Verminosos por futebol




Viagem no tempo

A expressão “fazer uma vaquinha” nasceu no futebol, e graças ao Vasco

A expressão, com já quase um século de existência, nasceu inspirada no Jogo do Bicho

A vaca paga o principal prêmio no popular Jogo do Bicho, ilegal no Brasil (Foto: Reprodução)
A vaca paga o principal prêmio no popular Jogo do Bicho, ilegal no Brasil (Foto: Reprodução)

Você já fez uma vaquinha, certamente. A expressão brasileiríssima significa rachar uma despesa, todo mundo sabe – ou deveria, tão conhecida que é. O que possivelmente nem todos sabem é que a expressão nasceu no futebol, mais especificamente no Rio de Janeiro, e graças à torcida do Vasco da Gama.

Na década de 1920, o futebol ainda era amador no Brasil. Como os jogadores não recebiam salários, a torcida do Vasco criou uma tática eficiente para incentivar o elenco. A cada partida, os torcedores reuniam gratificações que eram pagas aos atletas, dependendo do resultado.

O prêmio era inspirado no popular Jogo do Bicho. O empate era representado pelo “cachorro”, o que rendia 5 mil réis. Uma vitória garantia o “coelho”, 10 mil réis. Vitórias históricas ou conquistas de taça asseguravam o prêmio mais cobiçado, a “vaca”, no valor de 25 mil réis.

História do Jogo do Bicho

Mas por que a vaca pagava o melhor prêmio aos jogadores do Vasco? Aí é preciso entender sobre o Jogo do Bicho. Isso é outra coisa que todo mundo já ouviu, alguns até já jogaram sua sorte nele, mesmo que não conheçam as origens do jogo de azar mais antigo em atividade no Brasil.

Contravenção penal, o Jogo do Bicho é uma bolsa de apostas em que os números são representados por animais. Foi inventado em 1892, por João Batista Viana Drummond, latifundiário escravagista e proprietário do Jardim Zoológico do Rio de Janeiro, em Vila Isabel.

Em mais uma de tantas crises financeiras do Brasil, nos primeiros anos da República, João Batista lançou um concurso para estimular a visitação ao seu empreendimento. Os bilhetes de entrada passaram a estampar imagens de 25 animais do zoológico. Ao fim do dia, um animal era revelado, e o visitante que tivesse o bicho em seu ingresso levava um prêmio equivalente a 20 vezes o preço da entrada.

O concurso do zoológico fez sucesso, e inspirou o Jogo do Bicho, bastante praticado no Rio de Janeiro já em 1892, depois Brasil afora também. Nas suas regras, séries de quatro números representam 25 animais. A vaca, o 25º da lista, é marcada pelas dezenas 97, 98, 99 e 00 – não há 100 entre as opções. Dependendo do estado, quem acerta leva cerca de 3 mil vezes o valor apostado.

No Jogo do Bicho, séries de quatro números representam 25 animais (Foto: Reprodução)
No Jogo do Bicho, séries de quatro números representam 25 animais (Foto: Reprodução)

E assim popularizou-se a expressão

Com o tempo, graças ao Jogo do Bicho, e principalmente ao incentivo da torcida do Vasco aos jogadores nos anos 20, “fazer a vaca” ou “fazer uma vaquinha” viraram sinônimo de pagar uma despesa comum. Expressão largamente usada mesmo por gente que não joga – tanto o Bicho quanto futebol.

Curiosamente, o tradicional prêmio dado por dirigentes a jogadores como recompensa por vitórias ou títulos também ganhou uma referência ao Jogo do Bicho. Virou, simplesmente, “o bicho”. Mais um sinal da representatividade da jogatina ilegal para a cultura popular brasileira.

Siga o Verminosos por Futebol:
Facebook
Twitter
Instagram
Youtube


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: