https://apostasfc.com/melhores-casas/bet365/?utm_source=verminosos&utm_medium=bet365&utm_campaign=agosto

Deu a louca

Em Buenos Aires-PE, a torcida é da Argentina

A capital portenha possui uma homônima em Pernambuco, a 75 km do Recife

Cidade do interior de Pernambuco se chama Buenos Aires. Lá, a torcida pela Argentina é forte (Foto: Josivan Rodrigues)
Município do interior de Pernambuco se chama Buenos Aires (Foto: Josivan Rodrigues)

Apesar da rivalidade, não é difícil encontrar brasileiros que torcem pela seleção argentina. Nesse quesito, nenhuma cidade do Brasil possui tamanha proporção como Buenos Aires. A capital portenha possui uma homônima em Pernambuco, a 75 km do Recife. Em virtude do nome, o município conta com grande torcida da Argentina, e que ganha força em tempos de Copa do Mundo.

Cerca de 100 moradores se reúnem em dias de jogos, no bar Independente, homenagem ao Independiente de Avellaneda, cidade da Grande Buenos Aires. “Não sou argentino, mas sou fanático pela seleção argentina, desde a Copa de 1986. Na nossa Buenos Aires, são vários os moradores que preferem a Argentina”, garante Jadiel Felipe, de 40 anos, buenosairense de nascimento.

Registrar uma foto em frente ao prédio da prefeitura de Buenos Aires-PE é tarefa obrigatória na passagem pela cidade (Foto: Divulgação)
Para quem não pode ir até a capital da Argentina, quebra um galho (Foto: Divulgação)

Buenos Aires é uma cidadezinha de 12 mil habitantes. Antes chamada de Jacu, a localidade ganhou o atual nome em 1928, quando recebeu status de vila. Fala-se que, na época, o padre local costumava dizer que ali havia “buenos aires”, referindo-se ao clima. Em 1963, Buenos Aires foi desmembrada de Nazaré da Mata, e sua fama começou a espalhar.

Na cidade, são várias as referências à capital da Argentina. Uma loja de doces se chama La Bomboniere, trocadilho com o estádio do Boca Juniors. Foi lançada por Fábio Carvalho, forasteiro que sempre ouvia risinhos quando dizia que mora em Buenos Aires. Há também a lojinha Boca Junior. É propriedade de José Paulo Araújo, fanático pelo Boca Juniors.

> LEIA TAMBÉM

Tanta paixão levou o torcedor a fundar o Boca Junior local, em 2001. Em 2010, outro gigante da Buenos Aires portenha ganhou genérico na Buenos Aires pernambucana, o River Plate. Foi criação de Jadiel Felipe. Em seis jogos até aqui entre as equipes, foram três vitórias do Boca, uma do River e dois empates. No último confronto, no dia 1º de maio, a vitória foi azul e amarela, por 1 a 0.

A rivalidade é grande, mas cessa na Copa do Mundo. “O pessoal que torce pelo Brasil provoca, dizendo que a gente é ‘vendido'”, diverte-se Jadiel. Mesmo com a patrulha, eles já conseguiram o direito de decorar as ruas com bandeirinhas brancas e azuis, dividindo espaço com as verde e amarelas. É hora de gritar, com o típico sotaque pernambucano: “Ar-gen-ti-na!”

Site da Prefeitura de Buenos Aires-PE:
www.buenosaires.pe.gov.br

O Boca Junior de Buenos Aires-PE foi fundado em 2001, e venceu o último duelo contra o River Plate local (Foto: Josivan Rodrigues)
O Boca Junior de Buenos Aires-PE foi fundado em 2001 (Foto: Josivan Rodrigues)

Conheça Buenos Aires-PE:

2 respostas para “Em Buenos Aires-PE, a torcida é da Argentina”

  1. Rafael, você poderia dar mais alguma informação sobre os clubes do Boca e do River de PE? Estou procurando na internet, mas não encontrei nada… Eles têm um uniforme próprio, baseado nos clubes originais, ou usam os mesmos uniformes que os dos hermanos? Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Tags

Compartilhe: