Stakecheia

Leaderboard - KTO

Viagem no tempo

Os 10 maiores artilheiros brasileiros na história da Libertadores

Nenhum dos maiores artilheiros do futebol brasileiro na Libertadores disputou a edição de 2020

PinUp-Bet

melhor site de apostas futebol
Luizão, o líder do ranking, fez gols por Vasco, Grêmio, Corinthians e São Paulo (Foto: Reprodução)
Luizão, o líder do ranking, fez gols por Vasco, Grêmio, Corinthians e São Paulo (Foto: Reprodução)

Por Sérgio Sá

Santos e Palmeiras realizaram uma das finais mais emocionantes da história da Libertadores. Mas, além de disputarem uma das partidas mais importantes da temporada, as equipes têm muitas coisas em comum – uma delas é que ambas já tiveram em seu elenco o maior artilheiro brasileiro da Libertadores: Luizão.

Eleito o melhor goleador do campeonato em nossa lista, ele conseguiu a impressionante marca de 29 tentos no torneio mais importante da América do Sul.

Sucesso na Libertadores

O feito foi realizado entre as décadas de 1990 e 2000, quando Luizão foi campeão paulista pelo Palmeiras no ano de 1996, e também chegou a defender o Santos em 2005, onde teve uma passagem bem apagada. Mas um fato bastante intrigante é que nenhum dos seus gols na Libertadores foi feito enquanto defendia alguma dessas equipes.

Na realidade, eles foram feitos enquanto Luizão defendeu outros clubes brasileiros – ao todo quatro: Vasco, Grêmio, Corinthians e São Paulo.

Já o 2º lugar no ranking de grandes artilheiros brasileiros no campeonato continental é de Palhinha, ídolo do Cruzeiro nos anos de 1960 e 1970, que ao todo anotou 25 tentos. O terceiro colocado é o ex-atacante Célio Taveira, que teve uma boa passagem pelo Corinthians e Vasco, mas teve o destaque de sua carreira ao defender o Nacional do Uruguai, marcando 22 vezes na competição.

Grandes artilheiros geralmente são os ídolos das suas equipes e são admirados por sua torcida, que além de lotarem os estádios e clamarem seus nomes, também costumam confiar no seu faro de gol até mesmo dando pitacos nas suas partidas em plataformas como a Bet365 – que além das apostas esportivas disponibiliza aos usuários o cassino da bet365 Brasil, com um rol variado de jogos de mesa para aqueles que gostam de se divertir com uma boa disputa.

Segue abaixo a lista dos maiores artilheiros do torneio.

Ranking dos maiores goleadores brasileiros da Libertadores:

1º Luizão (Corinthians, Vasco, São Paulo e Grêmio) – 29 gols
2º Palhinha (Cruzeiro) – 25 gols
3º Célio Taveira (Nacional-URU) – 22 gols
4º Jairzinho (Botafogo e Cruzeiro) – 21 gols
5º Guilherme (Atlético-MG, Grêmio, Cruzeiro e Vasco) – 19 gols
6º Ricardo Oliveira (Santos, Atlético-MG e São Paulo) – 19 gols
7º Fred (Fluminense, Atlético-MG e Cruzeiro) – 18 gols
8º Marcelinho Carioca (Corinthians e Flamengo) – 18 gols
9º Tita (Flamengo e Grêmio) – 18 gols
10º Pelé (Santos) e Robinho (Santos e Atlético-MG) – 17 gols

Edição 2020

Na edição da Libertadores de 2020, nenhum dos jogadores inscritos estão entre os 10 maiores artilheiros brasileiros da competição. Dos representantes das terras tupiniquins que entraram em campo nesta temporada, os jogadores que já fizeram mais gols no torneio são os flamenguistas Gabriel Barbosa e Bruno Henrique, cada um com 12 tentos anotados.

Já os jogadores de outras nacionalidades que defendem ou defenderam recentemente clubes brasileiros apresentam números mais expressivos. São eles o atacante peruano Paolo Guerrero, que já balançou as redes 17 vezes no campeonato, e o argentino Andrés D’Alessandro, que anotou 15 gols.

Em relação ao elenco que disputou a final, os futebolistas com melhores números são o palmeirense Willian, que marcou 11 vezes, seja defendendo o Verdão ou em sua passagem pelo Cruzeiro. E pelo lado santista, o artilheiro é o jovem atacante Kaio Jorge, que balançou as redes cinco vezes na edição deste ano.

Outros atletas do Santos têm números interessantes, mas nenhum deles pôde disputar a grande final. São eles o atacante colombiano Jonathan Copete, que já anotou 8 tentos no torneio, mas que só poderá disputar uma partida após a abertura da janela de transferências internacionais no Brasil, já que foi emprestado para o Everton, do Chile.

O outro é o meio-campo uruguaio Carlos Sánchez, que já marcou seis gols na Libertadores, porém está sem jogar desde setembro do ano passado, quando sofreu uma grave lesão no joelho.

Agora, quando falamos nos maiores goleadores da história, independente da nacionalidade, o maior artilheiro da Libertadores é o equatoriano Alberto Spencer. O futebolista marcou 54 gols, jogando principalmente pelo Peñarol e Barcelona de Guayaquil, entre os anos de 1960 e 1972, sendo que ele também foi o artilheiro das duas primeiras edições da competição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

    // TV Verminosos

    // Tags

    Compartilhe: