AFC

PinUp-Bet

Viagem no tempo

Um inédito ranking de público da Taça Brasil (1959 e 1968)

O Verminosos por Futebol traz um levantamento inédito de médias de público dos participantes da Taça Brasil, torneio nacional disputado entre 1959 e 1968

Leaderboard - KTO

melhor site de apostas futebol
Estes são os 10 primeiros colocados no ranking de médias de público da Taça Brasil (Arte: Verminosos por Futebol)
Acima os 10 primeiros no ranking de médias de público da Taça Brasil (Arte: Verminosos por Futebol)

Quais foram os clubes campeões de arquibancada na Taça Brasil, torneio nacional disputado entre 1959 e 1968? O Verminosos por Futebol traz um levantamento inédito que revela o ranking de médias de público da extinta competição.

Os dados são parte de mais uma pesquisa de João Ricardo de Oliveira, um dos maiores pesquisadores de rankings de público no país, parceiro do Verminosos. Foram reunidos os números de 451 jogos de 78 clubes, nas 10 edições do torneio.

Segue o líder

O Flamengo, líder do ranking de público em competições nacionais na história, já era o primeiro colocado na época da Taça Brasil. O clube teve média de 31.854 torcedores pagantes, à frente de Botafogo (2º, 28.981) e Vasco (3º, 26.700).

O top 10 é completado por Atlético-MG (4º, 24 mil), Santos (5º, 23 mil), Cruzeiro (6º, 22 mil), Palmeiras (7º, 22 mil), Fluminense (8º, 21 mil), Bahia (9º, 20 mil) e Grêmio (10º, 18 mil).

Não estranhe a ausência de Corinthians e São Paulo. A dupla nunca disputou a Taça Brasil, cuja vaga era garantida a partir dos campeonatos estaduais – naquela década, o Paulistão vivia um amplo domínio de Santos e Palmeiras.

A Taça Brasil foi a primeira competição nacional do Brasil, realizada em formato mata-mata (Foto: Reprodução)
A Taça Brasil foi a 1ª competição nacional do Brasil, realizada em formato mata-mata (Foto: Reprodução)

Critério do levantamento

O infográfico elaborado pelo Verminosos por Futebol lista os 60 primeiros colocados. Um asterisco: foram excluídos do ranking os clubes que disputaram um único jogo no torneio – para evitar distorções.

Com esse critério, foram os casos de Santa Cruz (20 mil), Leônico-BA (14 mil) e Fluminense-BA (10 mil). Se eles fossem considerados, o Leônico, pequeno time de Salvador, teria a 16ª maior média, à frente de Fortaleza, Sport e Vitória.

Muita coisa mudou

A pesquisa expõe o ostracismo que abateu uma série de clubes brasileiros, como América-RJ (17º, com 11 mil), Americano (24º, 7 mil), Goytacaz (31º, 5 mil) e Rio Branco-ES (33º, 5 mil).

Além disso, acabaram extintos, estão licenciados, deixaram o profissionalismo ou passaram por fusão clubes como Siderúrgica-MG (22º, 7 mil), América-CE (25º, 6 mil), Metropol-SC (26º, 6 mil), Ferroviário-PR (28º, 6 mil) e Água Verde-PR (50º, 3 mil), dentre outros.

Curiosidades que reforçam o valor histórico desta pesquisa. Confira abaixo. E compartilhe!

(Arte: Verminosos por Futebol)
(Arte: Verminosos por Futebol)
(Arte: Verminosos por Futebol)
(Arte: Verminosos por Futebol)

LEIA MAIS

• Veja outras pesquisas de João Ricardo de Oliveira no Verminosos por Futebol.


Siga o Verminosos por Futebol:
Instagram
Twitter
Facebook
Youtube

Tiktok

Entre em nosso canal no Telegram.

Receba nossas matérias no Whatsapp: adicione o número 85-99215.9174 e envie “oi” pra gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Tags

Compartilhe: