https://apostasfc.com/melhores-casas/bet365/?utm_source=verminosos&utm_medium=bet365&utm_campaign=agosto

Deu a louca

Time inspirado no Fortaleza disputa o Campeonato Húngaro de futebol

O Erőd FC foi criado pelo jornalista húngaro Áron Aranyossy, torcedor do Fortaleza

O Erőd FC estreou na temporada 2021/22, na 7ª divisão húngara (Foto: Divulgação)
O Erőd FC estreou na temporada 2021/22, na 7ª divisão húngara (Foto: Divulgação)

Por Yuri Melo

O jornalista húngaro Áron Aranyossy sempre acompanhou o futebol de perto por conta da profissão, mas nunca torceu por um time do exterior. Até que conheceu o Fortaleza Esporte Clube. Morador da capital Budapeste, ele se apaixonou pelo clube cearense e se tornou o “Gringo do Pici”, apelido dado por seguidores tricolores.

Se tudo isso já não fosse o suficiente, Áron teve a ideia de fundar uma filial do Fortaleza na Hungria. O time se chama Erőd FC – em húngaro, Fortaleza Futebol Clube. Uma homenagem curiosa, a 8 mil quilômetros de distância.

Como surgiu a paixão

Áron cobria o futebol do seu país e de outras ligas da Europa, mas isso se tornou monótono. Com a vontade de conhecer um clube novo, o Fortaleza apareceu na vida dele.

“Eu queria algo totalmente diferente. Perguntei aos meus seguidores do Twitter se eles tinham alguma sugestão, no final de 2019, e um deles era torcedor do Fortaleza”, conta Áron.

Por coincidência, quando o húngaro começou a acompanhar o Tricolor, o clube iniciava a melhor fase de sua história, com Rogério Ceni no comando da equipe. Com a saída do ex-goleiro e a chegada de Juan Pablo Vojvoda, o time alçou voos ainda maiores.

Com todo esse sucesso, Áron se animou ainda mais. “É incrível ver o clube crescer. Dez anos atrás, as pessoas ririam do Fortaleza. Agora estão no mata-mata da Copa Libertadores!”, destaca.

“Dez anos atrás, as pessoas ririam do Fortaleza. Agora estão no mata-mata da Copa Libertadores!” (Áron Aranyossy)

Erőd FC significa Fortaleza Futebol Clube, em húngaro (Foto: Divulgação)
Erőd FC significa Fortaleza Futebol Clube, em húngaro (Foto: Divulgação)

Como nasceu o Erőd FC

Torcer e acompanhar a equipe de longe era pouco: o jornalista precisava de algo a mais. Pensando em como levar um pouco do Fortaleza para seu país, o Erőd FC nasceu. Com a dissolução de um clube amador onde Áron jogava, ele apresentou o projeto a seus companheiros, e o Erőd tomou forma em maio de 2021.

Atualmente, a equipe está na 7ª divisão do futebol húngaro. A temporada se inicia em setembro, com a conclusão em maio. Na sua estreia, o Erőd FC sagrou-se vice-campeão de 2021/22, mas não subiu porque o acesso é assegurado somente ao campeão.

Áron Aranyossy começou a torcer pelo Fortaleza em 2019 (Foto: Divulgação)
Áron Aranyossy começou a torcer pelo Fortaleza em 2019 (Foto: Divulgação)

Estrutura amadora

Por ser um time amador, o Erőd FC está longe da estrutura do Fortaleza. Áron é o vice-presidente do clube e acumula a função de gerente de mídia. O presidente, um colega mais experiente na gestão de futebol, é também o treinador – e, às vezes, jogador!

O elenco, por sinal, não recebe salários para vestir a camisa do Erőd FC. Ao contrário, eles contribuem com a equipe. Uma cota de cada, que ajuda a bancar os custos anuais do clube, que giram entre 600 mil e 800 mil florins húngaros (R$ 8 mil a R$ 11 mil).

“Várias pessoas nos pediram um contrato, mas não podemos. Jogadores do Brasil e de outros países, como Índia e Irã, por exemplo, mas só podemos ter jogadores de Budapeste ou de perto da capital da Hungria”, explica Áron, que estuda uma espécie de “filiação honorária” para fãs.

“Várias pessoas nos pediram um contrato, mas não podemos. Jogadores do Brasil e de outros países, como Índia e Irã, por exemplo”. (Áron Aranyossy)

Venda de camisas

Enquanto não se organiza, o Erőd FC ainda não tem condições de atender uma demanda que chega com frequência. “Você ficaria surpreso com a quantidade de perguntas que recebemos se vendemos camisas do time. No momento não podemos”, lamenta Áron.

“É problemático legalmente para um time amador. Estamos analisando o assunto, pois entendemos que há uma grande procura. Temos algumas ideias para resolver isso, mas até conseguirmos, só temos que pedir paciência às pessoas”, reforça o vice-presidente.

Quando as vendas iniciarem, certeza, a camisa do Erőd FC vai virar um souvenir entre a torcida do Fortaleza.

O Fortaleza húngaro está distante 8 mil km de Fortaleza (Foto: Divulgação)
O Fortaleza húngaro está distante 8 mil km de Fortaleza (Foto: Divulgação)

Serviço:

Erőd FC

Instagram | Facebook | Twitter | Youtube


> Esta reportagem, produzida por Yuri Melo, contou com supervisão de Rafael Luis Azevedo, do Verminosos por Futebol. Perfis de Yuri: Instagram | Facebook | Twitter.


Siga o Verminosos por Futebol:
Facebook
Twitter
Instagram
Youtube

Entre em nosso canal no Telegram.

Receba nossas matérias no Whatsapp: adicione o número 85-99215.9174 e envie “oi” pra gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Tags

Compartilhe: