ahli, fundado em 1956, é o representante da cidade dentro do futebol nacional.


NOME:
Al Ahli Sports Club Atbara
PAÍS: Sudão (Atbara)
RESUMO: Embora compartilhe com o xará mais famoso não só o nome, mas as cores e uma indiscutível semelhança no escudo, as similitudes com a equipe cairota param por aí: o Al Ahli Atbara é apenas um coadjuvante dentro do futebol sudanês.


NOME:
Al Ahli Sports Club Wad Madani
PAÍS: Sudão (Wad Madani)
RESUMO: A equipe alvinegra foi fundada em 1928, mas só foi conhecer o gosto da glória em 1982, ao conquistar a Copa do Sudão pela 1ª vez. Conhecido como “Sayed Al Atiyam” (Os Heróis), o clube fica na região centro-leste do país, na margem ocidental do Rio Nilo Azul.


NOME:
Al Ahli Al Khalil Sports Club
PAÍS: Palestina (Hebron, Cisjordânia)
RESUMO: Fundado em 1974, o clube atua pela Liga da Cisjordânia, uma das 2 divisões paralelas da Liga Palestina (a outra é a Liga da Faixa de Gaza). Conquistou a Copa da Palestina em 2015 e enfrentou o Palestino em um amistoso em 2016, em território chileno.


NOME:
Al Ahli Club Sana’a
PAÍS: Iêmen (Sana’a)
RESUMO: Mais bem sucedido clube de um país cujos campeonatos são invariavelmente obrigados a parar devido à guerra civil, o Al Ahli levantou os mais variados títulos nacionais. Fundado em 1937, seu estádio comporta apenas 3 mil espectadores.


4. AL AIN (O OLHO)


NOME:
Al Ain Football Club
PAÍS: Emirados Árabes (Al Ain)
RESUMO: Primeiro clube do Oriente Médio finalista do Mundial de Clubes (em 2018, ano do cinquentenário da equipe), o Al Ain adotou a cor roxa ao ficar encantado com a camisa do Anderlecht, que participou de um torneio amistoso realizado em 1977, no Marrocos.


NOME:
Al Ain Saudi Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Bahah)
RESUMO: O clube foi fundado em 1978 sob o nome Zahran (em homenagem à tribo local de mesmo nome), mudou para Al Ameed em 2001 e, finalmente, para a denominação atual em 2013. Já em 2020, o Al Ain alcançou a elite saudita pela primeira vez em sua história.


5. AL AKHAA (A IRMANDADE)


NOME:
Al Akhaa Al Ahli Aley Football Club
PAÍS: Líbano (Aley)
RESUMO: O clube é apoiado pelo parlamentar libanês Arkram Chehayeb, que foi decisivo na fusão de dois dos clubes locais: Ahli e Akhaa. A equipe disputa contra o arquirrival Safa o chamado “Clássico da Montanha”, pois ambos ficam localizados na região do Monte Líbano. 


6. AL AKHDAR (O VERDE)


NOME:
Al Akhdar Al Bayda Sports Club
PAÍS: Líbia (Baida)
RESUMO: Verde até no nome, o clube foi fundado no ano de 1958 e manda seus jogos em um estádio para 7 mil espectadores. A equipe fez sua estreia em nível internacional ao disputar a Taça das Confederações da CAF, 2º torneio mais importante da África, em 2006.


7. AL AMAL / AL AMEL / AMAL / AMEL (A ESPERANÇA, A ASPIRAÇÃO)


NOME:
Al Amal Sports Club Atbara
PAÍS: Sudão (Atbara)
RESUMO: Embora tenha o escudo e o uniforme em auriazul, a equipe sudanesa é conhecida como “Os Leopardos”, animal considerado um dos “5 gigantes” da fauna africana. Fundado em 1946, o clube joga no estádio de mesmo nome.


NOME:
Amal Bou Saâda
PAÍS: Argélia (Bou Saâda)
RESUMO: Também conhecida como A Bou Saâda, ou ABS, a equipe argelina costuma ter cadeira cativa na 2ª divisão do país. Como exibido em seu escudo, sua fundação ocorreu em 1941. O clube ostenta a cor verde como predominante em seu uniforme.


NOME:
Amel Sports Baladiat Maghnia
PAÍS: Argélia (Maghnia)
RESUMO: Outra equipe que comumente tem seu nome abreviado (ASB Maghnia, ou ASBM), os alvirrubros foram fundados recentemente, em 1996. Assíduo frequentador das divisões inferiores da Argélia, seu uniforme é muito semelhante ao do América-RJ.


NOME:
Amel Baladiat Chelghoum Laïd
PAÍS: Argélia (Chelghoum Laïd)
RESUMO: Camisa titular semelhante ao do Sassuolo, e a reserva lembrando a de outra equipe do Calcio, a Internazionale; assim entra em campo este humilde clube argelino fundado no final dos anos 80 e cujo escudo sofreu mudanças através de sua recente história.


NOME:
Amel Baladiet Mérouana
PAÍS: Argélia (Mérouana)
RESUMO: Os aurinegros de Mérouana, na província de Batna, precisam de fato acreditar no significado de seu nome: embora fundado em 1933, o clube não alcançou grandes feitos em sua história e costuma marcar presença na 3ª divisão nacional.


NOME:
Al Amal Maaraka
PAÍS: Líbano (Maaraka)
RESUMO: O clube, comumente presente na 3ª divisão libanesa, é o representante da localidade de Maaraka (também grafada Maarakeh), uma antiga vila no distrito de Tiro, no sul do país. O nome da cidade significa “Campo de Batalha”.


8. AL AMIR AL BAHRAWI (AL AMIR = O PRÍNCIPE, daí O PRÍNCIPE Bahrawi)


NOME:
Al Amir Al Bahrawi Club
PAÍS: Sudão (Cartum)
RESUMO: Humilde agremiação da capital do país, a equipe alviverde é mera coadjuvante na Liga Sudanesa, onde costumeiramente faz parte das divisões inferiores. Como exibido na parte superior do seu escudo, o clube foi fundado no ano de 1948.


9. AL ANDALUS (A ANDALUZIA / A PENÍNSULA IBÉRICA)


NOME:
Al Andalus Tobruk
PAÍS: Líbia (Tobruk)
RESUMO: O clube da cidade portuária de Tobruk carrega em seu nome a forma com a qual os muçulmanos se referiam à Península Ibérica quando de sua invasão pelos árabes no ano 711. Hoje em dia, apenas a região sul da Espanha carrega essa denominação: Andaluzia.  


10. AL ANSAR (OS APOIADORES / OS TORCEDORES / OS ADEPTOS)


NOME:
Al Ansar Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Medina)
RESUMO: Arquirrival do Ohod, com quem faz o clássico de Medina, o Al Ansar atua no estádio de mesmo nome. O clube foi fundado em 1953 (1373 no calendário islâmico), e nos últimos anos vem alternando entre a 2ª e a 3ª divisão do Campeonato Saudita. 


NOME:
Al Ansar Sports Club
PAÍS: Líbano (Beirute)
RESUMO: Hendecacampeão nacional entre as temporadas 1987/88 e 1998/99 (não houve campeonato em 1988/89), o Al Ansar detém o recorde de títulos consecutivos e absolutos dentro do futebol libanês. Não à toa, o clube é conhecido como o “Líder Verde”.


11. AL ANWAR (AS LUZES)


NOME:
Al Anwar Sports Club Al Abyar
PAÍS: Líbia (Al Abyar)
RESUMO: O clube, fundado em 1960, tem como sede a cidade de Al Abyar, que serviu como um antigo campo de concentração italiano para as tribos nômades e para os integrantes do movimento de resistência líbio, que viviam no leste do país, na região da Cirenaica.


12. AL ARABI (O ÁRABE)


NOME:
Al Arabi Sports Club
PAÍS: Qatar (Doha)
RESUMO: Segundo clube mais antigo e possuidor da maior torcida do país, o Al Arabi é um dos times mais bem sucedidos do Qatar. Os “Diabos Vermelhos” também são conhecidos como o “Time dos Sonhos”. Fundado em 1952, há um falcão cerimonial em seu escudo.


NOME:
Al Arabi Sports Club
PAÍS: Kuwait (Cidade do Kuwait)
RESUMO: Conhecidos como “Os Verdes” e também como “Os Chefes”, o Al Arabi foi o primeiro time kuwaitiano da história a competir na AFC Cup, o 2º campeonato de clubes mais importante da Ásia. Seu estádio tem capacidade para 26 mil espectadores.


NOME:
Al Arabi Cultural Sports Club
PAÍS: Emirados Árabes (Umm al Qaywayn)
RESUMO: Donos de uma rara camisa bipartida verticalmente em azul e branco, o Al Arabi costumeiramente joga a 2ª divisão emiradense. Além disso, quando mandante, atua em um acanhado estádio com capacidade para apenas 3 mil espectadores.


NOME:
Al Arabi Sports Club
PAÍS: Síria (Sueida)
RESUMO: O Al Arabi representa As-Suwayda (Sueida, na forma aportuguesada), uma cidade com uma grande ascendência da comunidade drusa, um grupo religioso minoritário, porém autônomo, que habita além da Síria, o Líbano, a Jordânia e Israel.


NOME:
Al Arabi Saudi Sports Club
PAÍS: Arábia Saudita (Unaizah)
RESUMO: Fundada em 1958, a agremiação carrega o nome da cidade natal na parte inferior do seu distintivo. O Al Arabi Saudi é um clube poliesportivo, mas com destaque para o futebol, o basquete e o handebol. Sua alcunha é “O Cavaleiro Vermelho”.


NOME:
Al Arabi Sports Club
PAÍS: Jordânia (Irbid)
RESUMO: O Estádio Al Hassan, com capacidade para 15 mil pessoas, é a casa dessa equipe alvirrubra que surgiu em 1945. Irbid, conhecida na antiguidade como Arbela, possui a segunda maior população metropolitana do país, atrás apenas da capital, Amã.


13. AL BADAYA (O INÍCIO)


NOME:
Al Badaya Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Badaya)
RESUMO: O Al Badaya é um pequeno clube saudita da província de Al Qassim, que milita entre as divisões inferiores do país. Fundado em 1965, atua no Al Amal Club Stadium, com capacidade para apenas 3 mil torcedores.


14. AL BAHRI (O NAVAL / O MARÍTIMO)


NOME:
Al Bahri Sports Club
PAÍS: Iraque (Basra)
RESUMO: Fundado em 1976, o clube da Marinha Iraquiana seria dissolvido em 1990 por ordem do Ministério da Defesa (o mesmo ocorreu com todas as outras equipes militares do país); porém, o Al Bahri foi refundado em 1993 e alcançou a elite nacional em 2016/17.


15. AL BAQA’A (O PONTO / O LOCAL)


NOME:
Al Baqa’a Club
PAÍS: Jordânia (Amã)
RESUMO: O clube da capital jordaniana foi formado por um campo de refugiados palestinos em 1968. Devido ao monocromático uniforme titular, a equipe é conhecida pela alcunha “Al Khayl Al Aswad”, que quer dizer “O Cavalo Negro”.


16. AL BIDDA (A MANIA / O MODISMO)


NOME:
Al Bidda Sports Club
PAÍS: Qatar (Doha)
RESUMO: O Al Bidda representa o distrito de mesmo nome, localizado em Doha, capital do Qatar. O clube é muito novo, tendo sido criado em 2015 e estreado apenas na temporada 2018/19. Seu primeiro uniforme é todo branco, enquanto o reserva é 100% negro.


17. AL BOURJ (A TORRE)


NOME:
Al Bourj Football Club
PAÍS: Líbano (Bourj El Barajneh)
RESUMO: Campeões da Copa do Líbano em 1993, os aurinegros experimentariam o outro lado da moeda ao serem rebaixados para a 4ª divisão nacional em 2008. A sua fanática torcida acabaria por lançar no país o conceito dos “torcedores Ultra” em 2018, na 2ª divisão.


18. AL DRAE (O ESCUDO)


NOME:
Al Drae Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Ad Dawadimi)
RESUMO: Comumente atuando pela 3ª divisão nacional, o clube recebe seus visitantes no Al Drae Club Stadium, com capacidade para 7 mil espectadores. Na Copa do Rei de 2019, foi sumariamente goleado pelo Al Hilal, por 9 a 0, mas ao menos a partida foi fora de casa.


19. AL EGTMAAEY (O SOCIAL)


NOME:
Al Egtmaaey Tripoli Sports Club
PAÍS: Líbano (Trípoli)
RESUMO: Clube que normalmente alterna entre a 2ª e a 3ª divisão, o Egtmaaey disputa com o AC Trípoli o chamado “Derby do Norte”, um jogo que costuma acirrar os ânimos da 2ª maior cidade do país. Fundado em 1956, seu estádio pode receber até 22 mil pessoas.


20. AL ETTIFAQ / AL ITTIFAQ (O ACORDO)


NOME:
Al Ettifaq Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Dammam)
RESUMO: Fruto da fusão de três equipes em 1944 (daí o nome do time) e com data de fundação em 1945, “O Cavaleiro de Ad Dahna” se tornou o 1º clube saudita campeão de um torneio internacional – A Liga dos Campeões Árabes – e o primeiro campeão nacional invicto.


NOME:
Al Ittifaq Football Club
PAÍS: Emirados Árabes (Dubai)
RESUMO: Diferentemente de seu xará saudita, o Al Ittifaq Dubai é um clube novinho em folha: foi fundado em 2020. O time aurinegro, que começou sua caminhada profissional na 2ª divisão nacional, planeja para um futuro próximo competir a partir da categoria sub-8.


21. AL FALAH (O FAZENDEIRO)


NOME:
Al Falah Sports Club Atbara
PAÍS: Sudão (Atbara)
RESUMO: Este pequeno clube sudanês foi fundado em 1948, mas não possui tradição de títulos no país. Sua sede é localizada na cidade de Atbara, conhecida nacionalmente como a “Cidade Ferroviária”, no estado do Rio Nilo, nordeste do Sudão.


22. AL FATEH (O CONQUISTADOR)


NOME:
Al Fateh Sports Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Hofuf)
RESUMO: Este clube, que alcançou o seu 1º e surpreendente título de campeão nacional na temporada 2012/13, é conhecido como “Al Namothji” (O Modelo), pelo fato de que quase todas as suas equipes, em diferentes modalidades esportivas, estejam na 1ª divisão do país.


23. AL FOTUWA / AL FUTUWA (O VALENTÃO / O BRIGÃO / O RUFIA, no Português Europeu, termo usado para designar quem gosta de se meter em brigas)


NOME:
Al Fotuwa Sports Club
PAÍS: Síria (Deir ez-Zor)
RESUMO: Fundado em 1930 como Ghazi Club e renomeado 20 anos depois, “O Cavaleiro Azul” conquistou dois títulos nacionais consecutivos na virada dos anos 80 para os 90. O estádio municipal da cidade tem capacidade para receber até 13 mil pagantes.


24. AL HAIT (A MURALHA, O MURO, A PAREDE)


NOME:
Al Hait Sports Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Hait)
RESUMO: Representante da cidade de mesmo nome, na província do Ha’il (uma das 13 da Arábia Saudita), o Al Hait é um minúsculo clube que costuma fazer parte da 4ª divisão nacional. A figura de uma muralha (que dá nome à equipe) se encontra em seu emblema.


25. AL HALA (O STATUS / O ESTADO)


NOME:
Al Hala Club
PAÍS: Bahrein (Al Muharraq)
RESUMO: Fundada como Al Eshterak em 1952, a equipe foi renomeada para Al Hala seis anos depois. Mesmo passando por uma fusão com o Al Jazeera em 1973, manteve seu nome. O clube da camisa laranja foi campeão nacional pela 1ª vez em 1979.


26. AL HEDOOD (A FRONTEIRA) / HARAS EL HEDOOD (OS GUARDIÕES DA FRONTEIRA)


NOME:
Al Hedood Sports Club
PAÍS: Iraque (Bagdá)
RESUMO: Fundado pelo Comando da Guarda de Fronteira do Ministério do Interior, em 1976, este clube poliesportivo possui maiores destaques no jiu-jítsu, kickboxing e no wrestling do que propriamente no futebol. Em seu escudo se destacam os 5 anéis olímpicos.


NOME:
Haras El Hedood Sports Club
PAÍS: Egito (Alexandria)
RESUMO: Fundado em 1932 sob o nome Khafr El Sawahel Social SC, acabaria por ser renomeado em 1974. O clube se localiza no bairro de El Max, considerada a possível localização do complexo de mosteiros cristãos de Pempton, do final do Egito Romano.


27. AL HERAFYEEN (O ARTESÃO)

NOME: Al Herafyeen Sports Club
PAÍS: Síria (Aleppo)
RESUMO: A equipe fundada em 1988 atua no estádio Ri’ayet Al Shabab, com capacidade para 10 mil espectadores. O clube estreou na 1ª divisão síria apenas na temporada 2017/18, porém, a alegria durou pouco: o time caiu em sua segunda participação na elite.


28. AL HILAL (O CRESCENTE / A LUA CRESCENTE)


NOME:
Al Hilal Saudi Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Riad)
RESUMO: Time de maior torcida do país e considerado o “clube dos príncipes”, o Al Hilal detém o maior número de títulos oficiais da Arábia. A equipe já contou com Zagallo, Lazaroni e Joel Santana no seu comando técnico, além de Rivellino e Thiago Neves em seu elenco.


NOME:
Al Hilal Club
PAÍS: Sudão (Omdurman)
RESUMO: Recordista de títulos na história do futebol nacional, o Al Hilal tem sede na maior cidade do país, Omdurman, que é o coração do esporte bretão no Sudão. Conhecido como “O Líder do País”, o clube foi o 1º no mundo a ser fundado com este nome, em 1930.


NOME:
Al Hilal Sports Club
PAÍS: Sudão (Kadougli)
RESUMO: Embora comumente participante da 1ª divisão nacional, esta equipe fundada em 1962 não tem um histórico de títulos no país. Sua camisa é listrada verticalmente em dois tons de azul, lembrando a do San Telmo, da Argentina.


NOME:
Al Hilal Sports Club
PAÍS: Sudão (El Obeid)
RESUMO: Equipe muito tradicional do país, fundada em 1931, o Al Hilal ainda busca alcançar a glória dentro do futebol sudanês. Sua sede fica no estado do Cordofão do Sul, na cidade de El Obeid, que em tradução literal quer dizer “o branco”.


NOME:
Al Hilal Alsahil Sports Club
PAÍS: Sudão (Porto Sudão)
RESUMO: A equipe fundada em 1937 sentiu o gosto da glória ao se sagrar campeã nacional na temporada 1992/93, um raro caso de uma conquista de um clube de fora da cidade de Omdurman. O Al Hilal tem como sede a cidade de Porto Sudão, no estado do Mar Vermelho.


NOME:
Al Hilal Al Fasher Educational Sports Club
PAÍS: Sudão (Al Fasher)
RESUMO: Clube que joga em um estádio que possui o mesmo nome da cidade, com lotação máxima de 10 mil espectadores, o Al Hilal ESC não consegue competir contra os grandes do país. Já a cidade de Al Fasher é a capital do estado de Darfur do Norte.


NOME:
Al Hilal Sports Cultural & Social Club
PAÍS: Líbia (Benghazi)
RESUMO: O Al Hilal sempre viveu à sombra dos principais clubes da cidade, Al Ahly e Al Nasr. A equipe atua no estádio dos Mártires de Fevereiro, que até o ano de 2011 era chamado estádio Hugo Chávez, devido à sua amizade com o ex-ditador Muammar Gaddafi.


NOME:
Al Hilal Al Sahili Sport & Cultural Club
PAÍS: Iêmen (Al Hudaydah)
RESUMO: Surgido em 1971, este clube cujo uniforme lembra o do Cruzeiro teve seu melhor período entre 2005 e 2010, quando conquistou duas ligas e duas copas nacionais, com direito a um “double” em 2008. Sua sede fica em Al Hudaydah, localizada às margens do Mar Vermelho.


NOME:
Al Hilal United
PAÍS: Emirados Árabes (Dubai)
RESUMO: Equipe criada há pouco tempo (2019) e que iniciou sua trajetória em um dos dois grupos que formam o terceiro escalão do futebol dos Emirados Árabes, o Al Hilal United tem contado com jogadores muito jovens e oriundos de diversas nacionalidades em seu elenco.


NOME:
Al Hilal Football Club
PAÍS: Sudão do Sul (Juba)
RESUMO: Com uma bonita camisa que lembra a bandeira escocesa, o Al Hilal foi fundado em 1956 por torcedores do seu xará de Omdurman, bem antes de a independência do Sudão do Sul ocorrer, em 2011. Juba, cidade sede do clube, é a capital do país.

NOME: Al Hilal Football Club
PAÍS: Sudão do Sul (Wau)
RESUMO: Fundado em 2012, um ano após a independência da nação, o time se consagraria campeão nacional em 2018, tornando-se assim o 3º clube do país a conquistar tal taça. O Al Hilal chegou a ter o título caçado por escalação irregular, mas o recuperou no mesmo ano.


29. AL HURRIYA / EL HORREYA (A LIBERDADE)


NOME:
Al Hurriya Sports Club
PAÍS: Síria (Aleppo)
RESUMO: Com sede na cidade mais povoada da Síria, o clube foi fundado em 1952 como Al Arabi e passaria ao nome atual 20 anos mais tarde. Já no ano de 1992, a equipe alcançou os títulos do campeonato e da Copa da Síria, voltando a conquistar a liga nacional em 1994.


NOME:
El Horreya Sporting Club
PAÍS: Egito (Marsa Matruh)
RESUMO: Comumente atuando na 2ª divisão do país, o El Horreya tem sede numa cidade portuária que trocou de nome algumas vezes: Amunia, à época de Alexandre, O Grande; Paraitónion, sob o Império Bizantino; e Al Baretoun, após a conquista árabe no Egito.


30. AL HUSSEIN (Nome de origem árabe, diminutivo de Hassan, cujo significado é BOM, BONITO, daí O BOM, O BONITO)


NOME:
Al Hussein Sports Club
PAÍS: Jordânia (Irbid)
RESUMO: Nunca campeões da liga, nem da copa nacional, “Os Invasores do Norte” ao menos conquistaram a Jordan FA Shield – uma competição que antecede o início da temporada – por três vezes. O clube foi fundado em 1964 e seu estádio pode receber 12 mil pessoas.


31. AL ITTIHAD / ITTIHAD / AL ETIHAD (A UNIÃO)


NOME:
Al Ittihad Jeddah Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Jeddah)
RESUMO: Campeão asiático em 2004 e em 2005, foi o 2º representante do continente a disputar o Mundial de Clubes da Fifa (2005), perdendo apertado nas semifinais para o São Paulo (3 a 2) e terminando em 4º lugar. Fundado em 1927, é um dos maiores clubes do país.


NOME:
Ittihad Riadhi de Tanger
PAÍS: Marrocos (Tanger)
RESUMO: Mais conhecido como IR Tanger, é fruto da fusão de vários clubes, dentre eles os mais conhecidos eram o Renaissance e o Iberia. Fundado em 1983, “O Cavaleiro de Boughaz” faturou seu 1º título marroquino na temporada 2017/18, após ter sido vice em 1989/90.


NOME:
Al Ittihad Kalba Sports & Cultural Club
PAÍS: Emirados Árabes (Kalba)
RESUMO: “Os Tigres de Kalba” são uma espécie de ioiô entre a 1ª e a 2ª divisão do futebol nacional. O clube foi formado através da fusão de três agremiações: Al Shabab, Al Rooba e Al Riyadiya, no ano de 1972. Atuam no Ittihad Kalba Club Stadium, para até 8.500 pagantes.


NOME:
Al Itttihad Club/Al Etihad Club
PAÍS: Omã (Salalah)
RESUMO: Salalah é a capital da província de Dhofar, a maior dentre as 11 existentes no país, e sede do Al Ittihad Club, equipe que atua em dois estádios: o Al Saada e o Complexo Esportivo de Salalah. O time foi vice-campeão omanita na temporada 1985/86.


NOME:
Al Ittihad Club
PAÍS: Líbia (Trípoli)
RESUMO: A torcida desse clube de camisas rubras é muito fanática e conhecida como ”Torcedores Aurora Vermelha”. Uma das equipes mais bem sucedidas do país, acabou por ser formada após a fusão entre três clubes: Al Ummal, Al Nahda e Al Shabab, em 1944.


NOME:
Al Ittihad Misrata Sports Club
PAÍS: Líbia (Misrata)
RESUMO: A criação deste clube alviverde promoveu uma maior interação entre as cidades de Trípoli e Misrata; esta, a 3ª maior cidade da Líbia, uma localidade portuária muito ativa comercialmente, situada no noroeste da nação norte-africana. 


NOME:
Association Sportive et Culturelle Itttihad Assaba
PAÍS: Mauritânia (Kiffa)
RESUMO: Esta equipe mauritana joga em um estádio com capacidade para até 40 mil pessoas, o Stade Olympique. Sua mascote é o crocodilo, um dos animais mais temidos e numerosos da fauna africana e que aparece em seu escudo com uma bola na boca.


NOME:
Al Ittihad Sports Club Aleppo
PAÍS: Síria (Aleppo)
RESUMO: O clube foi formado através de fusões que resultaram no Halal Al Ahli Club, que posteriormente adotou o nome atual por decisão do governo. O time é conhecido como “Castelo Vermelho” em homenagem ao principal marco da cidade, a Cidadela de Aleppo.


NOME:
Ittihad Riadhi Baladiat El Kerma
PAÍS: Argélia (El Kerma)
RESUMO: Também conhecida com IRB El Kerma, a equipe viveu um bom momento recente, na virada para a década de 2020, ao ascender da 3ª para a 2ª divisão nacional. O clube rubro-verde joga no estádio Mohamed Khassani, com capacidade para 8 mil espectadores.


NOME:
Al Ittihad Al Ramtha Football Club
PAÍS: Jordânia (Ramtha)
RESUMO: “Os Tigres do Norte” (Nomour Al Shmal), assim é conhecida essa equipe que joga de verde dos pés à cabeça. Fundado em 1990, o clube não conseguiu nenhum título em seus 30 primeiros anos de existência. Seu estádio é o Prince Hashim, para até 5 mil torcedores.


NOME:
Al Ittihad Sports & Cultural Club
PAÍS: Iêmen (Ibb)
RESUMO: Com um uniforme semelhante ao do Internacional, este clube sempre esteve à sombra do seu rival citadino, o Al Sha’ab. Nunca campeão da liga nacional, a grande glória deste clube que surgiu em 1967 foi conquistar a Copa do Iêmen, em 1998.


32. AL JABALAIN (AS MONTANHAS)


NOME:
Al Jabalain Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Ha’il)
RESUMO: Conhecido como “Al Bunni” (O Marrom), devido à incomum cor predominante em seu uniforme, o clube foi fundado em 1959 e atua comumente na 2ª divisão saudita. O seu estádio é o Príncipe Abdul Aziz bin Musa’ed, com capacidade para 12.500 espectadores.


33. AL JAISH (O EXÉRCITO)


NOME:
Al Jaish Sports Club
PAÍS: Síria (Damasco)
RESUMO: Time mais bem sucedido do país, o Al Jaish foi o 1º campeão da AFC Cup, a segunda competição mais importante do continente. Além disso, este clube fundado em 1947 é o maior vencedor da Liga Síria. Atua no Abbasiyyin Stadium, para 30 mil pessoas.


34. AL JALA (A EVACUAÇÃO / A FUGA)


NOME:
Al Jala Sports Club
PAÍS: Palestina (Faixa de Gaza)
RESUMO: Muitos dos últimos campeonatos da Liga da Faixa de Gaza (que é disputada desde o ano de 1984) foram interrompidos devido ao conflito israelense-palestino. O Al Jala encerrou a década de 2010 sem títulos, mas ainda assim vem obtendo boas colocações.


35. AL JALEEL (A GALILEIA)


NOME:
Al Jaleel Sports Club
PAÍS: Jordânia (Irbid)
RESUMO: Clube formado por um campo de refugiados palestinos cujo nome homenageia uma vila árabe, “O Monstro do Norte” foi fundado em 1953, mas apenas no início de 2021 alcançou o seu 1º título: a Jordan Shield Cup, a 3ª competição mais importante do país.  


36. AL JAZEERA / AL JAZIRA / JAZEERA / JAZEERAT (A ILHA – Em um contexto mais generalizado: A PENÍNSULA ARÁBICA)


NOME:
Al Jazira Club
PAÍS: Emirados Árabes (Abu Dhabi)
RESUMO: Conhecido como “Al Ankabout” (A Aranha), o clube é uma das principais forças da capital do país. Fundado em 1974, o Al Jazira esteve prestes a eliminar o todo poderoso Real Madrid nas semifinais do Mundial de Clubes de 2017, mas acabou levando a virada (2 a 1).


NOME:
Al Jazeera Sports Club Hasakah
PAÍS: Síria (Al Hasakah)
RESUMO: “Os Leões Orientais” costumam se encontrar numa gangorra entre a 1ª e a 2ª divisão do país. Fundado em 1941, o clube colorado atua no Al Baladi Stadium Hasakah, que comporta até 25 mil espectadores, um estádio grande para os padrões sírios.


NOME:
Al Jazeera Sports Club
PAÍS: Egito (Marsa Matruh)
RESUMO: Esta equipe, também conhecida pelo acrônimo JAZ, foi fundada apenas em 2008, não tendo obtido título algum em seus primeiros anos, além de ser figurinha fácil em um dos três grupos que compõem a 2ª divisão dentro da pirâmide do futebol egípcio.


NOME:
Al Jazeera Club
PAÍS: Jordânia (Amã)
RESUMO: “Al Shayateen Al Houmr”, ou “Os Diabos Vermelhos”, assim é conhecido esse clube poliesportivo fundado em 1947 e que foi três vezes campeão nacional nos anos 50. Atua no Estádio Internacional de Amã, com capacidade para 17.619 pessoas.


NOME:
Jazeera Sports Club
PAÍS: Somália (Mogadíscio)
RESUMO: Fundado como Mogadishu United em 1999, o clube apenas alcançaria a elite nacional na temporada 2016/17, porém, foi rebaixado e só retornaria à 1ª divisão em 2019. O clube atua no Banadir Stadium, com capacidade para 15 mil espectadores.


NOME:
Jazeerat Al Feel Sports Club
PAÍS: Sudão (Wad Madani)
RESUMO: Este clube, cuja tradução de seu nome é “Ilha do Elefante”, possui o uniforme semelhante ao do Palmeiras e a mascote do Linense. Fundado em 1936, o alviverde recebe seus adversários no Stade Wad Madani, que possui capacidade para 5 mil pagantes.


37. AL JEEL / JIL (A GERAÇÃO)


NOME:
Al Jeel Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Hasa)
RESUMO: Fundado no 1º dia de 1976 (ano de 1396 no calendário árabe), o Al Jeel é presença constante na 2ª divisão saudita. O estádio onde atua é o Prince Abdullah bin Jalawi, que comporta 20 mil pessoas, e sua cidade-sede fica na Província Oriental, no leste do país.


NOME:
Jil Saad Haï Djebel
PAÍS: Argélia (Bourouba)
RESUMO: A tradução em árabe argelino do nome do clube seria algo do tipo “Nova Geração do Bairro da Montanha”. A equipe rubro-negra é figurinha carimbada na 3ª divisão nacional. Bourouba, local de sua sede, está localizada 10 km a sudeste da capital do país, Argel.


38. AL JIHAD (A GUERRA SANTA, mas também: EMPENHO, ESFORÇO, LUTA)


NOME:
Al Jihad Sports Club
PAÍS: Síria (Qamishli)
RESUMO: Fundado em 1962, este clube coleciona passagens na 1ª e na 2ª divisão do futebol sírio. Quando anfitrião, atua no estádio 7 de Abril, com capacidade para 10 mil pessoas. Já sua cidade natal fica no extremo nordeste do país, muito próxima à Turquia.


39. AL KAHRABAA (A ELETRICIDADE)


NOME:
Al Kahrabaa Football Club
PAÍS: Iraque (Bagdá)
RESUMO: Fundado pelo Ministério da Eletricidade em julho de 2001, o clube já viveu a glória do acesso e a tristeza do rebaixamento entre as duas primeiras divisões do futebol nacional, além de um vice-campeonato da Copa do Iraque, na temporada 2018/19.


40. AL KARAMAH (A DIGNIDADE)


NOME:
Al Karamah Sports Club
PAÍS: Síria (Al Homs)
RESUMO: O Al Karamah é uma das maiores forças do país e foi o 1º time sírio a alcançar a final da Champions asiática, em 2006. “As Águias Azuis” costumam alçar voos altos dentro do país, onde estão dentre as equipes mais antigas, já que o clube foi fundado em 1928.


41. AL KARMEL (O CAMPO FÉRTIL / O JARDIM)


NOME:
Al Karmel Sports Club
PAÍS: Jordânia (Al Karmel)
RESUMO: Essa equipe cuja sede se localiza na cidade de mesmo nome, nos arredores de Irbid, foi fundada em 1969 e costuma frequentar as divisões inferiores do país. Seu estádio multiuso é o Al Hassan, para 12 mil espectadores, próximo à Universidade de Yarmouk.


42. AL KAWKAB / KAWKAB (O PLANETA)


NOME:
Al Kawkab Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Kharj)
RESUMO: Com títulos e vice-campeonatos na 3ª e na 2ª divisão saudita, o clube foi rebaixado nas duas primeiras vezes em que esteve na elite nacional, ainda assim, essa equipe fundada em 1968 é conhecida como “Fakhar Al Kharj”, ou seja, “O Orgulho de Al Kharj”.


NOME:
Kawkab Athlétique Club de Marrakech
PAÍS: Marrocos (Marrakech)
RESUMO: Embora campeão marroquino em 1958 e 1962, a conquista que mais deixou a torcida alvirrubra “pra lá de Marrakech” foi o tricampeonato da Taça do Trono – a Copa do Marrocos –, obtido em 1963/64/65, pois o KACM foi o primeiro a alcançar tal feito no país.


43. AL KHALEEJ (O GOLFO)


NOME:
Al Khaleej Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Saihat)
RESUMO: Este clube poliesportivo tem equipes em pelo menos 10 modalidades, com maior destaque para o handebol. Já no futebol, esse time de uniforme todo amarelo costuma atuar pela 2ª divisão saudita, tendo sido campeão na temporada 2005/06.


NOME:
Khaleej Sirte Sports Club
PAÍS: Líbia (Sirte)
RESUMO: Fundado como Sirte em maio de 1963, o clube acabaria adotando a denominação atual apenas em 1999. Seu uniforme é cromaticamente um tanto curioso, formado por camisas listradas verticalmente em laranja e branco, calções negros e meiões brancos.


44. AL KHARAITIYAT (A CARTOGRAFIA)


NOME:
Al Kharaithiyat Sports Club
PAÍS: Qatar (Al Khor)
RESUMO: Tendo sido fundado em 1996, o clube tem vivido acessos e quedas entre a 1ª e a 2ª divisão qatari. Conhecidos como “Os Trovões”, seu uniforme titular é todo azul. Arturzinho e Luizinho Tombo, ídolos de Bangu e América-RJ respectivamente, já treinaram a equipe. 


45. AL KHOLOOD (A IMORTALIDADE)


NOME:
Al Kholood Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Rass)
RESUMO: O tricolor da Província de Al Qassim tem uniforme predominantemente rubro-verde, mas com uma das mangas em branco, combinando com os meiões. Sua cidade, Al Rass, foi mencionada em um poema de Hassan Bin Thabit, amigo do profeta Maomé.


46. AL KHOR (O RIACHO / A BAÍA)


NOME:
Al Khor Sports Club
PAÍS: Qatar (Al Khor)
RESUMO: Em uma localidade onde a pesca foi o esteio de sua população em tempos passados, surgiria em 1951 o que viria a ser o Al Khor, fundado por petroleiros. O clube adotaria o futebol 10 anos depois, mas a atual denominação só apareceria em 2004.


47. AL KHUMS (O QUINTIL, significando a 5ª parte, 1/5, 20% de algo)


NOME:
Al Khums Sports Cultural Social Club
PAÍS: Líbia (Al Khums)
RESUMO: Em meados da década de 50, se percebeu a necessidade da criação de entretenimentos artísticos, culturais e esportivos em algumas regiões do norte da Líbia, daí a criação do Al Harati, em 1958, que mudaria sua denominação para a atual, em 2012.


48. AL MADAM (A SENHORA / A MADAME)


NOME:
Al Madam Culture & Sport Club
PAÍS: Emirados Árabes (Sharjah)
RESUMO: Fundado em 2013 objetivando maior lazer e opções esportivas e culturais para as mulheres e os jovens da região, o clube dispõe de quadras de vôlei, basquete, handebol, etc. O futebol não tem destaque, inclusive com o time profissional licenciado ao final de 2020.


49. AL MADINA (A MEDINA)


NOME:
Al Madina Al Monawara Sports Club
PAÍS: Egito (Luxor)
RESUMO: Se o clube rubro-negro, fundado em 1977, não desfruta de grandes resultados, sua cidade-sede é grandiosa: Luxor é considerado o maior museu a céu aberto do mundo, inclusive, as ruínas dos templos de Karnak e Luxor se encontram dentro da cidade moderna.


NOME:
Al Madina Sports Club
PAÍS: Líbia (Trípoli)
RESUMO: Conhecido como “O Castelo Negro”, foi fundado em 1953 e seria campeão líbio em 1976, 1983 e 2001. Além do futebol, o basquete é a outra modalidade esportiva presente em seus quadros sociais. Joga no Estádio Internacional de Trípoli, para 65 mil torcedores.


50. AL MAJD (A GLÓRIA)


NOME:
Al Majd Sports Club
PAÍS: Síria (Damasco)
RESUMO: Fundado em 1932 como Damascus Al Ahly Club, a equipe teve como maiores glórias a conquista de duas Copas da Síria (1961 e 1978), além do Torneio Internacional de Damasco, em 2009, uma competição que reuniu clubes de alguns países do mundo árabe.


51. AL MALAKIA (A PROPRIEDADE)


NOME:
Al Malakia Sport, Social & Cultural Club
PAÍS: Sudão do Sul (Juba)
RESUMO: Os “Red Devils” do Sudão do Sul foram tricampeões da copa nacional, em 2013, 14 e 15. A equipe alvirrubra atua no Juba Stadium, com capacidade para 12 mil pessoas, mas há planos do governo local para a construção de um estádio para 35 mil espectadores.


52. AL MASRY (O EGÍPCIO)


NOME:
Al Masry Sporting Club
PAÍS: Egito (Porto Said)
RESUMO: Também conhecido como El Masry, foi fundado em 1920 por um grupo de nacionalistas quando da ocupação do Egito pelos britânicos. No clube se reuniam os líderes do conselho estudantil de Porto Said durante as revoltas contra a colonização.


53. AL MATAR (O AEROPORTO)


NOME:
Al Matar Football Club
PAÍS: Qatar (Doha)
RESUMO: A Qatar Amateur League é uma espécie de 3º escalão do futebol qatari e é organizada pelo Comitê das Ligas Subsidiárias da Associação de Futebol do Qatar. O Al Matar é um de seus clubes, e próximo à sua sede se encontrava o antigo Aeroporto de Doha.


54. AL MERREIKH (O PLANETA MARTE)


NOME:
Al Merreikh Sporting Club
PAÍS: Sudão (Omdurman)
RESUMO: Fundado em 1908 como Al Masalam, o Al Merreikh assumiu a denominação atual em novembro de 1927. O clube disputa com o Al Hilal a supremacia não só da cidade, mas de todo o país em número de títulos. A equipe conquistou a Recopa Africana em 1989.


NOME:
Al Merreikh Al Fasher Football Club
PAÍS: Sudão (Al Fasher)
RESUMO: Sétimo melhor time no ranking sudanês até o final da década de 2010, o clube joga no Al Fasher Stadium, para 10 mil pessoas. Sua cidade natal é a capital do wilayat de Darfur do Norte, um dos 18 estados do país, com mais de 1,5 milhão de habitantes.


NOME:
Al Merreikh Sports Club
PAÍS: Egito (Porto Said)
RESUMO: Este clube fundado no primeiro dia de 1952 tem sua sede em Porto Said, cidade localizada na costa do Mar Mediterrâneo, à entrada do importantíssimo Canal de Suez. A equipe aurinegra comumente atua no segundo escalão do futebol egípcio.


NOME:
Al Merreikh Football Club
PAÍS: Sudão do Sul (Juba)
RESUMO: Inspirados em seus ex-compatriotas mais ao norte, o clube copiou não só o seu nome, mas também suas cores. O time surgiu no mesmo ano da independência do país e conseguiu um “double” em 2018, ao conquistar a copa e o campeonato nacional. 


55. AL MINA’A (O PORTO)


NOME:
Al Mina’a Sports Club
PAÍS: Iraque (Basra)
RESUMO: Uma das equipes mais populares do sul do país, tornou-se o primeiro time fora de Bagdá a conquistar a liga nacional (temporada 1977/78) e a disputar a AFC Champions (2006). É um clube poliesportivo e é conhecido como “Al Safana”, ou seja, “Os Marinheiros”.


56. AL MISFAT / AL MASAFI (A REFINARIA)


NOME:
Baniyas Al Misfat Sports Club
PAÍS: Síria (Baniyas)
RESUMO: Surgido em 1989, o clube chegou à elite na temporada 2011/12. Localizada no noroeste do país, Baniyas é um sítio arqueológico: nos tempos fenícios e gregos era um importante porto; mais tarde, foi também uma antiga fortaleza dos Cavaleiros Hospitalários.


NOME:
Al Masafi Al Wasat Football Club
PAÍS: Iraque (Bagdá)
RESUMO: Fundado em 1992 e oriundo da capital do país, o clube foi amador durante quase seus 20 primeiros anos de história, até conseguir ascender ao patamar mais alto do futebol nacional na temporada 2009/10. Seu estádio tem capacidade para 5 mil pessoas.


57. AL MOJZEL / AL MUJAZZAL (O FUSO, O EIXO)


NOME:
Al Mojzel Footbal Club/Al Mujazzal FC
PAÍS: Arábia Saudita (Al Majma’ah)
RESUMO: Este clube já foi do céu ao inferno rapidamente: após subir à elite pela 1ª vez como campeão da 2ª divisão da temporada 2015/16, a equipe acabaria por ser rebaixada à 3ª divisão pela Federação Saudita, devido a um esquema de manipulação de resultados. 


58. AL MOKAWLOON (OS EMPREITEIROS)


NOME:
Al Mokawloon Al Arab Sporting Club
PAÍS: Egito (Cairo)
RESUMO: Também conhecido como “The Arab Contractors SC”, foi fundado em 1973, pelo político, empreiteiro, engenheiro e empresário Osman Ahmed Osman, como clube oficial de sua empresa, a maior do ramo da construção em todo o Oriente Médio àquela época.


59. AL MOOJ (A ONDA)


NOME:
Al Mooj Club
PAÍS: Emirados Árabes (Al Jazirah Al Hamra)
RESUMO: O time é dos mais novos, tendo sido fundado em 2019, começando na 3ª divisão. Sua cidade-sede, cuja tradução quer dizer “A Ilha Vermelha”, possui um grande número de construções abandonadas, incluindo uma mesquita que, para muitos, seria mal-assombrada.


60. AL NABI CHIT (O PROFETA SETH)


NOME:
Al Nabi Chit Sports Club
PAÍS: Líbano (Al Nabi Shayth)
RESUMO: Fundado em 1986 como Al Nabi Chit, o clube trocou de nome em 2018, passando a se chamar Bekaa SC, mas em 2020 retornou à denominação original. A localidade que abriga o clube tem esse nome, pois se acredita que ali jaz Seth, o 3º filho de Adão e Eva. 


61. AL NAFT (O ÓLEO) / NAFT AL WASAT (O ÓLEO DO ORIENTE MÉDIO)


NOME:
Al Naft Sports Club
PAÍS: Iraque (Bagdá)
RESUMO: Também conhecido como Petroleum SC, o clube fundado em 1979 jamais foi rebaixado em seus primeiros 40 anos de vida, porém, tampouco sentiu o gostinho de erguer uma taça. A equipe foi criada pelo Ministério do Petróleo e seria registrada três anos depois.


NOME:
Naft Al Wasat Sports Club
PAÍS: Iraque (Najaf)
RESUMO: Fundado em 2008, o clube passou três anos na 3ª divisão e outros três na 2ª. Já na temporada 2014/15, em sua estreia na elite, a equipe arrebatou, nos pênaltis, o seu primeiro título iraquiano. A equipe é conhecida como “Os Rouxinóis do Eufrates”.


62. AL NAHDA (O RENASCIMENTO)


NOME:
Al Nahda Club
PAÍS: Arábia Saudita (Dammam)
RESUMO: Ao longo de sua história iniciada em 1949, o clube negro-azul foi algumas vezes campeão e outras vezes vice tanto do 2º quanto do 3º escalão nacional. Na temporada 2007/08, tornou-se a 1ª equipe a chegar à final da copa nacional estando na 2ª divisão.


NOME:
Al Nahda Club
PAÍS: Omã (Buraimi)
RESUMO: Conhecido como “Al Aneed”, “O Tenaz”; a equipe foi campeã omanita em 2007, 2009 e 2014, tendo levado também a Supertaça nas duas últimas oportunidades. Embora o futebol seja o seu carro-chefe, o clube também possui equipes de vôlei, hóquei, squash, etc.


NOME:
Nahda Club Barelias
PAÍS: Líbano (Barelias)
RESUMO: Homônimo de uma equipe conhecida como “Diabos Negros”, que conquistou 5 títulos nacionais entre os anos 30 e 40 e que foi extinta nos anos 90, o clube foi fundado em 1986, joga de camisas amarelas e alterna participações entre a 2ª e a 3ª divisão do país.


63. AL NAJMA(H) / NEJMEH / AL NOJOOM / ANNAJMA / AL NEJMA (A ESTRELA)


NOME:
Al Najma Sports Club
PAÍS: Bahrein (Manama)
RESUMO: Esse clube poliesportivo que também possui equipes de handebol, vôlei e basquete, possui um vasto histórico de fusões: Al Wahda, Al Arabi, Al Hilal, Al Qadisiya e Ras Al Rumman se juntaram ao Al Najma para formarem a atual agremiação estrelada.


NOME:
Nejmeh Sporting Club
PAÍS: Líbano (Beirute)
RESUMO: Um dos clubes mais populares do país, “O Time da Estrela” é também conhecido como “Castelo Borgonha” (em alusão à sua cor, uma espécie de vermelho bordô), além disso, é o maior vencedor de copas nacionais do Líbano. O clube foi fundado em 1945.


NOME:
Annajma Sports Club/Al Nejma SC
PAÍS: Líbia (Benghazi)
RESUMO: Esse clube de uniforme rubro-anil costuma atuar nas divisões inferiores. Fundado em 1943, sua sede é Benghazi, a segunda maior cidade do país, além de ser um dos dois grandes polos do futebol líbio, e cujo nome significa “Filho (Ben) do Guerreiro (Ghazi)”.


NOME:
Al Najmah Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Unaizah)
RESUMO: Clube que nutre uma grande rivalidade com o Al Arabi Saudi, o Al Najmah foi fundado em 1960 sob a denominação Al Nahda. Conhecido como “A Estrela de Unaizah”, atua no Al Najma Club Stadium, cuja capacidade máxima é de 3 mil espectadores.


64. AL NASSR / NASSER / NASR / AL NASR / AL NASER / ALNASER / AL NASSER (A VITÓRIA)


NOME:
Al Nassr Athletic, Social and Cultural Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Riad)
RESUMO: Fundado em 1955, o clube só se tornou profissional cinco anos depois. Por ter sido campeão da Supercopa Asiática de 1998, a equipe se tornou a 1ª do continente a disputar o Mundial de Clubes, em 2000, onde caiu na 1ª fase, mas ficou com o prêmio Fair Play.


NOME:
Al Nasr Sports Club
PAÍS: Emirados Árabes (Dubai)
RESUMO: Mais antigo clube do país, fundado em 1945 ainda sob a denominação Al Ahli, é conhecido como “A Onda Azul”. Os seus tempos dourados ocorreram entre os anos 70 e 80, quando obtiveram quase todos seus principais títulos conquistados até hoje.


NOME:
Al Naser Sporting Club
PAÍS: Kuwait (Ardiyah)
RESUMO: Conhecido como “Al Inabii” (O Borgonha) e também por “Al Sougour” (Os Falcões), conquistou a 2ª divisão em 3 décadas diferentes e teve a chance de jogar a AFC Cup, 2ª mais importante competição asiática, em 2011, caindo na 1ª fase.


NOME:
Al Nasr Sports Club
PAÍS: Omã (Salalah)
RESUMO: A princípio uma equipe que organizava partidas de futebol de praia, o time surgiu oficialmente em 1970. O clube cresceu a ponto de passar a dispor de outros esportes em seus quadros, tais como hóquei na grama, squash, vôlei, basquete, badminton e handebol.


NOME:
Al Nasr Sporting Club
PAÍS: Egito (Cairo)
RESUMO: Após bater na trave do acesso à 1ª divisão na temporada 2008/09, a equipe cairota finalmente alcançaria a elite após o vice-campeonato na 2ª divisão da temporada 2013/14, porém, o rubro-anil cairia em 2017/18. O “NAS” foi fundado em 1958.


NOME:
Al Nasr Sports, Cultural and Social Club
PAÍS: Líbia (Benghazi)
RESUMO: Após um jejum de 30 anos, a equipe voltou a conquistar a liga nacional em 2017/18. Seu estádio, o 28 de março, tem esse nome pois, nesta data, em 1970, ocorreu a retirada das tropas britânicas das bases navais e militares próximas a Benghazi e Tobruk.


NOME:
Association Sportive et Culturelle Nasr de Sebkha
PAÍS: Mauritânia (Sebhka)
RESUMO: A equipe auriazul ergueu a liga nacional em 2003, 05 e 07, mas nunca foi longe em torneios continentais. O nome de sua cidade-sede, Sebhka, é um termo árabe que serve para designar um terreno salgado ou deserto de sal e, na geologia, depósitos sedimentares. 


NOME:
Nasser Club Barelias
PAÍS: Líbano (Barelias)
RESUMO: O clube recebeu jogadores sírios e palestinos que vivem nos campos de refugiados da cidade (são mais de 200 mil, quase todos da Palestina). Apesar da belíssima e louvável atitude, os auriverdes voltaram à 3ª divisão local no início desta década.


NOME:
Al Nasr Sport Team/Alnaser ST
PAÍS: Qatar (Doha)
RESUMO: Com um elenco bastante jovem, o clube conseguiu o título da 3ª divisão qatari na temporada 2017/18, ao superar na última rodada o Al Matar e ficar um ponto à frente do vice-campeão, Al Bidda, em um campeonato que reuniu 13 equipes.


NOME:
Nasr Athlétique de Hussein Dey
PAÍS: Argélia (Hussein Dey)
RESUMO: Também denominado NA Hussein Dey ou, simplesmente, NAHD, o clube é conhecido como “Sang et Or”, do francês “Sangue e Ouro”, devido às suas cores. Sua 1ª grande glória foi o título argelino de 1967, 12 anos depois, a equipe levaria a copa nacional.


65. AL NESOOR / AL NSOOR (AS ÁGUIAS)


NOME:
Al Nesoor Sports Club
PAÍS: Sudão (Omdurman)
RESUMO: Embora pertencentes a Omdurman, disparadamente o grande centro do futebol sudanês, as águias ainda não obtiveram altos voos dentro do país, principalmente devido à força da dupla Al Hilal-Al Merreikh. O clube joga com curiosas camisas verde e laranja.


 66. AL OROUBA / AL ORUBA / AL OROBA / AL OROBAH / AL UROOBA (O ARABISMO)


NOME:
Al Orouba Sporting Club
PAÍS: Omã (Sur)
RESUMO: Cognominado “Al Marid” (Os Gigantes), o time levaria 30 anos após a sua fundação para conquistar sua 1ª liga nacional (1999/00), e repetiria a dose outras três vezes em 15 anos. O clube participa de atividades sociais como museus, seminários e instituições.


NOME:
Al Orobah Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Sakakah)
RESUMO: Campeão da 2ª divisão de 2012/13 e 8º colocado na temporada posterior, os auriverdes despencaram ladeira abaixo nos anos seguintes e viraram a década na 3ª divisão nacional. A equipe surgiu em 1975, e seu estádio, o Al Orobah Club, comporta 7 mil pessoas.


NOME:
Al Urooba Club
PAÍS: Emirados Árabes (Mirbah e Qidfa)
RESUMO: Um clube, duas cidades, é o que representa o Al Urooba, fruto de uma fusão entre duas equipes, o Al Wehda (Mirbah) e o Al Najma (Qidfa), no emirado de Fujairah, um dos sete que compõem o país. O “Biverde”, como é conhecido, faturou a 2ª divisão em 1991/92 e em 2020/21.


NOME:
Sporting Cultural Club Al Oruba Zabid
PAÍS: Iêmen (Sana’a)
RESUMO: Com um distintivo um tanto semelhante ao da Roma, o clube carrega nele o mapa do mundo árabe. Em 2011, apenas três anos após a sua fundação, “A Fúria Vermelha” levantaria os troféus da Liga e da Supercopa do Iêmen. Seu estádio suporta 25 mil pessoas.


67. AL QADISIYAH / AL QADYSIA  /AL QADSIA / AL QADSIAH / AL QUADISIYA (Proveniente de QUDS; Tradução Literal: Santo. Nome de Jerusalém em árabe, daí: O SANTO ou, simplesmente, JERUSALÉM)


NOME:
Al Qadisiyah Football Club/Al Qadsiah FC
PAÍS: Arábia Saudita (Khobar)
RESUMO: O clube não está entre os grandes do país, mas aproveitou uma rara chance que teve para fisgar um título internacional: ao ganhar a Copa da Federação Saudita de 1993/94, se credenciou para a Recopa da AFC de 1994, extinta competição continental, e a venceu.


NOME:
Al Qadsia Sporting Club
PAÍS: Kuwait (Cidade do Kuwait)
RESUMO: O clube é um dos mais populares do país, disputando palmo a palmo com Al Arabi e Al Kuwait a hegemonia nacional, e tem como maior glória a Copa da AFC de 2014. O Qadsia possui outras atividades, tais como vôlei, boxe e judô. O “Castelo Amarelo” surgiu em 1953. 


NOME:
Al Quds Hilal Club
PAÍS: Palestina (Jerusalém, Cisjordânia)
RESUMO: Traduzido como “Crescente de Jerusalém”, o clube é conhecido como “Leões da Capital” e foi fundado em 1972. Além do futebol, também se destinava ao escotismo e a outros esportes, mas passou por mudanças e hoje possui centros de cultura, artes e fitness.


68. AL QANAH (O CANAL, em referência ao Canal de Suez)


NOME:
Al Qanah Sports Club/Canal SC
PAÍS: Egito (Ismailia)
RESUMO: O lugar de origem do clube é conhecido como “A Cidade da Beleza e do Encantamento” e fica situado à margem oeste do Canal de Suez que, por sua vez, é como o Al Qanah também é conhecido. A equipe foi fundada em 1935 por empreiteiros locais.


69. AL QURDABIA / AL QURDHABIYA (A CÓRDOBA/A CÓRDOVA, cidade espanhola e antigo nome de um califado árabe naquele país. Há também uma cidade argentina homônima)


NOME:
Al Qurdabia Sports Club
PAÍS: Líbia (Sabha)
RESUMO: Fundado em 1958, o clube também mantém um time de vôlei. Sua sede fica em Sabha, onde cresceu e recebeu educação secundária o ex-ditador Muammar Ghadaffi. Além disso, a cidade foi um importante centro do comércio de caravanas do país.


70. AL QUWA AL JAWIYA (A FORÇA AÉREA)


NOME:
Al Quwa Al Jawiya Club
PAÍS: Iraque (Bagdá)
RESUMO: Uma das mais populares e bem sucedidas equipes do futebol iraquiano, o clube da força aérea é também o mais antigo do país, fundado em 1931. O seu maior feito foi se tornar o 1º time asiático a conquistar por três vezes seguidas a AFC Cup, em 2016, 17 e 18.


71. AL RABITA (A LIGA, O NEXO, A ASSOCIAÇÃO)


NOME:
Al Rabita Sport Club
PAÍS: Sudão (Kosti)
RESUMO: Não é comum que esse clube alviverde, fundado em 1947, dispute a elite do campeonato local. Sua sede se encontra em Kosti, ao sul da capital do país, no estado do Nilo Branco, e curiosamente foi fundada por um comerciante grego conhecido como “Kostas”.


72. AL RAED / AL RA’ED (O PIONEIRO)


NOME:
Al Raed Saudi Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Buraidah)
RESUMO: Fundado em 1954, o clube é um ioiô do futebol saudita, com direito a sete acessos entre 1980 e 2007. O Raed foi a 1ª equipe de futebol da sua região, Al Qassim. Sua cidade-sede, Buraidah, é equidistante do Mar Vermelho, a oeste e do Golfo Pérsico, a leste. 


73. AL RASHEED / AL RASHID (O JUSTO, O RACIONAL) – Um dos 99 nomes de Deus (Allah) segundo o Islã, querendo dizer “Guia para o caminho certo”.


NOME:
Al Rasheed Sports Club
PAÍS: Iraque (Bagdá)
RESUMO: Fundado em 1983 por Uday Hussein, um dos filhos de Saddam Hussein, ascendeu logo em sua 1ª temporada e ficou na elite do país entre 1984 e 1990, quando acabou extinto pelo próprio Saddam, insatisfeito pela impopularidade do clube, tricampeão nacional de 1987 a 1989.


NOME:
Al Rasheed Ta’izz Club
PAÍS: Iêmen (Ta’izz)
RESUMO: Fundado em 1978, o clube viveu seu grande momento em 2005, ao alcançar a final da Copa do Iêmen. Sua cidade natal, Ta’izz, já foi considerada a “capital cultural do país”, porém, por motivos bélicos, atualmente é chamada de “cidade dos atiradores”.


74. AL RAWDHAH (OS JARDINS, OS PRADOS, O JARDIM DA/DE INFÂNCIA)


NOME:
Al Rawdhah Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Jishah)
RESUMO: Mais um clube que expõe em seu escudo sua data de fundação tanto no calendário gregoriano, assim como no árabe. O Al Rawdhah, embora costume militar entre as divisões inferiores do país, atua em um estádio com capacidade para 20 mil pessoas.


75. AL RAYYAN (O REGADO, O LUXURIANTE) – Segundo a tradição islâmica, este é o nome de uma das portas do paraíso.


NOME:
Al Rayyan Sports Club
PAÍS: Qatar (Al Rayyan)
RESUMO: Um dos maiores campeões do Qatar, o rubro-negro já contou com astros como Fernando Hierro e os irmãos de Boer em seu elenco, além de Laurent Blanc como seu técnico. É um clube poliesportivo que possui equipes de basquete, tênis de mesa, vôlei, etc.


76. AL SADAQA (A RETIDÃO, A CARIDADE, A BENEVOLÊNCIA)


NOME:
Al Sadaqa Sports Club
PAÍS: Líbia (Shahat)
RESUMO: O clube aurinegro costuma alternar entre as duas primeiras divisões do futebol nacional. A equipe é oriunda de Shahat, uma das primeiras cidades a cair sob o controle dos rebeldes durante a Guerra Civil Líbia, ocorrida no ano de 2011.


77. AL SADD (A BARRAGEM)


NOME:
Al Sadd Sports Club
PAÍS: Qatar (Doha)
RESUMO: Mais bem sucedida equipe do Qatar, o clube conquistou por duas vezes a AFC Champions, tendo tido o direito de representar o continente no Mundial de Clubes de 2011 (a outra conquista havia sido em 1989). O “baixinho” Romário teve breve passagem pelo time.


NOME:
Al Sadd Saudi Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Kharj)
RESUMO: Diferentemente do homônimo qatari, o Al Sadd saudita é um clube muito humilde e que se mantém distante dos holofotes da fama, sendo de praxe a sua participação na 3ª divisão nacional. Fundado em 1979, sua sede fica em Al Kharj, na região central do país.


78. AL SAHEL (A COSTA, A FRONTEIRA)


NOME:
Al Sahel Sporting Club
PAÍS: Kuwait (Cidade do Kuwait)
RESUMO: Os auriazuis de Abu Halifa, localidade que se encontra na capital do país, costumeiramente jogam na 2ª divisão local, inclusive já a tendo conquistado em duas oportunidades: 2001 e 2010. Além disso, foram finalistas da Copa do Emir, em 1999.


NOME:
Al Sahel Sports Club
PAÍS: Síria (Tartous)
RESUMO: O timão em seu escudo se justifica pela sua localização: Tartous é a 2ª maior cidade portuária do país, às margens do Mediterrâneo. Além do basquete feminino, o clube tenta se destacar no futebol: em 2018 o time alcançou a elite pela 1ª vez em sua história.


NOME:
Sahel Sporting Club
PAÍS: Níger (Niamey)
RESUMO: Clube mais bem sucedido do futebol nigerino, o Sahel foi fundado como Secteur 7, em 1974.  Com um uniforme muito semelhante ao do Guarani, a equipe da capital do país mantém uma acirrada rivalidade com o Olympic, também de Niamey e antigo Secteur 6.


NOME:
Football Club Sahel
PAÍS: Mauritânia (Nouadhibou)
RESUMO: A agremiação tem como cores principais a incomum combinação entre o verde e o azul. O clube conquistou nos pênaltis a 2ª divisão nacional, em 2019. Sua cidade-sede é Nouadhibou, coração econômico do país, localizado no oeste do território mauritano.


79. AL SALAM / SALAM (A PAZ)


NOME:
Al Salam Sports Club
PAÍS: Omã (Sohar)
RESUMO: Fundado em 2002, o clube é mais um dentre os vários do país que possuem outras atividades esportivas; dentre elas o squash, o badminton e o vôlei. Sohar, onde se encontra a sua sede, já foi considerado o mítico local de nascimento de Simbá, O Marinheiro. 


NOME:
Salam Zgharta Football Club
PAÍS: Líbano (Zgharta)
RESUMO: Fundado em 1933 como Salam Achrafieh, o clube atuava de azul quando mandante e de branco quando visitante; porém, em 1971, a equipe adota a nomenclatura atual, e passa a jogar de vermelho em 1990. O time conquistou a Copa do Líbano em 2014.


NOME:
Al Salam Football Club
PAÍS: Sudão do Sul (Wau)
RESUMO: Fundado em 1968, o clube, cujo apelido é “Pomba Branca”, começou a ganhar notoriedade após a independência do Sudão do Sul em relação ao agora vizinho Sudão. Foi o 1º campeão nacional da nova nação (2011/12), tendo repetido o feito em 2017.


80. AL SAQR (O FALCÃO)


NOME:
Al Saqr Sport & Cultural Club
PAÍS: Iêmen (Ta’izz)
RESUMO: Com camisa estilo Peñarol, “Os Falcões” já voaram alto, mas também já tiveram seus momentos de rasante na liga local. Campeões em 2006, repetiriam a dose em 2010, mas cairiam em 2011, voltando à elite em 2012 e conquistando mais um título, em 2014.


 81. AL SHA’AB (O POVO)


NOME:
Al Sha’ab Club Hadramaut
PAÍS: Iêmen (Mukalla)
RESUMO: Mukalla, capital da governadoria de Hadramaut, é a 5ª maior cidade do país, com cerca de 300 mil habitantes, e foi fundada em 1035 como um assentamento de pescadores. O time da faixa diagonal conquistou seu 1º título da liga iemenita na temporada 2019/20.


NOME:
Al Sha’ab Sana’a Football Club
PAÍS: Iêmen (Sana’a)
RESUMO: Em 1990, o Iêmen do Norte e o Iêmen do Sul se unificaram formando a República do Iêmen. Oito anos antes, o clube pertencente à capital foi campeão norte-iemenita; além disso, no ano anterior, já havia conquistado a Copa do Iêmen do Norte. 


NOME:
Al Sha’ab Sports & Cultural Club
PAÍS: Iêmen (Ibb)
RESUMO: Ostentando um heráldico leão em seu emblema, o alviverde já levantou algumas taças em nível nacional. O melhor ano do clube foi 2003, pois além de haver conquistado sua 1ª liga, papou o bicampeonato da Copa do Iêmen, ou seja, o chamado “double”. 


NOME:
Al Shaab Cultural & Sports Club
PAÍS: Emirados Árabes (Sharjah)
RESUMO: O “Comando” surgiu em 1974 e embora nunca tenha ganho a liga emiradense, papou uma copa nacional (1992/93) e a supercopa de 1993/94, desta maneira, chegou à final da Recopa da AFC de 1994/95. O clube se fundiu ao Sharjah e foi extinto em 2017.


82. AL SHABAB / SHABAB / CHABAB (A JUVENTUDE)


NOME:
Al Shabab Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Riad)
RESUMO: “Os Leões Brancos” conseguiram a proeza de se tornar a 1ª equipe tricampeã saudita, em 1991, 1992 e 1993. Fundado em 1947, o clube nasceu como Shabab Al Riyadh, porém, assumiu sua atual denominação 20 anos depois, sendo o 1º time surgido na capital do país.


NOME:
Shabab Al Jeel Hudaydah Cultural and Social Club
PAÍS: Iêmen (Hudaydah)
RESUMO: Traduzido como “Geração da Juventude”, este pequeno clube iemenita atua em um estádio cuja grama é sintética e para um público de no máximo 2 mil torcedores, o Al Ulufi Stadium, situado na 4ª maior cidade do país.


NOME:
Al Shabab Sports Club
PAÍS: Kuwait (Al Ahmadi)
RESUMO: Habitual participante da 2ª divisão, o Shabab conquistou cinco títulos desta competição entre 1975 e 2018. Em seu escudo podemos ver os três pilares básicos da instituição: a educação, o respeito à religião e o esporte. Já a tocha simboliza conhecimento.


NOME:
Shabab Al Ordon Club
PAÍS: Jordânia (Amã)
RESUMO: O clube tem na conquista da Copa da AFC de 2007 a sua maior glória, numa competição que foi especial para os times jordanianos, pois eles ocuparam as três primeiras posições. Além disso, a equipe conquistou as ligas de 2006 e 2013. Seu uniforme lembra o do Náutico.


NOME:
Al Shabab Club
PAÍS: Omã (Barka)
RESUMO: Com um uniforme similar ao do Remo, “Os Jovens” tiveram um bom final de década de 2010, ao bater na trave duas vezes com vice-campeonatos na Liga Omanita e um título na Taça da Liga de 2017/18. O clube também possui equipes de hóquei, vôlei, etc.


NOME:
Chabab Riadhi de Belouizdad
PAÍS: Argélia (Argel)
RESUMO: E quem disse que não há um CRB na Argélia? “O Grande Chabab” teve uma década de 60 brilhante, com quatro ligas argelinas, mas amargou 30 anos na fila até conseguir seu 3º bicampeonato (2000/01) e quase 20 para faturar sua 7ª taça, na temporada 2019/20.


NOME:
Chabab Ahly Bordj Bou Arréridj
PAÍS: Argélia (Bordj Bou Arréridj)
RESUMO: O CABBA, também conhecido como “Os Tigres de Bibans” (uma cadeia montanhosa no norte do país), nunca rugiu alto nos gramados argelinos, tendo conquistado apenas títulos da 2ª divisão nacional, mesmo tendo surgido no longínquo ano de 1931.


NOME:
Shabab Al Ahli Club
PAÍS: Emirados Árabes (Dubai)
RESUMO: Nascido em 1958, adicionou o Shabab ao nome em 2017, porém, continua conhecido apenas por Al Ahli. Por ter sido campeão nacional em 2009, jogou o Mundial da Fifa. É um dos maiores clubes do país, com mais de 20 títulos, incluindo sete ligas até 2015/16.


NOME:
Shabab El Bourj Sports Club
PAÍS: Líbano (Bourj El Barajneh)
RESUMO: O clube foi fundado em 1967 sob a denominação Al Irshad SC, alterando seu nome para o atual (cuja tradução é Torre da Juventude) em 2017. Após três acessos consecutivos, a equipe subiu da 4ª para a 1ª divisão, em 2019, feito inédito no país.


NOME:
Shabab Al Sahel Football Club
PAÍS: Líbano (Beirute)
RESUMO: Equipe apoiada predominantemente pelos xiitas, o Sahel já conquistou três diferentes torneios nacionais do país, mas, até o final da década de 2010, nenhuma liga nacional. Fundado em 1966 no município de Haret Hreik, o 3º lugar de 2020/21 foi seu auge.


NOME:
Al Shabab Sports Club
PAÍS: Síria (Raqqa)
RESUMO: Inicialmente batizado de Al Nahda, o clube foi fundado em 1962 por um grupo de jovens ao perceberem o crescimento da região e a necessidade de criação de um ambiente esportivo. O clube de praxe atua pela 2ª divisão, e sua cidade fica à beira do Rio Eufrates.


NOME:
Sporting Club Chabab Mohammédia
PAÍS: Marrocos (Mohammédia)
RESUMO: Usando uma camisa estilo a antiga do Athletico, o rubro-negro marroquino, fundado em 1948, foi conquistar seu 1º título nacional apenas em 1979/80. Em 2019, o clube chegou a anunciar o ex-craque Rivaldo como seu técnico, mas este negou o convite.


NOME:
Shabab Al Khaleel Sports Club
PAÍS: Palestina (Hebron, Cisjordânia)
RESUMO: “A Juventude de Hebron”, esta é a tradução do nome deste clube, com uniforme semelhante ao do Corinthians, e que em 2021 ganhou sua 6ª liga nacional. Surgido em 1943, é o mais antigo em atividade dentre os participantes da Liga da Cisjordânia.


NOME:
Chabab Atlas Khénifra
PAÍS: Marrocos (Khénifra)
RESUMO: Khénifra é a principal cidade dos Zayanes, uma tribo berbere que habita essa região envolta pela cadeia montanhosa do Atlas. O clube habitualmente disputa a 2ª divisão e seu uniforme lembra o do Estrela Vermelha. Foi fundado por colonos franceses, em 1943.


NOME:
Shabab Rafah Sports Club
PAÍS: Palestina (Rafah, Faixa de Gaza)
RESUMO: Fundado em 1953 sob a denominação Al Shoaba, o clube passou por algumas trocas de nome: em 1960 passou a ser Al Oruba, e em 1962, Nadi Markaz Reayat Al Shabab. Após a Guerra dos Seis Dias (1967), passou seis anos inativo e voltaria já com a forma atual.


83. AL SHAMAL (O NORTE)


NOME:
Al Shamal Sports Club
PAÍS: Qatar (Madinat ash Shamal)
RESUMO: A Taça Sheikh Jassem, de 1996, é o maior título da história do clube. Fundado em 1980 apenas com o futebol e o handebol, passaria a contar com um time de vôlei dois anos depois, e com o passar do tempo, montou equipes de tênis de mesa e de basquete.


84. AL SHARARA (A FAÍSCA)


NOME:
Al Sharara Sports Club
PAÍS: Líbia (Sacha)
RESUMO: A equipe alvinegra é assídua frequentadora das divisões inferiores do futebol líbio. Sua cidade natal está localizada no centro-oeste do país, em pleno Deserto do Saara, onde no auge do verão as temperaturas comumente se aproximam dos 50° C.


85. AL SHARQ (O LESTE)


NOME:
Al Sharq Club Dilam
PAÍS: Arábia Saudita (Dilam)
RESUMO: Equipe que joga de laranja da cabeça aos pés, o Sharq carrega o nome de sua cidade no nome. Em 1903, ali se deu a Batalha de Dilam, entre os rebeldes Rashidi e os sauditas. O time atua nos mais baixos escalões do futebol do país, e foi fundado em 1962.


86. AL SHORTA (A POLÍCIA)


NOME:
Al Shorta Sports Club
PAÍS: Iraque (Bagdá)
RESUMO: O clube possui equipes em, ao menos, 18 modalidades diferentes, um recorde nacional. Em 1971, após uma campanha 100%, alcançou a final da AFC Champions, mas se recusou a enfrentar o Maccabi Tel Aviv, por conta da ocupação israelense na Palestina.


NOME:
Al Shorta Sports Club
PAÍS: Síria (Damasco)
RESUMO: Campeão sírio em 1980, o clube que representa a polícia nacional esperaria 31 anos para voltar a erguer a taça, e só mais um para alcançar seu 3º título. A equipe rubra da capital do país atua no Tishreen Stadium, com capacidade para 12 mil torcedores.


87. AL SHULA / AL SHOALLAH / AL SHOULLA (A CHAMA, O FOGO)


NOME:
Al Shula Sports Club
PAÍS: Iêmen (Áden)
RESUMO: Último campeão sul-iemenita (1989/90), os auriazuis tiveram nesta conquista seu único alento até 2020. O clube é oriundo de Áden, antiga capital do Iêmen do Sul, que fica 170 km a leste do Estreito de Bab el Mandeb, nome que quer dizer “Portão das Lágrimas”.


NOME:
Al Shoulla Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Kharj)
RESUMO: Campeão da 2ª divisão saudita na temporada 2011/12, o clube curiosamente foi dirigido por diferentes técnicos egípcios, tunisianos e espanhóis na década de 2010. A equipe foi fundada em 1963 e manda seus jogos em um estádio que comporta até 8 mil pagantes.


88. AL SUQOOR / AL SUQOR (OS FALCÕES)


NOME:
Al Suqoor Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Tabuk)
RESUMO: Habitual frequentador da 4ª divisão saudita, esse clube laranja, branco e amarelo foi fundado em 1965 e atua em um estádio para 20 mil pessoas. Há dúvidas sobre a origem do nome Tabuk, podendo esta cidade ser pertencente à época de Ptolomeu (séc. II d. C.).


89. AL TAAWOUN / AL TA’AWON / AL TAAWON (A COOPERAÇÃO)


NOME:
Al Taawoun Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Buraidah)
RESUMO: Campeão da 3ª divisão em 1977/78 e da 2ª em 1996/97, o clube não conquistou o título da elite até o fim da década de 2010, mas ao menos possui uma Copa do Rei, essa obtida em 2019. O “Al Dhiaab” (Os Lobos) foi fundado no primeiro dia de 1956.


NOME:
Al Ta’awon Sports Club
PAÍS: Líbia (Ajdabiya)
RESUMO: Mesmo acostumado a atuar na elite do futebol líbio, o clube não tem grandes conquistas em sua história. Fundado em 1960, possui uma variedade de esportes em seus quadros, tais como musculação, levantamento de peso e caratê.


NOME:
Al Taawon Sports Club
PAÍS: Emirados Árabes (Al Jeer)
RESUMO: Clube criado para melhor atender às necessidades de entretenimento dos jovens da região, não possui grande destaque no futebol, onde até o fim de 2020 não havia alcançado a 1ª divisão. Fundado em 1999, possui ainda equipes de ciclismo e taekwondo.


90. AL TALABA (OS ESTUDANTES)


NOME:
Al Talaba Sport Club
PAÍS: Iraque (Bagdá)
RESUMO: Com cinco títulos da Liga Iraquiana até 2002, o clube é um dos mais bem sucedidos do país. Fundado em 1969 como Al Jameaa, pertencia à Universidade de Bagdá; em 1977 foi dissolvido e ressurgiu posteriormente como propriedade da União Nacional dos Estudantes.


91. AL TALIYA (A VANGUARDA)


NOME:
Al Taliya Sports Club
PAÍS: Síria (Hama)
RESUMO: A camisa é igual à do inglês Arsenal, mas as glórias nem de longe, já que o clube alvirrubro não possui títulos até 2020. O “Furacão de Hama” surgiu em 1941 e foi finalista da Copa da Síria de 2006/07. Seu estádio, o Al Baladi, comporta até 15 mil espectadores.


NOME:
Al Taliya Club
PAÍS: Omã (Sur)
RESUMO: O clube laranja e preto atua no Complexo Esportivo de Sur, pertencente ao governo, embora possua estádio próprio. Campeão da Taça Sultão Qaboos (principal torneio eliminatório de Omã) de 1974, o clube possui ainda equipes de hóquei, vôlei, squash, etc.


92. AL TAQADUM / AL TAQADOM (O PROGRESSO)


NOME:
Al Taqadum Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Qasim)
RESUMO: O clube não vem tendo grandes progressos nos últimos tempos, visto que normalmente atua pela 4ª divisão nacional. A província de Al Qasim se localiza no centro do país e é tida como a mais amplamente conservadora dentre as 13 existentes na Arábia.


93. AL TILAL (AS COLINAS)


NOME:
Al Tilal Sports Club
PAÍS: Iêmen (Áden)
RESUMO: Fundado em 1905 como Al Ittihad Al Muhammadi Club, o Al Tilal é a mais antiga instituição esportiva do Iêmen. A nova denominação apareceu em 1975 e foi com ela que o clube do uniforme rubro conquistou suas duas primeiras ligas nacionais, em 1991 e em 2005.


94. AL TIRSANA / AL TERSANA / AL TARSANA (O ARSENAL)


NOME:
Al Tirsana Sports, Social and Cultural Club / Al Tarsana SSCC
PAÍS: Líbia (Trípoli)
RESUMO: Através dos esforços de jovens da localidade de Souq Aljum’aa, o clube surgiu em 1954 sob o nome Al Hilal, passando à forma atual nos anos 70 após uma fusão. O Tirsana é mais conhecido pelo seu time de vôlei, que fez sucesso internacional entre os anos 70 e 80.


NOME:
Tersana Sporting Club
PAÍS: Egito (Gizé)
RESUMO: Embora tenha estado ultimamente na 2ª divisão, o clube alviazul conquistou a liga local em 1962/63 e seis Copas do Egito até 1986. ”Os Hammers” completaram 100 anos em 2021 e são de Gizé, 3ª maior cidade do país, atrás apenas do Cairo e de Alexandria.


95. AL WAHDA / AL WEHDA / AL WEHDAT (A UNIDADE)


NOME:
Al Wahda Football Club
PAÍS: Emirados Árabes (Abu Dhabi)
RESUMO: Com a atípica combinação cromática em marrom, cinza e branco, o clube da capital possui um órix em seu escudo (alterado em 2018) e conquistou quatro ligas nacionais até 2009/10, sendo que esta lhe valeu uma vaga no Mundial de Clubes da Fifa de 2010.


NOME:
Al Wehdat Sports Club
PAÍS: Jordânia (Amã)
RESUMO: Segundo maior campeão do país – atrás apenas do Al Faisaly –, o clube possui diversos títulos do campeonato e da copa local. “O Gigante Verde” foi fundado em 1956 em um acampamento de refugiados palestinos em Hay Al Awdah, bairro a sudeste de Amã.


NOME:
Al Wahda Social Sport & Cultural Club
PAÍS: Líbia (Trípoli)
RESUMO: Clube com pouca popularidade devido à sua escassez de títulos (até 2020, uma Copa da Líbia e uma 2ª divisão), atua com camisas verticalmente bipartidas em vermelho e verde. Em seu escudo, a famosa figura do discóbolo, estátua do escultor grego Míron.


NOME:
Al Wehda Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Jeddah)
RESUMO: Fundado em 1945, os “Fursan Mecca” – “Cavaleiros de Meca” – acumulam títulos da 2ª divisão, além da conquista da Copa do Rei em 1957 e em 1966. Em 2018, o técnico Fábio Carille trocou o Corinthians por uma breve passagem pelo clube saudita.


NOME:
Al Wahda Sports Club
PAÍS: Síria (Damasco)
RESUMO: “A Laranja Damascena” foi fundada em 1928, mas teve que esperar o século XXI para conquistar a liga local pela 1ª vez – em 2004 – e mais dez anos para vencê-la novamente. O clube carrega em seu escudo as bandeiras da Síria e da Palestina.


96. AL WASHM (A TATUAGEM)


NOME:
Al Washm Club
PAÍS: Arábia Saudita (Shaqraa)
RESUMO: Fundado em 1967, o clube finalmente alcançou a 2ª divisão saudita após se sagrar campeão da 3ª divisão na temporada 2017/18, mas não resistiu e acabou rebaixado em 2018/19. Suas camisas têm uma atípica combinação tricolor em azul, laranja e branco.


97. AL WATANI (O NACIONAL, O PATRIOTA, O PATRIÓTICO)


NOME:
Al Watani Club
PAÍS: Arábia Saudita (Tabuk)
RESUMO: A primeira grande glória desta equipe (conhecida como “A Coroa Roxa”) foi obter o acesso à elite através da conquista da 2ª divisão da temporada 2006/07. Fundado em 1959, o clube atua no King Khalid Sport City Stadium, que pode abrigar 5 mil pagantes. 


98. AL WATHBA (O SALTO)


NOME:
Al Wathba Sport Club
PAÍS: Síria (Homs)
RESUMO: “Os Cavaleiros” vêm buscando o título da liga nacional há algum tempo. O clube, fundado em 1937, alcançou o vice-campeonato em 1981/82 e repetiu a dose em 2019/20. Porém, o título da Copa da Síria de 2019 acabou sendo seu primeiro grande salto.


99. AL YAQDHAH (O DESPERTAR)


NOME:
Al Yaqdhah Sport Club
PAÍS: Síria (Deir ez-Zor)
RESUMO: O escudo do time exibe a entrada da ponte suspensa de Deir ez-Zor, que cruza o Rio Eufrates e cuja construção terminou em 1927, 10 anos antes da fundação do clube. A equipe atua no estádio municipal da cidade, com capacidade para 13 mil pagantes.


100. AL ZARKA (O AZUL)


NOME:
Al Zarka Sports Club
PAÍS: Egito (Al Zarka)
RESUMO: O escudo até engana, mas o nome não mente: o clube joga de azul da cabeça aos pés, uma espécie de São Caetano da terra dos faraós. Frequentador da 2ª divisão, o ZAR tem sua sede em uma cidade cuja denominação na antiguidade era, em latim, Maximianum.


101. AL ZEITOUN (A OLIVEIRA)


NOME:
Al Zeitoun Club
PAÍS: Palestina (Zeitoun, Faixa de Gaza)
RESUMO: Fundado em 1981, o clube não vem disputando a liga de elite da Faixa de Gaza. Zeitoun é um distrito de Gaza que há anos vem sendo atingido pelo conflito israelense-palestino. No escudo da equipe, uma oliveira, árvore muito comum na costa mediterrânea.


102. DIFAÂ HASSANI EL JADIDA (DIFAÂ = DEFESA) – HASSANI é o nome de uma variante dialetal do árabe magrebino e EL JADIDA é uma localidade marroquina que, inclusive, se pode traduzir como O NOVO, daí: DEFESA de Hassani El Jadida


NOME:
Difaâ Hassani El Jadida
PAÍS: Marrocos (El Jadida)
RESUMO: O clube é resultado de uma fusão ocorrida em 1956 entre duas equipes: o Difaâ d’Essafa e o Hassania de la Medina. Até o fim da década de 2010, a equipe não faturou a liga local, mas ergueu a Copa do Marrocos de 2013, ao bater o Raja Casablanca, nos penais.


103. EL ENTAG EL HARBY (A PRODUÇÃO MILITAR)


NOME:
El Entag El Harby Sporting Club
PAÍS: Egito (Cairo)
RESUMO: Propriedade do Ministério da Produção do Egito, o clube é novo, tendo surgido em 2004 e chegado à elite em 2009. “As Máquinas Militares” – como são conhecidos – recebem suas visitas no Estádio Al Salam, com capacidade para 30 mil espectadores.


104. EL MAKAREM / EL MAKARIM (Nome de origem árabe que significa DE BOM CARÁTER, HONROSO)


NOME:
El Makarem de Mahdia
PAÍS: Tunísia (Mahdia)
RESUMO: Clube surgido em 1937, o EMM é um costumeiro participante da Ligue III da Tunísia, a famosa 3ª divisão. O time, também conhecido como “Os Fatímidas”, tem sua sede no nordeste tunisiano, na área de um dos principais portos de pesca do país.


105. EL SEKKA EL HADID (O FERROVIÁRIO)


NOME:
El Sekka El Hadid Sporting Club
PAÍS: Egito (Cairo)
RESUMO: Embora tenha alternado entre a 2ª e a 3ª divisão, há um título que não se pode tirar: o de clube mais velho do país, fundado em 1903. O time foi formado por engenheiros britânicos e italianos que trabalhavam em oficinas ferroviárias.


106. EL SHAMS (O SOL)


NOME:
El Shams Sports Club
PAÍS: Egito (Cairo)
RESUMO: Já faz tempo a 1ª participação do time na elite egípcia (temporada 1997/98). Embora reconhecidamente um formador de atletas, o Shams tem alternado entre as divisões inferiores do país. O clube foi fundado em 1962 e se chamava Heliopolis SC (Cidade do Sol).


107. EL SHARKIA (O ORIENTAL)


NOME:
El Sharkia Sporting Club
PAÍS: Egito (Zagazig)
RESUMO: Surgido em 1961, a trajetória dos “Piratas Verdes” entre os grandes do país começou em 1973, e de lá até 2016 consistiu em apenas seis participações na elite. O clube atua no estádio da Universidade de Zagazig, que comporta até 30 mil pagantes.  


108. FATH RIADI NADOR (FATH = CONQUISTA) – O termo Riad(e)(i)/Ryad(e)(i) designa as casas ou os palacetes no Marrocos, mas quer dizer jardins ou prados na Arábia, e é o mesmo termo aplicado para o nome da capital saudita.


NOME:
Fath Riadi Nador
PAÍS: Marrocos (Nador)
RESUMO: O escudo não deixa nenhuma dúvida: os fundadores e os torcedores deste clube são grandes admiradores do Barcelona. Mas as semelhanças param por aí, pois a equipe – fundada em 1971 – tem jogado praticamente todas as últimas temporadas na 3ª divisão.


109. GHALI CLUB MASCARA (GHALI = CARO, QUERIDO, VALIOSO)


NOME:
Ghali Club Mascara
PAÍS: Argélia (Mascara)
RESUMO: Mais conhecido como GC Mascara, ou ainda, GCM, este clube considerado pequeno no cenário argelino, ao menos conquistou um campeonato nacional, em 1983/84. No final da década de 2010, a equipe alviverde se encontrava na 3ª divisão do país.


110. HAJER CLUB (HAJER = ABANDONADO, EMIGRADO)


NOME:
Hajer Club / Hajer Football Club
PAÍS: Arábia Saudita (Al Hasa)
RESUMO: Além de ser um dos maiores campeões do 2º nível saudita, a equipe alvinegra também já conquistou a 3ª divisão, esta na temporada 2001/02. Anteriormente conhecido como Al Badr, o time surgiu em 1950 e é o mais longevo da sua cidade.


111. HAY AL ARAB (BAIRRO ÁRABE / VIZINHANÇA ÁRABE)


NOME:
Hay Al Arab Sports Club
PAÍS: Sudão (Porto Sudão)
RESUMO: O alviazul foi fundado em 1928, mas pelo menos até 2020 não sentiu o gosto de conquistar o título sudanês, tendo sido vice-campeão por duas vezes. Para consolo da sua torcida, a equipe ao menos levantou a copa nacional de 1981. 


112. ISLAH CLUB AL BOURJ AL SHMALI (ISLAH significa REFORMISTA, daí: CLUBE REFORMISTA TORRE DO NORTE)


NOME:
Islah Club Al Bourj Al Shmali
PAÍS: Líbano (Tiro)
RESUMO: Representante de uma das cidades continuamente habitadas mais antigas do mundo, o alviazul Islah – fundado em 1956 – conquistou a 3ª divisão de 2013/14, chegou a alcançar a elite em 2017/18, mas logo acabou voltando ao segundo escalão libanês.


113. KALÂA SPORT (KALÂA = FORTALEZA / CASTELO)


NOME:
Kalâa Sport
PAÍS: Tunísia (Kalâa Seghira)
RESUMO: Fundado em 1961, este pequeno clube alvirrubro, há muito habituado a jogar nas divisões amadoras do país, conquistou na temporada 2015/16 a 4ª divisão tunisiana, uma competição que nos últimos anos possuía 28 equipes, mas passou para 32, 42 e, agora, 48.


114. KHADAMAT RAFAH (KHADAMAT = SERVIÇOS)


NOME:
Khadamat Rafah
PAÍS: Palestina (Rafah, Faixa de Gaza)
RESUMO: Primeiro clube campeão da Palestina (1996), é um dos maiores vencedores do país, ainda mais se somados os títulos de copas e campeonatos palestinos e da Faixa de Gaza. O time alviverde foi fundado em 1951 e seu estádio comporta 10 mil pessoas.


115. MARKAZ SHABAB BALATA (MARKAZ = CENTRO, daí CENTRO Juvenil de Balata)


NOME:
Markab Shabab Balata
PAÍS: Palestina (Nablus, Cisjordânia)
RESUMO: Tendo como base o campo de refugiados de Balata, em Nablus, a equipe alviazul disputa a Liga da Cisjordânia. Fundado em 1954, o clube havia sido vice-campeão da liga em 2015, mas conquistou a até então inédita taça em 2020.


116. MOSTAKBAL BALADIAT ROUISSAT (MOSTAKBAL = FUTURO, BALADIAT = MUNICÍPIO, daí: FUTURO DO MUNICÍPIO de Rouissat)


NOME:
Mostakbal Baladiat Rouissat
PAÍS: Argélia (Rouissat)
RESUMO: Mais conhecido como MB Rouissat, ou ainda, MBR, o clube foi fundado em 1964, dois anos depois da independência do país norte-africano, aliás, o maior do continente após a divisão do Sudão, em 2011. É o 1º clube da região de Ouargla, no nordeste do país.


117. MOULOUDIA CLUB D’ALGER (MOULOUDIA = NASCIMENTO)


NOME:
Mouloudia Club d’Alger
PAÍS: Argélia (Argel)
RESUMO: Um dos cinco maiores campeões do país, o MC Alger foi o primeiro clube argelino campeão da Champions africana, em 1976. A equipe rubro-verde se tornou centenária em 2021 e joga no Stade 5 de Juillet 1962, que atualmente recebe cerca de 76 mil torcedores.


NOME:
Mouloudia Club d’Oujda
PAÍS: Marrocos (Oujda)
RESUMO: Fundado em 1946, “Os Verdes” tiveram seu auge entre o final dos anos 50 e o meio dos anos 70, obtendo quatro copas nacionais e erguendo a Liga Marroquina na temporada 1974/75; porém, nos últimos tempos, a equipe tem frequentado a 2ª divisão do país.


118. RAFIK SORMAN (RAFIK = COMPANHEIRO)


NOME:
Rafik Sports Club
PAÍS: Líbia (Sorman)
RESUMO: O escudo lembra e a camisa é parecidíssima com a do Milan, mas as similitudes param por aí. Enquanto os “Rossoneri” foram campeões do mundo pela 4ª vez, em 2007, foi nessa temporada a 1ª aparição do Rafik na elite líbia, voltando à 2ª divisão em 2008. 


119. RAJA CASABLANCA (RAJA = ESPERANÇA)


NOME:
Raja Club Athletic
PAÍS: Marrocos (Casablanca)
RESUMO: Primeiro clube africano a disputar o Mundial de Clubes da Fifa, em 2000, seria vice-campeão do mundo 13 anos depois, eliminando o Atlético-MG e parando no Bayern. Sua torcida é muito fanática, e seus clássicos contra o Wydad sempre movimentam multidões.


NOME:
Raja Beni Mellal
PAÍS: Marrocos (Beni Mellal)
RESUMO: Bem menos afortunado que seu homônimo, o também alviverde Raja BM quase levantou um campeonato internacional ainda que secundário: a Taça dos Campeões do Magreb – que reunia clubes da Argélia, Marrocos, Tunísia e Líbia –, onde foi vice em 1975.


120. SAHAFI (JORNALISTA)


NOME:
Sahafi Hotel Football Club
PAÍS: Somália (Mogadíscio)
RESUMO: Campeões da Copa da Somália em 2007 sob a denominação SITT Daallo, o clube mostra não ser supersticioso: mudou o nome para o atual em 2012, e no mesmo ano caiu para a 2ª divisão somali, lá permanecendo, ao menos, até o final de 2020.


121. TADAMOUN SOUR (TADAMOUN = SOLIDARIEDADE) – Sour é a forma romanizada de Tiro, nome da cidade histórica que abriga o clube e cujo significado é “rocha, pedra”.


NOME:
Tadamoun Sour Sporting Club
PAÍS: Líbano (Tiro)
RESUMO: O clube foi oficialmente fundado em 1946 por um grupo de jovens que já houvera se reunido e formado a agremiação poliesportiva sete anos antes. Campeão da Copa do Líbano de 2000/01, “Os Embaixadores do Sul” representam Tiro, a 4ª maior cidade do país.


122. TALA’EA EL GAISH (VANGUARDA DO EXÉRCITO)


NOME:
Tala’ea El Gaish Sporting Club
PAÍS: Egito (Cairo)
RESUMO: Time que representa o exército egípcio, foi fundado em 1997 como El Geish El Masry, assumindo a atual denominação na temporada 2004/05. Sem títulos no currículo, tem no 4º lugar da Copa Árabe dos Clubes Campeões de 2007/08 seu melhor resultado.


123. UMMAH HOSPITAL (HOSPITAL DA NAÇÃO / DA COMUNIDADE)


NOME:
Ummah Hospital Football Club
PAÍS: Somália (Mogadíscio)
RESUMO: Usual integrante da 3ª divisão somali, o clube tem pouquíssima relevância no país. Além de representar um importante hospital – inaugurado em 2014 –, vale destacar o conceito de Ummah, que é aplicado para toda a comunidade muçulmana do planeta. 


124. WADI (Onde WADI é um termo árabe usado para se referir a um VALE ou a um rio seco, pelo qual apenas flui água na época das chuvas)


NOME:
Wadi Degla Sporting Club
PAÍS: Egito (Cairo)
RESUMO: Clube devotado à formação de atletas, faz parte do Wadi Degla Investment Company, surgido em 2002. É o 1º clube esportivo privado do país, com vários esportes em seus quadros. Possui relações estreitas com Arsenal, Ergotelis (Grécia) e Lierse (Bélgica).


NOME:
Association Sportive Wadi Fira
PAÍS: Chade (Biltine)
RESUMO: Um dos países mais pobres do mundo, o Chade teve seus campeonatos de 2016 e 2017 abortados. Alguns clubes acabam tendo muitas dificuldades financeiras, como o Wadi Fira, que em 2018 foi a campo apenas cinco vezes pela liga local, com duas vitórias e três derrotas.


125. WYDAD / WIDAD / WIDED (AMOR)


NOME:
Wydad Athletic Club
PAÍS: Marrocos (Casablanca)
RESUMO: Maior campeão marroquino (até 2020), o clube possui uma torcida apaixonada e que costuma lotar os 67 mil lugares do Estádio Mohammed V, principalmente nos clássicos contra o arquirrival Raja. A equipe já foi campeã afro-asiática e conquistou duas Champions.


NOME:
Wydad Athletic Tlemcen
PAÍS: Argélia (Tlemcen)
RESUMO: Mesmo que longe do sucesso do famoso homônimo do país vizinho, o alviazul WAT já conquistou duas Copa da Argélia (1998 e 2002) e uma Liga dos Campeões Árabes, fazendo de 1998 o melhor ano de sua história. Ultimamente tem jogado a 2ª divisão.


NOME:
Widad Adabi Boufarik
PAÍS: Argélia (Boufarik)
RESUMO: Embora tenha quase 15 participações na liga principal do país, o clube vem alternando entre a 2ª e a 3ª divisão nos últimos anos. Fundado no ano de 1945, o WAB possui uma rara combinação cromática, em verde e laranja.


NOME:
Wided Sportif El Hamma
PAÍS: Tunísia (El Hamma)
RESUMO: Fundado em 1974, o WSH é um pequeno clube alvirrubro comumente frequentador da 3ª divisão tunisiana. Sua localidade, El Hamma, é um oásis, cujo nome deriva do termo árabe para “água quente”, fazendo referência às suas nascentes termais.


NOME:
Wydad Athletic de Fès
PAÍS: Marrocos (Fès)
RESUMO: Com camisa semelhante a do Botafogo, o WAF – fundado em 1948 – foi um dos principais clubes marroquinos no meio do século passado, porém, desabou pelas divisões inferiores e, na própria cidade, sempre viveu à sombra do rival aurinegro, Maghreb Fès.

Fonte: Pesquisa de Jorginho O Lendário.


REVEJA O MATERIAL

O nome mais repetido
O que é o Mundo Árabe?
Onde se fala a língua árabe
Mapa do Google
Pesquisa completa

> Jorge Rodrigues Gomes Neto, de 42 anos, mais conhecido como Jorginho O Lendário, é técnico administrativo da Casa da Moeda do Brasil, no Rio de Janeiro. Formado em Letras Português/Espanhol pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), ele já foi tema de matérias do Verminosos por Futebol, por ter a curiosa mania de disputar um campeonato de futebol de botão contra ele mesmo há 35 anos, jogando com centenas de times e seleções diferentes, e por vestir camisas de futebol todos os dias, inclusive no trabalho, desde 1996. Também já escreveu um artigo para o site, mostrando como é um passeio ao Madureira, do Rio de Janeiro.

Siga o Verminosos por Futebol:
Facebook
Twitter
Instagram
Youtube


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Tags

Compartilhe: