AFC

PinUp-Bet

Dica cultural

Sedes da Copa terão filmes de futebol

A Copa do Mundo vai atrair olhares do planeta ao Brasil. E pela primeira vez a competição contará com evento […]

Leaderboard - KTO

melhor site de apostas futebol
Cinefoot
Cinefoot, realizado desde 2010, virou referência internacional entre festivais de cinema do futebol

A Copa do Mundo vai atrair olhares do planeta ao Brasil. E pela primeira vez a competição contará com evento paralelo de filmes de futebol. É que o Cinefoot, maior festival de cinema do gênero na América Latina, fará parte da programação, nos torneios tanto de 2013 quanto 2014.

O Cinefoot chega a 4ª edição, no Rio de Janeiro (23 a 28 de maio) e em São Paulo (6 a 11 de junho). Durante a Copa das Confederações, o evento percorrerá as seis sedes – Rio, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife e Salvador –, de 15 a 30 de junho. Em 2014, será a vez de estar nas 12 sedes.

Cinefoot-Museu-do-Futebol
Museu do Futebol do Pacaembu, em São Paulo, é um dos palcos do Cinefoot 2013, que agora tem chancela do governo

A conquista veio com a chancela concedida pelo Ministério do Esporte. “Demos o pontapé inicial no conceito de legado cultural, chamando a atenção para a importância de uma agenda para as Copas das Confederações e do Mundo”, comemora o diretor executivo do Cinefoot, Antônio Leal.

Em 2012, 3 mil pessoas assistiram aos 60 filmes. Nas três edições, foram 8 mil fãs e 100 filmes. “Estamos formando novas platéias. Muitos frequentadores nunca tinham entrado no cinema. E mesmo aqueles que já possuíam esse hábito, nunca tinham visto um filme de futebol na tela grande”, comenta o produtor cultural.

A entrada no festival é gratuita. E os próprios espectadores-torcedores são os jurados, que votam em cédulas distribuídas nas sessões. Na noite de encerramento, são entregues os prêmios de Melhor Curta-Metragem e Melhor Longa-Metragem.

Muitos frequentadores nunca tinham entrado no cinema. E mesmo aqueles que já possuíam esse hábito, nunca tinham visto um filme de futebol na tela grande”.
Antônio Leal, diretor executivo do Cinefoot.

Cinefoot-3
Melhor curta-metragem do Cinefoot 2011

Um dos filmes vencedores do festival foi “Porque há Coisas que Nunca são Esquecidas”, do espanhol Lucas Figueroa, melhor curta-metragem de 2011. O título, que conta com o ex-zagueiro italiano Fabio Cannavaro, entrou para o Guinness Book como o mais premiado da história do cinema, com mais de 300 comendas.

Graças a obras-primas como essa, a cinematografia boleira cresceu em quantidade e qualidade neste século. A distribuição, porém, ainda é um zagueiro intransponível, até mesmo no país do futebol. No momento dos lançamentos no cinema, esse não é tema considerado prioritário, critica Antônio.

“Esse cenário aumenta a responsabilidade do Cinefoot, que se transformou na principal janela de exibição de filmes de futebol. É o canal por onde flui estímulos à promoção, exibição e produção”, pontua o diretor do festival. A cultura do futebol agradece.

Cinefoot 2013
Quando: 23 a 28 de maio (Rio de Janeiro), 6 a 11 de junho (São Paulo)
Onde: Cine Arteplex e Centro Cultural da Justiça Federal (Rio de Janeiro), Museu do Futebol e Cine Reserva Cultural (São Paulo)

Cinefoot Copa das Confederações 2013
Quando: 15 a 30 de junho
Onde: Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife e Salvador

Vencedores do Cinefoot:

2010 (Rio de Janeiro)

Melhor Longa-Metragem:
“Inacreditável – A Batalha dos Aflitos” (Brasil-RS), de Beto Souza.
Melhor Curta-Metragem:
“Mauro Shampoo – Jogador, cabeleireiro e homem” (Brasil-RJ), de Leonardo Cunha Lima, Paulo Henrique Fontenelle.

2011 (Rio de Janeiro)

Melhor Longa-Metragem:
“Copa Vidigal” (Brasil-RJ), de Luciano Vidigal.
Melhor Curta-Metragem:
“Porque há Coisas que Nunca são Esquecidas” (Espanha), de Lucas Figueroa.

2012 (Rio de Janeiro)

Melhor Longa-Metragem:
“Copa União” (Brasil-RJ), de Diogo Dahl e Raphael Vieira.
Melhor Curta-Metragem:
“Gaúchos Canarinhos” (Brasil-RS), de Renê Goya Filho.

2012 (São Paulo)

Melhor Longa-Metragem:
“Bahêa Minha Vida – O Filme” (Brasil-BA), de Márcio Cavalcante.
Melhor Curta-Metragem:
“O Pequeno Time” (Espanha), Roger Gómez e Davi Resines.

Inscrições para o Cinefoot 2013:
Até 1º de março, no site www.cinefoot.org. É gratuito.

Confira o filme Porque há Coisas que Nunca são Esquecidas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Tags

Compartilhe: