Stakecheia

Leaderboard - KTO

Papo sério

Carros e jogadores de futebol: uma relação de amor e ódio

Alguns têm uma relação de grande paixão, enquanto outros às vezes sofrem com eles sérios problemas

PinUp-Bet

melhor site de apostas futebol
Muitos clubes têm contratos com determinadas companhias automobilísticas (Foto: Reprodução)
Muitos clubes têm contratos com determinadas companhias automobilísticas (Foto: Reprodução)

No mundo do futebol, os carros têm um lugar muito importante, principalmente entre os jogadores de elite, que ganham muito dinheiro e podem adquirir veículos luxuosos. Muitos desses jogadores possuem até uma coleção de carros Honda, Audi, Chevrolet, e todas as marcas que existem no mercado automotivo.

Alguns têm uma relação de grande paixão, enquanto outros às vezes sofrem com eles sérios problemas…
Futebol, dinheiro, poder e carros, tudo tem relação e faz parte da vida dos jogadores que se desempenham na elite desse esporte. Alguns gostam de carros Chevrolet, outros só gostam de picapes, outros de conversíveis… Cada um tem a sua própria história com os veículos, os seus gostos, desejos, sonhos. Mas em comum, todos têm uma grande paixão.

Muitos clubes de futebol têm contratos e convênios com determinadas companhias automobilísticas, e isso permite que os jogadores desses times ganhem os carros dessas companhias. Algumas marcas até são patrocinadoras dos clubes e isso privilegia do mesmo modo aos jogadores, que não precisam pagar pelos veículos, só devem usá-los.

Os atletas têm gostos diversos: enquanto uns gostam de Mercedes Benz, outros gostam de Ferrari, ou do novo Onix, Range Rover, Audi ou Chevrolet Tracker. Há tantos modelos quanto jogadores de futebol apaixonados pelos carros! Mas nem todos vivem essa relação com os carros da mesma forma…

Kingsley Coman e uma boa multa

O jogador francês do Bayern de Munique ganhou uma boa multa por não ter ido ao treino dirigindo o carro que patrocina o clube, um Audi que lhe foi entregue para utilizar no começo da temporada.

Ele chegou aos treinos dirigindo um Mercedes Benz, desrespeitando o contrato que diz que todos os jogadores do Bayern devem ir aos treinos nas instalações do clube dirigindo o carro da marca alemã.

A multa que o jogador deve pagar é de 50 mil euros. A falta poderia ter sido considerada como um erro involuntário, mas o ano passado Kingsley fez a mesma coisa, dirigindo um McLaren 720 S. Naquela ocasião, ele também teve que pagar uma multa, algo que parece não lhe importar muito, pois o contrato dele é de 8 milhões de euros por temporada.

Há tantos modelos quanto jogadores de futebol apaixonados pelos carros (Foto: Reprodução)
Há tantos modelos quanto jogadores de futebol apaixonados pelos carros (Foto: Reprodução)

Sergio Agüero e o seu arrependimento

O jogador argentino, do Manchester City, comprou um Lamborghini Aventador, mas confessou estar completamente arrependido dessa aquisição.

Durante uma entrevista, ao ser questionado sobre a compra mais cara e inútil que tenha feito ao longo da sua vida, ele confessou ter comprado, no ano de 2014, um Lamborghini Aventador por 1,5 milhão de dólares, “à toa”. Contou que o carro só deve ter uns 1.200 quilômetros rodados durante seis anos, e que hoje em dia está cheio de teia de aranha!

Mas na sua garagem há outros carros, como por exemplo uma Range Rover, um Nissan GT-R e uma Ferrari GTC4 Lusso. É evidente que o jogador gosta de bons veículos que coleciona na garagem, mas que também usa. Mas o Lamborghini certamente não foi uma compra feliz para ele.

Paulo Dybala e uma comemoração que custou caro

O jogador argentino do Juventus decidiu comemorar um gol de uma forma bem diferente e, ao mesmo tempo, cara: comprando um Lamborghini Aventador S Roadster.

Esse veículo, que ele adquiriu na cor amarela, chamando muito a atenção, é um dos mais caros, além de potentes, da marca italiana. Como o jogador ama a velocidade, encontrou nesse carro, que permite acelerar de zero a 100 km/h em só 3 segundos, o veículo ideal.

Dybala queria comemorar em grande estilo o seu gol número 100 pelo Juventus. Vale a pena destacar que ele é o primeiro jogador de futebol profissional não europeu com essa marca pelo time italiano.

Sem dúvida alguma, uma aquisição que ele pode se dar ao luxo de fazer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

    // TV Verminosos

    // Tags

    Compartilhe: