Verminosos por futebol




Papo sério

Torcidas oficiais de clubes estrangeiros ganham espaço no Brasil e conquistam fãs

Em São Paulo está o principal reduto de duas torcidas organizadas para times espanhóis

Unidos por el Real Madrid: a maior torcida do clube na América Latina (Foto: Reprodução Facebook)
Unidos por el Real Madrid: a maior torcida do clube na América Latina (Foto: Reprodução Facebook)

Por Roberto Siqueira

Os clubes brasileiros continuam com torcidas gigantescas pelo Brasil, porém um fenômeno curioso tem acontecido e crescido no país. É a criação de torcidas organizadas para clubes estrangeiros feitas por brasileiros. Seja por conta de Neymar, Messi ou Cristiano Ronaldo, a verdade é que clubes da Inglaterra, Espanha, Alemanha e França têm cada vez mais conquistado o coração dos torcedores nacionais.

Em São Paulo está o principal reduto de duas torcidas organizadas para times espanhóis. A primeira e mais antiga é a Penya Barcelonista do estado. Criada em 2004, a torcida faz parte de um projeto do Barcelona na busca por novos torcedores pelo mundo. A equipe da Catalunha oficializa grupos organizados e estes se tornam representantes oficiais. A Penya Barcelonista de São Paulo conseguiu tal feito e é uma das poucas na América do Sul.

A maior torcida do Barça na América Latina (Foto: Reprodução Facebook)
A maior torcida do Barça na AL (Foto: Reprodução Facebook)

O principal rival do Barcelona, o Real Madrid, também não fica de fora dessa nova febre. A Unidos por El Real Madrid é 10 anos mais nova que a torcida do maior rival, nasceu apenas em 2014, no entanto também faz sucesso. A organizada é a maior torcida do clube na América Latina. E, assim como a torcida brasuca do rival, cobra um valor para ser associado justamente para fazer o grupo ganhar força e aumentar o número de torcedores.

Outro exemplo de sucesso é a torcida do Manchester United, que é gigantesca pelo mundo e no Brasil também ganhou espaço. Com reconhecimento oficial do clube inglês, a torcida Man Utd Brasil possui inclusive o serviço para se tornar sócio oficial do clube britânico.

TV, internet e jogos estão mudando a forma de torcer

Este movimento de novos torcedores tem como principal motivo a forma como assistimos e interagimos com o futebol. Atualmente, as transmissões de torneios europeus, como a Premier League, a La Liga e, principalmente, a Champions League ganharam todos os canais de TV, aberta e paga. Por isso, muitos torcedores mais jovens têm mais chances de assistir a um jogo europeu do que o próprio clube brasileiro, que acaba restrito a um horário e também a um payperview.

Outra grande influência acontece nos jogos de futebol para console e computadores. O jogo Fifa é repetidamente um dos mais vendidos no Brasil todo ano, e traz sempre como destaque jogadores e clubes europeus. O Pro Evolution Soccer também não fica atrás e é um recordista de vendas.

Além disso, a internet também disponibiliza diferentes motivos e interações ao acompanhar os gigantes europeus. Seja com apostas de futebol para torneios internacionais, ou então os famosos jogos tipo fantasy, em que é possível escalar jogadores para ganhar pontos, a verdade é que estamos lotados de informações e propagandas dos clubes europeus.

O Fifa contribui para o interesse pelo futebol europeu no Brasil (Foto: Reprodução Facebook)
O Fifa contribui para o interesse pelo futebol europeu no Brasil (Foto: Reprodução Facebook)

A falta de organização e estrutura dos times brasileiros também contribui com isso, no entanto ainda existe tempo e recurso para se recuperar. Os principais clubes brasileiros estão acordando, apesar de atrasados, e começaram a apostar em canais onde estão os mais jovens, como Facebook, Youtube e Twitter. Agora, nos resta apenas observar e esperar para ver como estarão as futuras gerações de torcedores. Talvez, clubes como Flamengo e Corinthians tenham que disputar torcida com os gigantes ricos da Europa.


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: