Carrinho de compras

Umbro investe em clubes médios do Brasil

Clubes médios e pequenos estão acostumados a camisas de gosto duvidoso. Seja pelo desenho, qualidade do material ou excesso de […]

Umbro-camisas
Chapecoense, Juventus e Remo ganharam em 2013 belas camisas da Umbro (Fotos: Divulgação)

Clubes médios e pequenos estão acostumados a camisas de gosto duvidoso. Seja pelo desenho, qualidade do material ou excesso de patrocínios. Em 2013, três times brasileiros deixaram seus torcedores cheios de orgulho, e os demais com pontinha de inveja. Chapecoense, Juventus e Remo ganharam belas camisas feitas pela Umbro, que estão entre as mais bacanas da temporada.

O desenho foi o mesmo para os três clubes. Ele tem gola em detalhe em V no decote, com branco na gola e mangas. Além dos modelos 1 e 2, a Chapecoense recebeu uniforme comemorativo aos 40 anos e a torcida do Remo escolheu uma 3ª opção via Facebook. “O retorno foi muito positivo, recebemos muitos elogios”, conta Felipe Rosa, gerente de marketing da Umbro.

Umbro-Atletico-PR-4
Atlético-PR, que já veste Umbro desde 1996, ganhou camisa nova em maio

O design elegante chamou a atenção. E até inspirou os dirigentes a não encherem as camisas com patrocínios. Apesar disso, a Umbro informa que não faz exigência quanto a limitação de logomarcas no uniforme. “Cabe ao clube esse tipo de decisão”, garante Felipe.

No Brasil, a Umbro veste também o Atlético-PR, que em maio ganhou novo uniforme. Presente em mais de 100 países, a empresa mantém parceria também com as seleções de Peru, Irlanda, Noruega e Canadá.

Uma baixa recente foi a seleção da Inglaterra. O English Team passou a fazer parte do portfólio da Nike, que adquiriu a Umbro. Foi uma perda para a empresa inglesa, que na Copa do Mundo de 1966 chegou a contar com 15 dos 16 times e agora corre risco de não ter nenhuma seleção classificada nas eliminatórias para o Mundial de 2014, ano de seu 90º aniversário.

“O mercado atual é diferente. Desde sua fundação em 1924, a Umbro sempre esteve envolvida com o universo do futebol. Hoje há muitas marcas na disputa por espaço, a concorrência é bastante acirrada”, comenta Felipe.

O retorno foi muito positivo, recebemos muitos elogios”. Felipe Rosa, gerente de marketing da Umbro, sobre as camisas de Remo, Juventus e Chapecoense.

Mesmo com o terreno perdido, a empresa ainda colhe frutos por ter vestido a seleção brasileira na Copa do Mundo de 1994, que coroou o fim de um jejum de 24 anos. “Mais do que a marca do futebol, a Umbro é a marca da cultura do futebol e pretende estar envolvida não só com o jogo, mas com toda a cultura ao redor dele”, prega o gerente de marketing. Em 2013, Chapecoense, Juventus e Remo entenderam isso.

Camisas-Umbro
Outros modelos das camisas de Chapecoense, Remo e Juventus. Tão bacana quanto os coloridos

Preço sugerido:
R$ 139,90 (Chapecoense, Remo e Juventus)
Site da Umbro:
www.umbro.com.br

Ação de marketing da camisa do Juventus:

Lançamento da camisa do Remo:

Teaser da nova camisa do Atlético-PR:

21 respostas para “Umbro investe em clubes médios do Brasil”

  1. UMA VERGONHA O ESCUDO DO CLUBE DO REMO DE BELÉM DO PARÁ!!! A UMBRO FEZ A PIOR QUALIDADE PARA O NOVO ESCUDO 2014!
    Bordado com linhas grossas e com o azul do emblema totalmente claro!!!

    Desaprenderam a confeccionar

  2. A Umbro é uma excelente fabricante e tem desenhos maravilhosos. A única camisa que tenho do meu time (Atlético-MG) é da Umbro, de 2004. Sou fã da marca há tempos.

  3. Rafael, você como repórter esportivo deveria saber que o Remo possui uma das maiores torcidas do Brasil. Independente da divisão que ocupa, o que interessa para a fornecedora de material é a quantidade de camisas que serão vendidas. Para você ter uma ideia, no final do ano de 2013 a maior torcida do Norte e a 4º maior do Norte Nordeste comprou 6 mil unidades de uma camisa comemorativa ao maior tabu do mundo: 33 jogos sem perder para o seu maior rival.
    Apesar de viver uma fase ruim, a instituição Clube do Remo não pode ser comparada a times como Nacional, Juventus e outros sem menor importância. Remo e Paysandu sempre estiveram entre os 15 times que mais vendem camisas no Brasil. Uma empresa multinacional como a Umbro, conhecedora do mercado, sabe que investir no Clube do Remo é garantia de retorno certo

    • Oi Thiago, quem está comparando o Remo a Juventus e Chapecoense não sou eu, mas sim a Umbro, que, ao apostar em clubes médios do Brasil, incluiu o time paraense. Se o remista não gostar da proposta do parceiro, há duas opções (sem ironia, por favor, estou só constatando): romper o contrato para buscar uma fabricante que só trabalhe com clubes do nível do Remo; ou convencer a fabricante a romper contrato com esses times “menores”.

      Fiquei feliz com a parceria entre Umbro e Remo, e inclusive com uma pontinha de inveja, já que os times cearenses não conseguem o mesmo interesse de grandes marcas esportivas. Espero, em 2014, comprar a camisa do Remo inspirada no Brasil de 1994. Vai ser bonita, com certeza. Um abraço!

  4. Enquanto isso, a Penalty faz um uniforme bizarro para o CSC e a Stadium estraga tanto no modelo quanto na qualidade o manto do meu Fortaleza. O lançamento de ontem da camisa para a temporada 13/14 do Fortaleza, quando divulgadas as fotos do novo material, é de se lamentar.

  5. Bom dia Rafael. Parabéns pela excelente matéria. Meu E.C. Pelotas fechou esse ano contrato com a Adidas por um período de 3 anos, podendo fechar até 5 anos. Inclusive a revista Placar fez uma matéria sobre as grandes empresas fechando com clubes menores e a camisa do lobão apareceu em maior destaque. Segue link do site do clube sobre a apresentação da camisa: http://ecpelotas.com.br/2013/01/noite-de-gala-na-avenida/ e também link da matéria da Placar: http://placar.abril.com.br/materia/camisa-de-primeira-times-nem-tanto-pequenos-com-grandes-fornecedores.

    Um grande abraço
    Homero Queiroga – Pelotas-RS

  6. E que interessante a declaração do gerente de marketing da Umbro, que disse que “a Umbro é a marca da cultura do futebol”! Sempre gostei da Umbro.

  7. Rafael, fiquei curioso para ver esta camisa comemorativa dos 40 anos da Chapecoense, líder da Série B do Brasileirão – ontem (terça-feira, 11) venceu o Paysandu por 3 a 2 no jogo do empata desempata.

  8. Parabéns pela matéria Rafael! Eu incluiria só o Nacional-AM e América-PE que hoje também são times pequenos que usam Umbro. Em 2001 a Copa Federação Paulista de Futebol teve todos os seus times fornecidos pela Umbro também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Tags

Compartilhe: