Deu a louca

Colecionador tem ingressos de 71 países

São 400 bilhetes, incluindo de ligas bem alternativas como Azerbaijão e Uzbequistão

Ingressos-Francisco-Monteiro (2)
Francisco Monteiro tem ingressos de 19 estados e 71 países (Fotos: Acervo pessoal)

Francisco Monteiro possui ingressos de futebol de 19 estados e 71 países. São cerca de 400 bilhetes, incluindo de ligas bem alternativas como Azerbaijão e Uzbequistão. Por ironia, somente uns 10 foram comprados em jogos que de fato esteve na arquibancada. Para adquiri-los, na realidade o colecionador formou uma incrível rede de malucos.

Os ingressos são obtidos através de outros colecionadores de 61 países, que conheceu nos últimos dois anos. “Tudo começou quando ganhei um ingresso de Porto x Benfica de um amigo português, então decidi colecionar ingressos de clássicos nacionais e dérbis”, relembra Francisco, servidor público de 43 anos e morador de Guarulhos (SP).

Ingressos-Francisco-Monteiro (3)
Francisco Monteiro (à esquerda) conhece colecionadores de artigos de futebol de 61 países (Foto: Acervo pessoal)

Os primeiros ingressos foram trocados por outros ingressos. Com o tempo, ele descobriu que colecionador fica feliz com qualquer artigo: revistas Placar, jornais esportivos, cartões postais de estádios… “Até os selos que vêm nas cartas estrangeiras servem como moeda de troca”.

Os ingressos não foram comprados, mas isso não significa que esse hobby seja ileso de custos. “Já paguei R$ 96 para enviar muitas revistas de futebol à Moldávia só para obter ingressos daquele país”, relata Francisco, que guarda os bilhetes em envelopes divididos por países.

“Já paguei R$ 96 para enviar muitas revistas de futebol à Moldávia só para obter ingressos daquele país”. (Francisco Monteiro)

Os ingressos mais bonitos, avalia, são de França e Hungria. Já os piores, da Argentina e de países africanos. No Brasil, o “futebol moderno” passou a atrapalhar a coleção. “O sócio-torcedor em geral nem sequer recebe o bilhete, tornando árdua a tarefa de colecionar ingressos de jogos históricos”, lamenta.

Dentre as poucas partidas que de fato comprou o ingresso, a mais importante foi a final da Copa do Brasil de 2008, no Recife, quando o pernambucano viu seu Sport ser campeão. O sonho, agora, é assistir a alguns jogos que recebeu ingressos. “Gostaria de ver clássicos mundo afora, como Roma x Lazio, Barcelona x Real Madrid e Boca Juniors x River”, lista o colecionador. Quando conseguir, os envelopes serão pouco para acomodar esses ingressos. Eles vão merecer um quadro.

Ingressos-Francisco-Monteiro (1)
Francisco Monteiro troca os ingressos por outros ingressos, por revistas Placar, jornais esportivos, cartões postais de estádios e até selos recebidos nas cartas estrangeiras (Foto: Acervo pessoal)

Você coleciona ingressos de futebol?

Escreva para Francisco Monteiro: frank_monteiro@ig.com.br


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: